Mel B., das Spice Girls, vai fazer a protagonista de ‘Chicago’ na Broadway

mel-b-linda-tumblr_inline_ob8ephmiek1ty7eg4_500NOVA YORK — Em muito pouco tempo, a jurada de “America’s Got Talent” Melanie Brown vai colocar o próprio talento à prova, e para um público exigente: a partir de dezembro, ela vai se unir ao elenco do musical “Chicago”, no papel da protagonista Roxie Hart.

Mel B., também conhecida como Scary Spice durante a época em que fez parte do grupo pop dos anos 1990 Spice Girls, vai estrear no Teatro Ambassador em 28 de dezembro. Agora, ela entra na impressionante listas de estrelas que já interpretaram a personagem, como Marilu Henner, Ashlee Simpson e Christie Brinkley.

Melanie já participou do programa “Dancing with the stars”, a versão americana da “Dança dos famosos”, além de ter sido jurada da edição australiana de “The X factor”.

Ambientada na década de 1920, “Chicago” é uma sátira de como a indústria do espetáculo e os meios de comunicação transformam criminosos em celebridades. As coreografias são de Bob Fosse, e o musical tem canções emblemáticas como “All that jazz”.

A versão cinematográfica do espetáculo foi dirigida por Rob Marshall e conquistou seis prêmios Oscar em 2003, incluindo melhor filme e melhor atriz coadjuvante, para Catherine Zeta-Jones. O papel de Mel B. foi feito por Renée Zellweger. AP

Moda I NikeLab x Gyakusou: nova coleção focada na prática da corrida chega ao Brasil

nikelab-gyakusou_5 (1).jpg
NikeLab Gyakusou (Foto: Reprodução)

Corredores de plantão, a novidade é boa: a mais recente coleção NikeLab x Gyakusou, assinada por Jun Takahashi (criador da marca de roupas Undercover), aterrisa neste mês de novembro no Brasil.

Parceiro da gigante do sportswear há mais de seis anos, o designer dá sequência a colaboração com peças estruturadas e com desihg antenado para facilitar na hora de guardar na mala ou mochila. Pela primeira vez, ele investe em cores contrastantes – e o resultado é desejo puro!
“A corrida é minha grande fonte de criatividade. Faz sentido que eu crie roupas e tênis de corrida para apoiar a minha prática, à qual me dedico todos os dias. Não sei por que, mas sempre tive um grande desejo de expressar meus sentimentos desenhando peças de roupa”, diz.

Interessou? A boa nova estará disponível a partir do dia 17 de novembro  em NikeLab.com e na Cartel 011, em São Paulo.

Parabéns, Kendall Jenner! 10 lições que aprendemos com o Instagram da top

kendall-jenner-poses-during-a-photocall-for-tribal-spirit-by-mango-on-january-28-2016-in-barcelona-spain

Apesar de viver sob os holofotes desde a infância, Kendall Jenner conseguiu se fortalecer pela carreira de modelo – e personalidadecool – desde que começou a se aventurar pelas passarelas e editoriais. Aos 21 anos completados neste dia 3 de novembro e com uma série de trabalhos importantes no currículo  (que vão de fechar um desfile de alta-costura da Chanel a desfilar para a Victoria’s Secret), a modelo também é um fenômeno nas redes sociais – até o momento de publicação desta matéria, a top já coleciona 68 milhões de seguidores no Instagram.

A fórmula para o sucesso? Selfies nada óbvias, amigas tops, iates… E, claro, fazer parte de uma das famílias mais famosas (e polêmicas) do mundo. Confira abaixo 10 lições que aprendemos com o Instagram de Kendall:

Cara Delevingne, Gigi Hadid, Bella Hadid, Behati Prinsloo, Olivier Rousteing, Lily Donaldson, Jourdan Dunn, Zoe Kravitz estão entre as celebridades que são amigas da top (Foto: Instagram/Reprodução)Cara Delevingne, Gigi Hadid, Bella Hadid, Behati Prinsloo, Olivier Rousteing, Lily Donaldson, Jourdan Dunn, Zoe Kravitz estão entre as celebridades que são amigas da top (Foto: Instagram/Reprodução)

1. TENHA AMIGOS FAMOSOS. E FASHIONISTAS
Não é só Taylor Swift que tem um verdadeiro squad de popstars assistindo Netflix com sorvete no sofá de casa ou posando para selfies. Kendall Jenner também tem um círculo de amigos que vai de Gigi e Bella Hadid a Cara Delevingne, Justin Bieber, Hailey Baldwin, Behati Prinsloo, Olivier Rousteing, Jourdan Dunn, Lily Donaldson e Harry Styles, seu mais novo affair.

A família de Kendall Jenner inclui Kylie Jenner, Kris Jenner, Caitlyn Jenner, Kim Kardashian, Khloe Kardashian, Kourtney Kardashian, Rob Kardashian, Kanye West, North West, Saint West... (Foto: Instagram/Reprodução)A família de Kendall Jenner inclui Kylie Jenner, Kris Jenner, Caitlyn Jenner, Kim Kardashian, Khloe Kardashian, Kourtney Kardashian, Rob Kardashian, Kanye West, North West, Saint West… (Foto: Instagram/Reprodução)

2. SEJA PARTE DE UMA DAS FAMÍLIAS MAIS FAMOSAS DO MUNDO
É claro que ser uma das filhas de Kris Jenner e Caitlyn Jenner ajuda no sucesso dentro e fora das redes. Com um media training que começa desde a infancia, a família Kardashian-Jenner contabiliza, junta, um total de 237,1 milhões (!) de seguidores no Instagram.

Para Kendall Jenner, um look do dia é muito mais que uma foto no espelho (Foto: Instagram/Reprodução)Para Kendall Jenner, um look do dia é muito mais que uma foto no espelho (Foto: Instagram/Reprodução)

3. UM LOOK DO DIA NÃO É SÓ UM LOOK DO DIA
Esqueça a foto no espelho do closet, ou a foto dos sapatos, ou o clique dos acessórios na mesa de chá. Um dos segredos de Kendall para manter sua autenticidade no Instagram é que, muito mais que fotos de look do dia, ela posa como se estivesse em um editorial high-low da vida real – seja dentro de uma cozinha industrial, em meio à bagunça de casa ou deitada em um iate em Cannes.

Com Kourtney Kardashian e Scott Discick al mare (Foto: Instagram/Reprodução)Com Kourtney Kardashian e Scott Discick al mare (Foto: Instagram/Reprodução)

4. PASSEIOS DE IATE SÃO SEMPRE UMA BOA IDEIA….
Falando em iates, os cliques posando dentro de embarcações luxuosas – em destinos paradisíacos como Cannes, St. Barths, Anguilla ou até mesmo Miami – são marca registrada no perfil de Kendall. Quer copiar? Só não esqueça de levar o maiô asa delta e o maxióculos da vez.

Kendall Jenner com dois de seus quatro carros (Foto: Instagram/Reprodução)Kendall Jenner com dois de seus quatro carros (Foto: Instagram/Reprodução)

5. …E DE CARROS ULTRALUXUOSOS TAMBÉM
Dona de uma coleção invejável de carros, Kendall costuma usá-los como cenário de alguns de seus mais icônicos cliques. Ostentação? Sim. Mas com muita classe.

A cinturinha de pilão de Kendall Jenner é motivo de muitos likes em seu Instagram (Foto: Instagram/Reprodução)A cinturinha de pilão de Kendall Jenner é motivo de muitos likes em seu Instagram (Foto: Instagram/Reprodução)

6. MOSTRE MUITA PELE
“Tudo que é bonito é pra ser mostrado”, já diria o poeta. E, no caso da nossa cover girl de janeiro, ainda mais: dona de um corpo invejado por mulheres do mundo inteiro, Kendall desfila por aí uma silhueta esguia, mas curvilínea  (além de uma das cinturas mais finas do mundo fashion). No Instagram, ela não economiza em posts que celebram a ótima genética herdada da mãe.

Kendall Jenner com Karl Lagerfeld no desfile de alta-costura da Chanel; durante evento da Fendi em Cannes; e vestida como o kaiser no Halloween de 2015 (Foto: Instagram/Reprodução)Kendall Jenner com Karl Lagerfeld no desfile de alta-costura da Chanel; durante evento da Fendi em Cannes; e vestida como o kaiser no Halloween de 2015 (Foto: Instagram/Reprodução)

7. SEJA BFF DE KARL LAGERFELD (E VISTA-SE COMO ELE EM OCASIÕES ESPECIAIS)
Ter um bom relacionamento com Karl Lagerfeld, indiscutivelmente uma das personalidades mais importantes da moda, já é um primeiro passo para o sucesso na carreira de modelo. Mas, se você conseguir estabelecer uma relação de amizade com o kaiser… bom, então arrume suas malas e prepare-se para rodar o mundo a trabalho com os fotógrafos, stylists e editores mais disputados da indústria. E não esqueça de tirar algumas selfies no caminho.

O  décor de Natal da casa da mãe de Kendall, Kris, sob o olhar da top (Foto: Instagram/Reprodução)O décor de Natal da casa da mãe de Kendall, Kris, sob o olhar da top (Foto: Instagram/Reprodução)

8. MERGULHE FUNDO NO ESPÍRITO NATALINO
Um dos maiores atrativos do Instagram de Kendall é o dia a dia dos Kardashian-Jenner: as reuniões, as viagens, as celebrações e os rituais que alimentam a curiosidade de seus milhões de fãs. Nos últimos meses de 2015, o espírito natalino tomou conta de todos os membros da família, e com a top não foi diferente – em seu perfil, ela compartilhou todos os detalhes da exuberante decoração de Natal da casa de sua mãe, Kris.

Kendall com Gigi Hadid no backstage da NYFW e com Lily Donaldson no backstage da Fendi (Foto: Instagram/Reprodução)Kendall com Gigi Hadid no backstage da NYFW e com Lily Donaldson no backstage da Fendi (Foto: Instagram/Reprodução)

9. DIVIRTA-SE NOS MOMENTOS OFF DUTY
Seja ao lado da BFF Gigi Hadid durante a New York Fashion Week ou durante o shooting de uma campanha da Fendi, Kendall nunca perde uma oportunidade para fazer o clique perfeito para o seu Instagram. A regra aqui é esquecer a tradicional selfie, ou qualquer recurso que pode parecer óbvio para a maior parte dos mortais: tem um time de papparazzi te esperando na porta? Inclua eles na foto. Está em um paraíso de acessórios de uma das grifes mais importantes da Itália? Divirta-se com cada prop disponível no set.

A foto mais curtida de 2015 é de Kendall Jenner: nada menos que 3,4 milhões de likes! (Foto: Instagram/Reprodução)A foto mais curtida de 2015 é de Kendall Jenner: nada menos que 3,4 milhões de likes! (Foto: Instagram/Reprodução)

10. SEJA A PESSOA COM A FOTO MAIS CURTIDA DE 2015
3,4 milhões: este é o número de pessoas que apertaram o botão “curtir” na foto acima, publicada por Kendall Jenner em meados do ano passado. O resultado? Foi eleito como o clique mais curtido de 2015. (LARISSA GARGARO)

Tudo sobre o desfile da Victoria’s Secret de 2016

desfile-vs-02-590x509O desfile da Victoria’s Secret de 2016 é em… Paris! É o mesmo lugar em que acontecem os desfiles da Chanel! Olha as angels Stella Maxwell e Laís Ribeiro na prova de roupas. Clica pra ver mais!

Está pra acontecer o desfile que muitos consideram o mais esperado do ano: o Victoria’s Secret Fashion Show! A apresentação da marca de lingerie americana acontece no dia 30/11, é transmitida dia 5/12 na TV americana e vem cheia de novidades, a começar pela localização: Paris! Essa edição é a 1ª da marca na capital francesa e tem como palco o Grand Palais, mesmo local em que a Chanel faz seus desfiles durante a Semana de Moda de Paris. Outro destaque é o número de modelos no desfile: 52 tops andando na passarela, o maior número da história da VS.

Entre estas 52, Bella Hadid e Irina Shayk são novidades no casting. Elas se juntam à Gigi Hadid, irmã de BellaKendall Jenner, Karlie Kloss… E é claro, as Angels Adriana Lima, Alessandra Ambrósio e Laís Ribeiro (que inclusive participou da websérie Lilian Tattoo). Outro destaque é o Fantasy Brasutiã cravejado compedras preciosas tradicional da VS. Este ano o que mais chama atenção é a decisão da marca de divulgar fotos de campanha com a modelo Jasmine Tooke vestindo a peça sem nenhum tipo de retoque (leia-se: sem Photoshop)! Nesta edição do desfile, a música fica por conta de Lady Gaga, Bruno Mars e The Weeknd (que, aliás, é o namorado da Bella).  Na galeria você confere as fotos de Jasmine com o sutiã e mais do desfile, clica pra acesssar! [Lilian Pacce]

Esquadrão Suicida | Arlequina e Magia aparecem em novas fotos dos bastidores

foto_june_moon

O fotógrafo Clay Enos, que trabalhou na produção de Esquadrão Suicida, foi ao Twitter divulgar novas imagens do filme da DC Comics. Ele publicou dois retratos dos bastidores mostrando, de perto, a Arlequina (Margot Robbie) e June Moon (Cara Delevigne) antes de virar a vilã Magia.foto_harley_quinn

O novo corte de Esquadrão Suicida chega na versão digital em 15 de novembro e em Blu-ray em 8 de dezembro – veja o trailer. A versão digital estará disponível em plataformas como Google Play, PlayStation Store, XBOX Live, iTunes Store, etc. Os preços no Brasil serão de R$ 89,90 para o Blu-ray em 3D com a versão estendida; R$ 69,90 para o Blur-ray normal e R$ 39,90 para o DVD apenas com a versão para os cinemas.

Recentemente foi divulgado que a Arlequina de Margot Robbie terá um longa solo. {Guilherme Jacobs]

Quem é Tyler Henry, o médium de Hollywood

O dom do jovem é basicamente se conectar com pessoas que já morreram, tentar uma ponte entre os dois mundos para trazer conforto àqueles que ficaram. “Diria que meu sexto sentido usa os outros cinco para falar comigo. Se tenho uma dor de estômago durante a consulta, talvez a pessoa tenha tido câncer no lugar. O que eu comunico vem do que vejo e do que meu corpo me diz”, ele fala sobre seu processo de leitura. Entre seus clientes mais conhecidos estão a empresária Kris Jenner, a estrela de reality show Snooki, a atriz Tori Spelling e a atriz e diretora Melissa Joan Hart. “Tem uns momentos surreais na segunda temporada. Na consulta com a Melissa Joan Hart a irmã dela apareceu com uma mensagem muito pessoal”, lembra.

Quando Tyler tinha 16 anos, sua mãe se mudou para Los Angeles, e, pelo boca a boca, produtores e atrizes de Hollywood começaram a procurar o clarividente, que atende via Skype, telefone e pessoalmente. “Já me conectei com várias celebridades, como a Anna Nicole Smith, que foi bem chocante”, fala em tom de spoiler sobre o encontro com a ex-coelhinha da Playboy, que está na nova temporada. Ele também não liga muito para os céticos e haters, já que ao longo da carreira se deparou em diversas situações de confronto de ideologias. “Minha leitura favorita do programa foi com o Moby porque sou fã. Ele não estava decidido se acreditava ou não. Sua mãe aparecer foi tão pessoal e do nada que ele não podia negar a visível conexão”, relembra a consulta com o músico.

Para o futuro, o médium gostaria de continuar ajudando as pessoas a encontrarem um pouco de clareza. No dia 1º de novembro, lançou o livro Between Two World (Gallery Books, 224 págs., disponível na Amazon), em que “levanta a cortina de sua vida como médium sobre como que realmente é se comunicar com mortos, o poder do simbolismo e as lições que podemos aprender de nossos entes queridos que já faleceram”. [Isabela Yu]

A Microsoft virou a nova Apple?

surfacedial_5_featurepanelrightalign_v1

NOVA YORK — Era uma vez, nos distantes anos 1990, uma empresa chamada Apple Computer. Seu fundador, Steve Jobs, estava afastado, e a companhia estava no terceiro CEO em quatro anos. O preço da ações estava tão baixo que, logo depois do anúncio da volta de Jobs, um dos nomes em alta no Vale Silício naquela época, Michael Dell, respondeu da seguinte maneira uma pergunta sobre o que faria se estivesse no comando da Apple: “O que eu faria? Fecharia [a empresa] e devolveria o dinheiro para os acionistas”.

Antes dos Macs coloridos, antes do iPod, do iPhone e do iPad, antes de a Apple ser a empresa mais valiosa e admirada do mundo, um segmento dos consumidores se manteve fiel aos produtos da empresa, mesmo durante os pontos mais baixos de sua história: os criadores. Designers, artistas gráficos, fotógrafos e ilustradores sempre preferiram trabalhar num Mac. Mas dois anúncios da semana passada decepcionaram muitos desses consumidores fieis – e alguns consideram até a maior das traições: mudar para o mundo da Microsoft.

Na quarta-feira 27, a Apple mostrou os novos modelos do Macbook Pro, o laptop para uso profissional. Mais potente e maior que o Macbook Air e o Macbook, os usuários do modelo Pro estavam esperando uma atualização da linha Pro havia mais de seis meses. O grande chamariz dos novos modelos é o Touch Bar, uma pequena tela colorida que substitui as tradicionais teclas de função (F1, F2 etc.).

O Touch Bar é sensível ao toque e se adapta ao software que está sendo usado. A ideia é facilitar a operação dos programas, criando atalhos personalizados. No caso do email, por exemplo, são sugeridas palavras ou correções, como num smartphone. Para quem edita fotos, os controles permitem ajustar parâmetros de cor e luminosidade com a ponta dos dedos, sem ter de navegar por menus ou usar o mouse ou trackpad.

Mas essa inovação – o novo Macbook Pro é o primeiro laptop a utilizar essa tecnologia–, a julgar pela torrente de opiniões negativas que vêm circulando na internet, foi insuficiente. “A empresa não tem uma visão real do que os usuários mais criativos fazem com suas máquinas mais avançadas.

O Mac fez seu nome porque abraçou o design e os gráficos baseados em computadores, enquanto os PCs perderam o bonde. Agora, parece que a Apple vai perder a próxima geração de gráficos, 3D e realidade virtual”, escreveu Peter Kirn, do site Create Digital Music.

Os novos computadores nem sequer estão disponíveis (somente o modelo mais simples do novo Macbook Pro, sem o Touch Bar), mas as reclamações se baseiam em dois pontos: preço e performance. Os novos laptops têm limite de 16 GB para a memória RAM que pode ser instalada. Memória RAM é um dos componentes essenciais para quem usa programas como edição de fotos e vídeos (para o uso do dia a dia, 16 GB são mais que suficientes).

“Não tenho como não achar que a Apple decidiu que o público-alvo [dos seus computadores] são crianças que tomam leite em cafés universitários. Estou preocupado com o futuro do Mac, pelo menos nas mãos da atual liderança da Apple”, escreveu o blogueiro Adam Knight.

A outra crítica é em relação ao preço. “A nova família Macbook Pro é universalmente mais cara que a que veio a substituir”, escreveu o jornalista especializado Vlad Savov, do site The Verge. O modelo mais simples custa 1.499 dólares, sem o Touch Bar. O mais potente, com tela de 15 polegadas com todos os upgrades possíveis, sai por 4.299 dólares.

Desde o célebre lançamento do iPhone, há quase dez anos, os anúncios de novos produtos da Apple geram enorme expectativa – e, naturalmente, inevitáveis decepções. Sem os chatos de plantão e os eternamente insatisfeitos não existiria internet, é claro, mas o nível das reclamações relacionadas ao novo laptop surpreendem pela causticidade e, acima de tudo, pela origem. As críticas vêm de fãs de longa data, aqueles que não abandonaram o barco quando um naufrágio da empresa parecia inevitável.

Eles certamente são a minoria entre as centenas de milhões de usuários de produtos Apple ao redor do mundo, e nunca é demais lembrar que os computadores são uma parte relativamente pequena do faturamento e dos lucros da empresa (a maior parte do dinheiro vem da venda de iPhones, e a Apple há anos tirou o “Computer” do nome). Mas é difícil ignorar os protestos, especialmente quando eles são dirigidos contra a empresa fundada pelo homem que chamou os computadores de “bicicletas para a mente”.

Numa coincidência incomum, no dia anterior ao anúncio da Apple outra empresa muito famosa, embora não tão adorada, mostrou as suas novidades. A Microsoft apresentou novos modelos do seu tablet, o Surface, mas a grande surpresa foi um computador de mesa elegante, sofisticado e potencialmente revolucionário – três adjetivos que não costumam aparecer junto com o a palavra Microsoft. Batizado de Surface Studio, o computador foi idealizado para quem cria no ambiente digital e introduziu uma nova maneira de interação, usando uma caneta especial e um dial e permitindo que a tela se incline como uma prancheta. (Mais fácil entender assistindo ao vídeo oficial.)

O Surface Studio é o primeiro computador de mesa produzido pela Microsoft – e, a julgar pelas reações iniciais, a empresa pode ter um enorme hit nas mãos. O Surface Studio pode substituir um PC, mas, com um preço inicial de 3.000 dólares, o alvo são profissionais das artes e ocupações criativas – justamente aqueles que um dia depois ficariam decepcionados com o que a Apple apresentou.

As conclusões que pipocaram no fim da semana passada foram as esperadas: a Microsoft está inovando mais que a Apple. Pode ser verdade em relação aos produtos mais recentes, mas o fato é que os papeis das empresas também se inverteu, como nota o jornalista Steven Levy, um dos mais respeitados escribas do Vale do Silício. “Nos tempos de glória em que a Microsoft dominava a Terra, ela tinha o cuidado de não inovar muito além [da capacidade de acompanhamento] de seus consumidores tradicionais. A Apple tinha mais liberdade para se arriscar”, escreve Levy.

Agora a situação é a oposta. A Apple é a dona da mais lucrativa, mais bem-sucedida e mais importante plataforma digital: os smartphones. Cabe à Microsoft, que nem sequer compete nesta área, imaginar rupturas e fazer grandes apostas. Os fãs da Apple podem reclamar à vontade, mas, para resto dos consumidores, a volta da competição direta entre as duas empresas só pode ser uma boa notícia. [Sérgio Teixeira Jr.]

Ludwig Mies van der Rohe – Architecture as language

Mies van der Rohe – Arquitetura como linguagem | Ludwig #Mies van der #Rohe (nascido Maria Ludwig Michael Mies; 27 de março de 1886 – 17 de agosto de 1969) foi um arquiteto germano-americano. Ele é comumente referido e tratado como Mies, seu sobrenome. Junto com Le #Corbusier, Walter #Gropius e Frank Lloyd #Wright, ele é amplamente considerado como um dos #pioneers da #arquitetura #modernista. © Alexandre Favre – Música: Em uma paisagem, John Cage.

Visita guiada: apartamento combina tecnologia e materiais naturais

dsc_8682

A automação é fundamental neste apartamento de 100 metros quadrados na região do Ibirapuera, em São Paulo. Pertencente a um jovem empresário, a praticidade trazida pela tecnologia foi aliada à boa decoração para trazer conforto e elegância.

O projeto é do escritório UMM Arquitetura, que soube combinar elementos naturais como tijolo, seixos e mármores a uma paleta de cores escuras – um truque que alia a personalidade do morador ao aconchego dos materiais orgânicos.

Reprodução | UMM Arquitetura
4-visita-guiada-apartamento-combina-automação-e-materiais-naturais

Claridade e leveza também dominam o projeto, principalmente no centro da residência. O pé-direito duplo favorece a composição do living integrado. Em vidro, o guarda-corpo do segundo andar permite que quem esteja no primeiro possa ver o que acontece no bar e lounge, tornando a casa ideal para festas com os amigos. Rolos com blackout e cortinas de linho estão ligados são automáticos, assim como a iluminação.

Quando o morador recebe convidados – ou está acompanhando um programa de culinária, por exemplo – ele pode escolher assistir à TV da sala ou da cozinha, já que a peça é conectada à um suporte articulado. A mesa oval, desenhada por Fernando Jaeguer, melhora a circulação do espaço em conjunto às cadeiras, em tecido estonado, da Breton.

Reprodução | UMM Arquitetura
2-visita-guiada-apartamento-combina-automação-e-materiais-naturais

O móvel que armazena os equipamentos do home theater, à direita, foi desenhado pelo escritório de arquitetura e executado em carvalho ebanizado.

Reprodução | UMM Arquitetura
6-visita-guiada-apartamento-combina-automação-e-materiais-naturais

De design unificado focado na neutralidade da paleta de cores, a grande mudança entre pavimentos é no piso – travertino no inferior, e de madeira de demolição no superior.

Reprodução | UMM Arquitetura
visita-guiada-apartamento-masculino-combina-automação-e-materiais-naturais

A parede da escada, texturizada em cinza, também possui iluminação privilegiada: uma fita de LED acompanha todo o corrimão, aliada à balizadores no piso.

Reprodução | UMM Arquitetura
10-visita-guiada-apartamento-combina-automação-e-materiais-naturais

Integrar a suíte ao banheiro foi um trunfo para ampliar ambos os ambientes – o vidro apenas separa, fazendo com que a parede de pedras que decora o segundo espaço embeleze também o primeiro. A surpresa do dormitório é a TV: o armário com portas de correr em espelho fumê mostra o aparelho apenas quando ligado.

Reprodução | UMM Arquitetura
9-visita-guiada-apartamento-combina-automação-e-materiais-naturais

A automação se faz presente mais uma vez, por meio do sistema de RGD no centro das duchas, acionado por controle remoto da cama.