Com compra da dona da HBO, plano da AT&T é competir com Netflix

netflix logo.jpeg

Logotipo da Netflix em sua sede na Califórnia, nos Estados Unidos
A AT&T anunciou que vai usar a sua proposta de aquisição da Time Warner, em uma transação avaliada em US$ 85,4 bilhões, para criar uma plataforma de vídeo digital capaz de concorrer com a Netflix.
A proposta foi indicada nesta segunda-feira (24), quando ela delineou os motivos para a proposta de tomada de controle acionária que transformaria o grupo de telecomunicações em uma das maiores companhias de mídia do planeta.
Randal Stephenson, presidente-ex
ecutivo da AT&T, afirmou que o controle do conteúdo da HBO, a rede premium de TV a cabo da Time Warner, e do estúdio de cinema Warner Bros, o maior de Hollywood, permitiria que a AT&T avançasse rapidamente para construir um produto de vídeo a pedido que compensasse o declínio de sua divisão de TV via satélite, a DirecTV (adquirida em 2014 por US$ 49 bilhões).

Redes de televisão e grupos de TV paga vêm correndo para combater a crescente ameaça da Netflix e da Amazon, que combinaram plataformas para vídeo sob demanda com unidades internas de produção responsáveis por séries de TV como “House of Cards“.
Jeff Bewkes, o presidente-executivo da Time Warner, disse que serviços de vídeo a pedido como o da Netflix e o de sua HBO Now em breve se tornariam “uma coisa universal” entre os consumidores dos Estados Unidos.
Bewkes, que insistiu em que manteria seu posto na Time Warner caso a transação seja bem-sucedida, afirmou que os consumidores americanos estão se cansando de pagar US$ 100 ao mês por um monte de canais a que raramente assistem.
Alguns analistas sugeriram que a AT&T poderia tentar combater serviços como os da Netflix restringindo seus programas mais populares aos serviços de distribuição da empresa.
“Acreditamos ser provável que a AT&T acelere a transferência de conteúdo hoje no Netflix para a sua plataforma própria, o que seria um ponto negativo para o Netflix,” afirmou John Hodulik, analista dos banco UBS.
No entanto, qualquer plano nesse sentido certamente contaria contra a empresa durante um processo de análise regulatória que será certamente muito rigoroso.
O risco de intervenção pelas autoridades regulatórias pesou sobre as ações da Time Warner nesta segunda-feira. Cotadas a US$ 86,74, com queda de 3,1%, elas estão bem abaixo da oferta de US$ 107,5 por ação que foi criticada tanto pelos democratas quanto pelos republicanos.
Os títulos de dívida da AT&T também sofreram uma onda de vendas.
Stephenson, presidente-executivo da AT&T, disse que continua confiante que sua companhia conseguirá aprovação para a proposta, apontando que existem poucos exemplos de bloqueio da parte de Washington a transações de integração “vertical”.
DO “FINANCIAL TIMES”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.