Naomie Harris – New York Magazine Fevereiro 6th, 2017 by Erik Madigan Heck

New York Mag Feb 2017 - 08.jpg
A Nominee in the Moonlight
New York Magazine
Fevereiro 6th, 2017
www.nymag.com
 Photography: Erik Madigan Heck
 Model: Naomie Harris
 Styling: Rebecca Ramsey
 Hair: Peter Lux
 Make-Up: Fiona Stiles

‘Sou um cara normal que gosta do que faz’, diz Keanu Reeves

GERMANY-ENTERTAINMENT-FILM-JOHN-WICK-CHAPTER2Keanu Reeves na pré-estreia do filme ‘De Volta ao Jogo 2’ em Berlim, na Alemanha.


LOS ANGELES – Keanu Reeves é o ator com o maior faturamento da história por um único filme – ganhou US$ 126 milhões por Matrix Reloaded -, mas em Hollywood é conhecido por sua simpatia e humildade, como confirma em entrevista com a Agência EFE: “Sou um cara normal que gosta do que faz”.

Reeves não aparenta os 52 anos que tem. De fato, parece que finalmente fez aquele pacto que Al Pacino lhe ofereceu no filme Advogado do Diabo, de Taylor Hackford.

Atencioso e educado – oferece um copo de água antes de começar a conversa e pergunta se o ar condicionado está forte demais -, se mostra jovial, atento e envolvido na conversa; sempre muito prudente em suas respostas, e temeroso de romper essa aura zen que transmite.

“Acredito que é preciso lutar para não dar muita importância a si mesmo. Tenho os pés no chão. Sou um cara normal que gosta do que faz. Minha carreira me deu oportunidades magníficas, mas meu dia a dia é bastante normal. Posso sair na rua como qualquer um”, manifestou o homem cujos filmes arrecadaram mais de US$ 3 bilhões no mundo todo.

Sua carreira sempre estará ligada a Neo e à saga Matrix, que tem coisas em comum com sua nova aposta: De Volta ao Jogo 2, dirigido por Chad Stahelski e coprotagonizado por Laurence Fishburne.

“Chad viveu todo o processo daquelas filmagens com as irmãs Wachowski; aprendeu todas as reviravoltas e absorveu muitas ideias sobre movimentos de câmera e o que deve ter um roteiro para que a história funcione”, contou Reeves, que retomou os treinamentos de kung-fu para voltar a interpretar o assassino John Wick.

“Ser parte de ‘Matrix’ durante tanto tempo influiu em nossas vidas e em quem somos. E isso é apreciado nestes filmes”, acrescentou.

Em De Volta ao Jogo 2, o lendário John Wick retorna de sua aposentadoria devido à ameaça de um de seus antigos parceiros, que planeja tomar o controle de um grupo de assassinos e que coloca a cabeça do protagonista à preço, que é procurado por um exército de criminosos.

“Com a primeira parte criamos algo realmente atrativo e as pessoas me pediam constantemente uma continuação”, admitiu o ator, orgulhoso da violência estilizada do filme, repleto de tomadas longas muito coreografadas, quase sem cortes e com cenas de luta impactantes.

Reeves, que cita John Wick como um dos personagens dos quais mais se orgulha em sua carreira, não se incomoda com as semelhanças que muitos veem com Liam Neeson e sua surpreendente destreza como figura de ação madura em filmes como “Busca Implacável”.

“Ser considerado um ‘cara durão’ de Hollywood é uma honra”, reconheceu o ator.

Ao contrário que seu personagem, Reeves aproveita as pequenas coisas da vida: “Minha ideia da felicidade é uma boa comida, um bom vinho e andar de moto pela Sunset Boulevard”.

Nascido em Beirute e criado no Canadá, aos 20 anos pegou seu primeiro carro – um Volvo 122 de 1969 – e dirigiu de Toronto até Los Angeles em busca de uma oportunidade como ator. Era a época na qual sonhava ser uma estrela Hollywood e ganhar um Oscar.

“Naquela época, aquilo significava algo para mim. Hoje não é uma obsessão”, declarou, consciente de que suas atuações não despertaram clamor entre a crítica.

Suas vitórias são outras. E o público está com ele. “Isso é fundamental. Minha intenção sempre foi me conectar com o espectador”, finalizou. [EFE]

Organizadoras da “Marcha das Mulheres” planejam uma greve geral

womansmarch-2 (1).jpg
Marcha contra Trump em Londres (Foto: Reprodução/Instagram/MarieClaireUK)


Depois de levares milhares às ruas dos Estados Unidos e serem ecoadas ao redor do globo – França, Inglaterra, Nova Zelândia -, no dia 21 de janeiro, as organizadoras da “Marcha das Mulheres” planejam algo maior: um dia sem mulheres. O anúncio foi feito no Twitter e promete uma greve geral.

Os detalhes sobre a data e de que maneira isso será feito, ainda não foram divulgados. Mas  nas redes, várias mulheres já começam a declarar seu apoio. “Estou aqui só pra isso”, escreveu uma seguidora do perfil. “É disso que estou falando. Mexa no bolso deles”, acrescentou outra fazendo referência à ausência das mulheres por um dia nas corporações.

A “Women’s March”, que aconteceu um dia após a posse de Donald Trump, foi motivada pelas diversas declarações sexistas feitas publicamente por ele. E o próximo passo tem como objetivo impactar ainda mais o dia a dia do país, algo parecido com o que já foi realizado na França e na Islândia.

Em novembro, na capital francesa, mulheres deixaram o trabalho mais cedo, às 16h34, como protesto contra a disparidade salarial. Segundo as ativistas, o horário em particular marca o momento em que as mulheres deixam de receber salário pelo trabalho que executam no ano de 2016. O mesmo aconteceu no país nórdico, no final de outubro. Pelo mesmo motivo, as funcionárias deixaram seus postos 2h38 mais cedo. [Marie Claire]

“As mulheres lutam pela igualdade em todos os setores”, diz Scarlett Johansson

scarlett-home.jpg
Scarlett Johansson (Foto: Marie Claire América)


Prestes a estrear nos Estados Unidos o filme Ghost in the Shell (Vigilantes do Amanhã) – com estreia prevista no Brasil dia 30 de março – Scarlett Johansson é a cover girl da Marie Claire América, de março. Entre os assuntos discutidos ela falou sobre a posição da mulher na sociedade. “Embora eu seja uma das atrizes com mais trabalhos em Hollywood, não quer dizer que eu seja a mais bem paga. Eu tive que lutar por tudo o que tenho. Faz parte dessa política da indústria. É óbvio que as mulheres lutam pela igualdade em todos os setores. Sexismo é real.”

Scarlett também falou sobre sua filha, Rose Dorothy Dauriac, de 2 anos. “Não acho que minha filha ainda tenha idade para ver meus filmes. Mas ficarei muito feliz quando ela tiver idade suficiente para assistir.”

Ela, que foi uma das atrizes a fazer discurso na Marcha das Mulheres contra Donald Trump, em Washington, falou sobre o assunto. “Acredito que seja muito importante ouvir pessoas de diferentes posições, opiniões. Por que não? Por que não ter minha própria voz e usar esse plataforma?”, concluiu.

Arquiteto Jesse Bennett projeta casa na Austrália para a própria família

cairns_lhr3120-1024x682O arquiteto Jesse Bennett projetou e construiu a Planchonella House com a alegria de quem desenha uma casa para a própria família. A satisfação do dever cumprido é, de fato, visível em cada canto da morada – que, inclusive, recebeu nada menos do que seis importantes prêmios do setor.

Localizada em North Queensland, Austrália, a casa – circundada por uma bela floresta tropical – utiliza tecnologias de baixo impacto ambiental e elementos construtivos de inspiração brutalista, como o concreto, o aço e o vidro, como forma de interferir o mínimo possível no ecossistema local. O resultado é uma construção ampla, arejada e perfeitamente integrada à natureza ao redor.

O uso restrito de materiais corresponde ao desejo do arquiteto por uma vida mais simples. Aconchego e praticidade foram premissas importantes durante o projeto. Por conta disso, boa parte do mobiliário foi, quando possível, projetado sob medida, utilizando a madeira como revestimento prioritário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A construção de formato em “L” foi organizada ao redor de um living central. As duas alas adjacentes a ele formam, respectivamente, uma ala íntima e outra social; esta última abrange os espaços funcionais da casa. A circulação fácil garante a conexão entre todos os ambientes, enquanto proporciona pequenos espaços multiuso ao longo da grande área de estar. A todo momento é possível vislumbrar as diversas atividades que acontecem pela casa.Fotos:

Para o arquiteto Jesse Bennett a maior dificuldade foi construir em um terreno acidentado, já que o orçamento da obra era modesto e limitado. Barreiras ultrapassadas, o design de interiores utiliza cores e padrões inspirados na exuberante floresta tropical ao redor. Um bom exemplo disso é o belo painel que ajuda a dividir o banheiro da suíte principal. Mas o espaço favorito da família é o pequeno recanto com sofá de estrutura em madeira e estofamento amarelo, onde todos se reúnem para o café da manhã. [arkpad]

Vigilante do Amanhã: Ghost in The Shell | Scarlett Johansson estampa nova capa de revista

86Hy62CuMIyyXAqiLl7V2T_NQkpfgyx_F9c1JZDIkMc.jpgFoi divulgada a capa da nova edição da TotalFilm (via Comic Book), que mostra Scarlett Johansson como a Major de Vigilante do Amanhã: Ghost in The Shell.

A trama de Ghost In The Shell deve seguir a linha do mangá (que depois foi adaptado para um anime), chamado Fantasma do Futuro no Brasil, em que a major Motoko Kusanagi (Scarlett Johansson), uma policial cibernética, luta para levar justiça às ruas de sua megacidade japonesa, em um futuro distópico. Ex-executivo da Marvel, Avi Arad é um dos produtores. O elenco contam também com Michael Pitt (Kuze), Juliette Binoche (Dra. Ouelet), Pilou Asbæk (Batou), Takeshi KitanoKaori MomoiChin Han e outros.

Ghost in the Shell estreia em 30 de março de 2017. [Camila Sousa]

35 modelos escrevem carta aberta à indústria da moda criticando “práticas insalubres”

iskra.jpg
Iskra Lawrence (Foto: Reprodução Instagram)


Pela primeira vez, um grupo de tops decidiu se rebelar contra as regras estabelecidas pela indústria da moda. A poucos dias do início da Semana de Moda de Nova York, 35 modelos, entre elas Iskra Lawrence, Ashley Chew e Carré Otis, escreveram uma honesta e necessária carta aberta.

O texto foi uma resposta a um estudo sobre a prevalência dos transtornos alimentares entre as modelos e joga luz sobre a necessidade de olhar mais pela saúde das meninas, assim como por uma maior diversidade racial, de idade e silhuetas. Seus esforços tem como objetivo a criação de uma petição online que incite as consumidoras a usarem o seu poder de compra como reflexo desses valores.

Na carta publicada no National Eating Disorders Association (NEDA), elas começam dizendo: “Como modelos, nos preocupamos com a saúde e o bem-estar das outras. A medida que nos aproximamos do NYFW, convidamos vocês a priorizarem a saúde e a celebrarem na passarela desta temporada.”

E acrescentam: “Preocupações sobre a promoção da extrema magreza por parte da indústria da moda não são novas, mas um estudo recente publicado no International Journal of Eating Disorders confirmou que a prática insalubre de controle de peso é o grande problema da indústria. Com frequência, modelos são pressionadas a colocarem sua saúde e segurança em risco como pré-requisito para conseguir o emprego. Distúrbios alimentares têm a mais alta de mortalidade que qualquer outro problema mental e sobreviventes às vezes sofrem com danos irreversíveis à sua saúde. É por isso que nos juntamos ao Model Alliance e à National Eating Disorders Association para endereçar esta questão.”

Em seguida, se comprometeram a ficarem atentas à mudança: “Juntas, estamos desafiando vocês a selarem um compromisso sério para promover a saúde e diversidade nas passarelas. Por meio das nossas redes sociais, que atingem milhões de pessoas, vamos reconhecer os líderes da indústria que avançam para este desafio. Especificamente, ficaremos atentas à diversidade racial, de tamanho, idade e gênero e esperamos vê-las dentro e através de todas as categorias. Agora, mais do que nunca, temos a oportunidade de enviar de que é a diversidade o que nos torna fortes. Esperamos que todos vocês – dos estilistas aos editores, passando pelos agentes e diretores de casting – façam valer coletivamente o poder criativo da indústria para serem inovadores, inclusivos e fazerem a coisa certa.”

Iskra Lawrence, uma das tops que encabeçam a campanha, tem sido há tempos defensora da beleza real. “Quando vi minha primeira campanha [para a Aerie] sem retoque, não vou mentir que fiquei chocada. Mas isso rapidamente se transformou em alegria, porque eles me fizeram sentir bem o suficiente com as minhas ‘imperfeições’. E isso foi empoderador”, declarou.

Ao lado dela, assinaram o documento Yomi Abiola, Olesia Anisimovich, Afiya Bennett, Yaris Cedano, Ashley Chew, Ashley Chew, Lisa Davies, Nikki Dubose, Emme, Kenza Fourati, Miranda Frum, Marianne Garces, Alessandra Garcia-Lorido, Lily Goodman, Meredith Hattam, Madeline Hill, Sabina Karlsson, Amy Lemons, Jessica Lewis, Carré Otis, Shivani Persad, Renee Peters, Missy Rayder, Madisyn Ritland, Geena Rocero, Jennie Runk, Madison Schill, Ingrid Sophie Schram, Alyona Shishmareva, Alise Shoemaker, Straight/Curve, Jennie Thwaites , Bree Warren, Monica Watkins e Elettra Wiedemann. [Marie Claire]

Bette Davis chuta a cabeça de Joan Crawford em prévia de “Feud: Bette and Joan”!

feud bette and joan new series ryan murphy jessica lange susan sarandon feud season 1 the invitatio teaser the hollywood drive teaser.jpgSusan Sarandon e Jessica Lange na pele das atrizes Bette Davis e Joan Crawford, cuja rivalidade será o foco da série “Feud”


“Feud: Bette and Joan”, nova série antológica do Ryan Murphy (“American Horror Story”, “American Crime Story”), ganhou uma nova prévia nesta segunda-feira, dia 6!

O trechinho mostra a atriz Bette Davis (Susan Sarandon) chutando a cabeça de Joan Crawford (Jessica Lange) durante as gravações do filme “O Que Aconteceu com Baby Jane?” — vem ver:

Como já se sabe, a primeira temporada vai contar a história dos bastidores do longa de 1962, que representou o ápice da rivalidade entre as atrizes Bette Davis e Joan Crawford. Uma outra prévia pode ser vista aqui, e faz referência a uma cena clássica de “O Que Aconteceu com Baby Jane?”.

No elenco também estão Sarah Paulson como a falecida atriz Geraldine Page; Catherine Zeta-Jones interpretando Olivia de Havilland, única estrela de “…E o Vento Levou” que ainda está viva, aos 100 anos; Alfred Molina, no papel de Robert Aldrich, diretor do filme “O Que Terá Acontecido a Baby Jane?”; Kathy Bates como Joan Blondell, atriz e melhor amiga de Bette Davis; Judy Davis encarnando a colunista Hedda Hopper; Stanley Tucci como Jack Warner, coproprietário da Warner Brothers; e Dominic Burgess, vivendo o ator Victor Buono.

A intenção de Ryan Murphy é abordar uma rixa famosa em cada temporada.

“Feud: Bette and Joan” estreia em 5 de março lá nos Estados Unidos. Estamos bem ansiosos pela série! [Giulia Covre]

O truque de styling que vai deixar o seu look moderno com um único passo

ombro-destaqueA jaqueta no ombro é um truque simplese incrível (Foto: Imaxtree)


Criar um look inteiro que caia no âmbito do ‘estiloso’ pode não ser fácil, porém, adotar um truque de styling que dê um up na produção não é tão difícil assim. Às vezes, um único detalhe faz toda a diferença, e é isso tem que marcado uma nova tendência na moda de rua: usar a jaqueta com um os ombros à mostra. [Marie Claire]

As fashonistas abusaram do truque nas ruas (Foto: Imaxtree)As fashonistas abusaram do truque nas ruas (Foto: Imaxtree)


Um destaque do visual das principais fashionistas do mundo, esse truque conta com usar um lado da jaqueta para baixo, ou seja, não cobrindo um ombro. Um destalhe despojado e facílimo de reproduzir no dia a dia, basta ter uma jaqueta ou blazer em casa.

Você pode adotar o truque com a jaqueta aberta ou fechada (Foto: Imaxtree)Você pode adotar o truque com a jaqueta aberta ou fechada (Foto: Imaxtree)


O truque foi usado com saias, vestidos e calças dos mais variados estilos mostrando que é uma tendência bastante democrática e, mais do que isso, uma sensação entre as mulheres.

A dica combina com looks com vestidos ou calças (Foto: Imaxtree)A dica combina com looks com vestidos ou calças (Foto: Imaxtree)


Você pode adotar o visual de duas maneiras: ou usando a jaqueta ou casaco fechados e com um dos lados puxados para baixo (de forma que ela não caia completamente das costas), ou então apenas com um dos lados soltos no corpo. Fica do gosto de cada uma e também do que é mais prático para você no dia a dia.

Também pode ser adaptado com casacos de diferentes estilos e tecidos (Foto: Imaxtree)Também pode ser adaptado com casacos de diferentes estilos e tecidos (Foto: Imaxtree)