Confira um roteiro de arquitetura por alameda de SP

1479502103988.jpg

Terraço da FAS Iluminação, de Alameda Gabriel Monteiro da Silva, na zona oeste de São Paulo Foto: Christian Maldonado/Divulgação

Com lugar garantido na geografia da cidade como ponto de encontro dos aficionados por design e decoração, a alameda Gabriel Monteiro da Silva, no bairro do Jardim Paulistano, em São Paulo, começa a ser reverenciada também por outros atributos. Apenas no último trimestre, três novas lojas com projetos dignos de nota acabam de ser inauguradas por lá, atraindo para a região uma nova categoria de frequentadores: a dos entusiastas da arquitetura contemporânea.

O público vai do leigo ao estudante, passando pelos profissionais, a quem interessa não só o que algumas lojas guardam por dentro. Mas também o que mostram por fora. “De dentro se pode ver o jardim e, de fora, as salas ambientadas”, comenta o arquiteto Isay Weinfeld, que assina o projeto da nova loja Dpot.

“As condicionantes de projeto foram apenas relativas à legislação. Isay teve total liberdade de concepção, a partir de nosso desejo inicial: gostaríamos de uma loja com clima de casa, onde as pessoas pudessem sentir e perceber os móveis como se estivessem em casa”, afirma Baba Vacaro, diretora criativa da marca, que reúne atualmente uma das maiores coleções de mobiliário de autor do país.

Com mais de 1000 m², trata-se do primeiro projeto do gênero assinado pelo arquiteto paulistano, o que acentua ainda mais a curiosidade em torno da obra. “A proposta resultou em uma casa transparente e fluida, com um exuberante jardim que a abraça e que se abre para a cidade. Totalmente adequada à função de abrigar nossa coleção de móveis”, resume Baba.

A poucos passo dali, outra loja tem atraído a atenção mais pelo o que provavelmente esconde, do que pelo o que mostra: uma fachada seca, monocromática, com uma única abertura no centro. “O projeto começa na rua, já que o acesso é sinalizado por luminárias de piso que começam na calçada, atravessam um túnel e chegam até o salão”, conta a empresária Arystela Paz, da FAS Iluminação.

Loja que abriga a coleção completa do lighting designer alemão Ingo Maurer, distribuída em três pavimentos e um terraço, além de um hall com pé direito triplo de 14 m, construído especialmente para abrigar criações do artista. Um projeto de retrofit, executado pelo escritório Rizoma, de Belo Horizonte e que levou 4 anos para ser concluído, devido à agenda apertada do designer e atrasos decorrentes de tramitações de aprovações.

“Do ponto de vista arquitetônico, a ideia foi conjugar a atmosfera do ateliê de Ingo, em Munique, com algumas características marcantes da edificação. Tudo, sempre, com total aval dele e de sua equipe”, conta Arystela, que há mais de uma década representa com exclusividade o designer alemão no Brasil.

Passo decisivo para qualquer marca, abrir uma loja conceito em plena Gabriel Monteiro da Silva costuma exigir um projeto à altura. Com a mineira Líder, recém-chegada à alameda, não foi diferente. Diante do desafio de se perfilar lado a lado com grandes marcas do cenário nacional e internacional, a arquitetura surgiu como grande trunfo.

Com a assinatura do escritório FGMF, dos arquitetos Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes, loja de 800 m² é dividida em três ambientes: o primeiro, fazendo a transição entre o espaço público e os interiores, com destaque para os jardins suspensos da fachada. Depois, em um espaço intermediário, um mezanino parece flutuar, servindo como ponte entre os dois prédios do showroom. Finalmente, nos fundos, uma área descoberta hospeda as coleções outdoors da marca.

“Queríamos fazer do prédio uma vitrine da Líder contemporânea. E, ao mesmo tempo, queríamos dispor de um espaço que valorizasse o nosso produto, que o mostrasse da melhor forma possível e ao mesmo tempo agregasse identidade à marca. E acreditamos que a arquitetura do FGMF atingiu todos esses objetivos”, considera Tiago Nogueira, diretor de marketing da marca, que se manifesta recompensado com o investimento feito até aqui.

Segundo ele, a nova casa tem repercutido sim nas vendas e na relação com seus clientes. “Ganhamos uma arquitetura fresca que atrai e faz com que as pessoas sintam-se convidadas a entrar e a observar melhor nossos móveis.” [Marcelo Lima – O Estado De S.Paulo]

Nicole Scherzinger chama atenção por lábios carnudos e decote

nicole2.jpgNicole Scherzinger, ex-integrante da girl band Pussycat Dolls, foi clicada saindo de hotel em Londres, sexta-feira (19), e chamou atenção pelo look decotado.
A cantora, atualmente com 38 anos, que também é jurada do reality musical The X Factor britânico, ainda exibiu lábio supercarnudos.

Richard Quinn é o vencedor do H&M Design Award 2017

aaunnamed (6).jpgRichard Quinn é o vencedor do H&M Design Award 2017 (Foto: Divulgação)

De olho em novos talentos da moda internacional, a H&M organizou mais uma edição do prêmio acadêmico H&M Design Award, na noite de quarta-feira (16.11), em Londres.  Este ano, o grande vencedor foi Richard Quinn, formado pela Central Saint Martins, que foi selecionado entre os oito finalistas pelo juri composto por experts da moda, além de Ann-Sofie Johansson.
O estilista ganhou €50,000 e a chance de criar peças que serão vendidas em lojas selecionadas da rede fast fashion no outono 2017.

Richard Quinn é o vencedor do H&M Design Award 2017 (Foto: Divulgação)

RGirls NOW! Angolana Maria Chantal enaltece autoestima da comunidade negra – vem ver!

201016-maria-chantal-1-590x467.jpg

A angolana Maria Chantal tem muitas coisas pra dizer ao mundo – a frase da camiseta é só uma delas.
A angolana Maria Chantal se considera muitas coisas: estilista, designer (de formação), modelo, ilustradora… Cansada de sofrer com o racismo, ela buscou exorcizar isso de alguma forma: criou a marca Maria Chantal, que tem, entre seus produtos feitos à mão, turbantes e camisetas com frases como “Duro é seu racismo” e “Cabelo crespo é lindo”. Com estampas étnicas incríveis e muito respeito à sua cultura, Maria Chantal contou um pouquinho mais pra gente da sua marca! Dá uma olhada:

Seu trabalho é muito importante em questão de representatividade. O que te inspirou pra criar a marca?
A inspiração veio da necessidade de externar todo o repúdio ao racismo diário que sofria. Na época em que comecei a idealizar e criar a marca, estudava design gráfico em Ipanema, na zona sul do Rio. Por causa da minha estética inegavelmente negra, passava por cada situação que comecei a pensar em formas de lidar com isso, por o dedo na ferida e denunciar o racismo da forma que podia. Era uma forma de me ajudar e ajudar meus amigos também.
Que conceitos gostaria de abordar com a marca?
A primeira missão é valorizar a autoestima negra a partir do conhecimento da nossa própria história. Mas tenho a missão de fazer tudo isso de forma ecológica, tenho em mente que meus ancestrais sempre tiveram uma relação com a natureza de muito respeito; me esforço e corro atrás pra reciclar tudo o que seria considerado lixo e ressignificar. Não uso sacolas de plástico, por exemplo, ou utilizo tecidos doados de marcas de outros empreendedores pra fazer as sacolas de tecido, ou uso papel, que é biodegradável. Com as sobras das peças customizadas faço os chaveiros ou outros acessórios. E no momento estou estudando fornecedores de matérias-primas que também sejam sustentáveis.
Conta pra gente uma pessoa que adoraria ver usando uma peça da sua marca!
Adoraria ver Lázaro Ramos e Taís Araújo vestindo uma blusa minha. Seria lindo.
Quais são os planos pro futuro?
Os planos são passar a vender presencialmente em SP e Bahia. E ter um ou uma ajudante, gerenciar tudo sozinha às vezes é bem complicado.
E sobre apropriação cultural? Qual é a sua posição sobre o assunto?
Acho um assunto muito delicado, precisa de uma conversa acompanhada de estudos, muito aprofundada, sobre respeitar a cultura alheia e de como é possível admirar sem usar. Vivemos em uma sociedade que aprendeu a não respeitar cultura. Onde tudo teve que virar produto, até coisas sagradas e que tinham um significado profundo. Tudo virou apenas produto. Digo apenas que busquemos sempre respeitar a cultura alheia e entender que podemos admirar sem usar, e quando persistir o uso, veja se não está ofendendo ninguém ou tirando todo o significado daquilo. Muita coisa nessa sociedade foi apropriada, parece fazer parte do costume do colonizador pra desvalorizar a cultura que ele está colonizando. Dessa forma ele mostra ser “superior”. [Lilian Pacce]
Maria Chantal: lojamariachantal@gmail.com

Mulher mais feliz do mundo, diz Meghan Markle, namorada do príncipe Harry

megham-41613b7a6beed9e810bb765bc6fcf2ed

Um dos solteiros mais cobiçados, o príncipe Harry está namorando a atriz Meghan Markle.
Em entrevista recente ao jornal Toronto Sun, a estrela disse se sentir “a mulher mais sortuda do mundo”, mas não citou o relacionamento.
Aos 35 anos de idade, ela é três anos mais velha que Harry e interpreta a personagem Rachel Zane na série Suits. A morena também esteve no elenco do filme Lembranças (2010) e Quero Matar Meu Chefe (2011).
Meghan já foi casada com o produtor Trevor Engelson. O enlace chegou ao fim antes de completar dois anos, em 2013.
No início do mês, o Palácio de Kensington confirmou o namoro e pediu respeito ao casal. “As últimas semanas passaram dos limites. Sua namorada, Meghan Markle, tem sido vítima de uma onda de abusos e assédios. O Príncipe Harry está preocupado com a segurança da senhorita Markle e profundamente decepcionado por não poder protegê-la. Isso não é um jogo – é a sua vida e a dela”, dizia o comunicado.
Harry e Meghan ainda não fizeram nenhuma aparição pública.

Caiu na rede! Kylie Jenner dá os parabéns de forma sexy e ‘hot’ para o namorado,Tyga

kylie-mao

Kylie Jenner não economizou nos parabéns ao namorado, o rapper Tyga, que completou 27 aninhos neste sábado, 19. “Feliz aniversário, bebê”, escreveu ela ao postar foto bem sensual em rede social.kylie-mao1

Fazendo topless e ganhando mão boba do amado dentro de sua calça, a caçula da família Kardashina afirmou que ele é insubstituível . Em 40 segundos, a foto da beldade de apenas 19 anos, já tinha conquistado mais de 50 mil likes.

Meghan Markle, namorada de príncipe Harry volta ao trabalho após deixar Londres

meghan2

Meghan Markle foi clicada de volta ao set da série Suits, em Toronto, na sexta-feira (18), após voltar de temporada em Londres, onde ficou com o namorado, o príncipe Harry.
A atriz americana de 35 anos ficou em Nottingham Cottage, uma casa privada de Harry no palácio de Kensington, já ocupada com príncipe William e Kate Middleton.
O príncipe Harry, quinto na linha de sucessão do trono inglês, confirmou dia 8 o namoro com a atriz por meio de comunicado oficial divulgado pela monarquia. Ele afirma estar decepcionado por não poder proteger a namorada de todo assédio que ela tem sofrido, da imprensa e nas redes sociais, desde que os rumores do romance começaram.epp_mmrtss161119_08Meghan  nasceu em Los Angeles e já foi casada com o cineasta Trevor Egelson, de 2011 a 2013. Ela e o príncipe se conheceram em maio no Canadá, quando ele estava promovendo os Jogos Invictus 2017, em Toronto, onde ela mora e roda Suits, no papel de Rachel Zane. A atriz já atuou em filmes como Lembranças (2010), Quero matar meu chefe (2011) e Encontros Casuais (2013).

Han Solo | Emilia Clarke se junta ao filme

emilia-clarke-in-wall-street-journal-magazine-march-2014-issue_5

Emilia Clarke (Game of Thrones, Exterminador do Futuro) se juntou ao filme sobre o jovem Han Solo.
Ainda não foram divulgados mais detalhes sobre o papel de Clarke no longa, mas a atriz será a protagonista feminina ao lado de Alden Ehrenreich e Donald Glover, respectivamente Solo e Lando Calrissian.

Han Solo foi originalmente interpretado por Harrison Ford nos sete primeiros filmes da franquia Star Wars, enquanto Lando Calrissian foi vivido por Billy Dee Williams em O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi.
A direção do novo longa é da dupla Phil Lord e Christopher Miller (ambos de Uma Aventura Lego). Corroteirista de Star Wars – O Despertar da Força, Lawrence Kasdan escreve o derivado com seu filho, Jon Kasdan. O longa chega aos cinemas em 25 de maio de 2018 e as filmagens devem começar no início de 2017.

Hairstylist de Beyoncé revela que “Becky” em música sobre traição é a mãe de Kim Kardashian

beyonce GettyImages-543250184.jpgO hairstylist pessoal da cantora Beyoncé revelou que a “Becky” citada por ela em música sobre uma traição de Jay-Z é a empresária Kris Jenner. Ao longo dos últimos meses foram vários os nomes cogitados como a suposta identidade da amante do rapper, como Rita Ora, Rihanna e Taylor Swift. No entanto, o cabeleireiro expôs que a protagonista do affair com o músico seria a mãe de Kim Kardashian. “Era o que todos falavam nos bastidores de suas apresentações”, explicou o hairstylist Anthony Pazos em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

De acordo com o cabeleireiro, Jay-Z e Kris Jenner não teriam chegado a ter um relacionamento, mas estavam extremamente próximos quando a cantora descobriu a amizade. Segundo Pazos, a famosa briga de Solange Knowles, irmã de Beyoncé, com Jay-Z, gravada dentro de um elevador, também teria sido causada pela descoberta de um affair do músico com outra amante.

“Poucas pessoas acreditam nisso, porque ela é muito mais velha do que ele, mas faz sentido que tenha acontecido. Eles têm humor parecido e muito dinheiro”, afirmou o cabeleireiro. Recentemente também foi revelado que Beyoncé nunca se deu bem com as irmãs da família Kardashian e que isso teria contribuído para o afastamento dos amigos Jay-Z e Kanye West.