Miranda Kerr conta que não fez sexo com noivo, Evan Spiegel: ‘Muito tradicional’

b083fe9562de18faba3c1a.jpg
Em entrevista à edição australiana da revista Vogue, a modelo Miranda Kerr, de 33 anos, disse que ela e o noivo, Evan Spiegel, 26, um dos donos do Snapchat, ainda não foram aos finalmentes quando se trata da intimidade a dois.

Questionada sobre o que ela usa para se proteger de uma segunda gravidez, a top tentou disfarçar, mas acabou entregando. “Não me previno”, disse. Ela já é mãe de Flynn, 6, de seu casamento com o ex, Orlando Bloom, com quem ficou casada de 2010 a 2013.

A jornalista Danielle Gay, então, insiste no assunto, perguntando se os dois planejam ter um filho logo. “Ainda não. Não até nos casarmos. Meu parceiro é muito tradicional”, completou Miranda. “Não podemos…quer dizer, estamos esperando”, explicou, assumindo que sexo ainda não faz parte da relação do casal.

Juntos desde junho de 2015, Miranda e Spiegel ficaram noivos em julho de 2016, mas ainda não revelaram quando sobem ao altar.

Calvin Klein lança primeira campanha sob a direção criativa de Raf Simons

Primeira campanha da CK.jpg
Primeira campanha da CK sob o comando de Raf Simons (Foto: Divulgação)


Há poucos dias do primeiro desfile da Calvin Klein sob o comando de Raf Simons, a grife lançou a primeira campanha com o novo diretor criativo, batizada de American Classic. Os cliques feitos por Willy Vanderperre homenageia grandes clássicos da cultura pop americana.

Além de celebrar peças icônicas da marca, como o underwear que contribuiu para a febre da logomania e o jeans a lá anos 80, as imagens fazem referência aos trabalho de Andy Warhol, Richard Prince, Dan Flavin e Sterling Ruby. A novidade veio acompanhada ainda da mudança de logo da marca, que “resgata o espírito original” da marca e foi criado em parceria com o designer gráfico Peter Saville.

Calvin Klein (Foto: Divulgação)Calvin Klein (Foto: Divulgação)

Simons assumiu a grife em agosto, após uma temporada de quatro anos à frente da Dior. Além de cuidar dos segmentos feminino e masculino da marca, ele abraça ainda as linhas de underwear e decoração. Tantas mudanças tornam ainda maior a expectativa sobre a apresentação que acontece na próxima sexta (10), em Nova York.

Calvin Klein (Foto: Divulgação)Calvin Klein (Foto: Divulgação)
Calvin Klein (Foto: Divulgação)Calvin Klein (Foto: Divulgação)
Calvin Klein (Foto: Divulgação)Calvin Klein (Foto: Divulgação)

A moda de rua tem o look de trabalho perfeito para você

trabalho-destaque
Buscamos no street style dicas de looks para você usar no trabalho (Foto: Imaxtree)


Encontrar um look para o trabalho que combine perfeitamente com o ambiente e o seu estilo pessoal parece impossível – tanto que é comum cairmos em um uniforme que se repete, dia após dia. Ter um look em mente para recorrer quando você está sem ideias, um uniforme, não é um problema, mas usar as mesmas coisas todos os dias pode, sim, enjoar.

Então, recorremos ao street style para buscar inspirações que você pode levar para o seu dia a dia de trabalho, mantendo o visual sempre de acordo com o seu escritório e ainda assim colocando um pouco mais de personalidade em cada look.

A saia mídi tem um comprimento elegante e atual (Foto: Imaxtree)A saia mídi tem um comprimento elegante e atual (Foto: Imaxtree)


Quando se fala em saias e vestidos, o comprimento mídi é uma ótima aposta. Ele é um meio termo, é elegante e está super em alta no momento. Uma ideia é buscar saias que sejam estampadas ou mais coloridas para combinar com a temporada, e usá-las com camisas (com as mangas dobradas, claro) ou então blusas de seda mais soltinhas no corpo. A silhueta lápis é uma ótima opção para quem trabalha em ambientes mais formais, como um escritório de advocacia.

Os terninhos ganham versões atualizadas e muito modernas (Foto: Imaxtree)Os terninhos ganham versões atualizadas e muito modernas (Foto: Imaxtree)


Uma outra tendência do momento que pode facilmente ser adaptada para o ambiente profissional são os terninhos. Além dos modelos tradicionais, você pode dar um up no look usando blazers super alongados com as calças de alfaiataria ou então investindo em calça cropped.

Você pode buscar peças modernas com cores sóbrias para um look profissional (Foto: Imaxtree)Você pode buscar peças modernas com cores sóbrias para um look profissional (Foto: Imaxtree)


O ideal, em ambos os casos é sempre trabalhar os acessórios para deixar o look mais de acordo com o trabalho, usando sapatos de salto fechados ou então sandálias neutras. Investir em cores que sejam mais sóbrias com peças mais modernas é um jeito também de deixar o look mais elegante e profissional.

A terceira peça cria looks elegantes mesmo com jeans (Foto: Imaxtree)A terceira peça cria looks elegantes mesmo com jeans (Foto: Imaxtree)


Quem passa a maior parte do seu tempo em um ambiente mais casual pode usar e abusar do jeans. Os modelos cropped ou então com a barra dobrada são uma forma de sair do comum com o look, e podem ser combinadas com uma camisa social ou então uma blusa mais arrumada. Nos pés, os saltos quadrados e mais grossos são uma opção que cabem bem no dia a dia.

Vale sempre lembrar também que a terceira peça (como um blazer) automaticamente deixa uma produção com uma cara mais arrumadinha e bastante elegante- ou seja, vale sempre apostar nela para o dia a dia de trabalho. Porém, a gente sabe também que é difícil conciliar esses looks como calor do verão, por isso, lembre-se sempre de optar por peças de fibras naturais, que são mais frescas e arejadas. [Marie Claire]

Acionistas do Facebook membros da SumOfUs, pedem afastamento de Mark Zuckerberg

mark zucker CEO.jpegUm grupo de investidores do Facebook abriu campanha para tirar o cofundador e CEO da companhia, Mark Zuckerberg, da cadeira de presidente do conselho diretor.

A ideia, que já foi apresentada formalmente (.pdf), partiu dos investidores que são membros da SumOfUs, uma organização que advoga pela responsabilização de grandes companhias em temas como mudanças climáticas, direitos humanos e dos trabalhadores, discriminação, corrupção e controle de poder corporativo.

Zuckerberg acumula os títulos de CEO e presidente do conselho desde 2012. “Acreditamos que a combinação desses dois papeis em uma única pessoa possa enfraquecer a governança de uma corporação, o que pode prejudicar o valor das ações”, justifica a proposta. A SumOfUs argumenta que ter alguém diferente naquela posição traria um balanceamento de poder entre o CEO e o corpo de diretores — algo ainda mais necessário após a aprovação de uma proposta, em 2016, que reduzia o poder de certas classes de acionistas.

O momento também pede essa divisão, segundo a SumOfUs, porque o Facebook “enfrenta crescente desconfiança em relação a seu papel na promoção de notícias enganosas, censura, discurso de ódio e supostas inconsistências na aplicação dos padrões de comunidade e políticas de conteúdo do Facebook”.

Em entrevista ao VentureBeat, Lisa Lindsey, conselheira de mercado da SumOfUs, afirmou que 333 mil pessoas assinaram uma petição solicitando que o Facebook melhore sua organização corporativa. Dessas, apenas 1.500 eram acionistas, mas a quantidade de ações sob mando da SumOfUs permite que ela apresente propostas de reestruturação.

O problema é que não será fácil convencer os demais acionistas de que a separação é uma boa ideia. Ter um CEO com função dupla não é exclusividade do Facebook, isso também acontece em empresas como Tesla, Netflix, IBM, Amazon e Salesforce. No caso da rede social, a situação tem se provado financeiramente prolífera, tendo em vista que o lucro do Facebook cresceu 177% no ano passado. [Olhar Digital]

Madonna consegue autorização para adotar mais 2 crianças do Malawi

madonna 2F78C64300000578-0-image-m-28_1450669572407.jpgA suprema Corte do Malawi aprovou, nesta terça-feira (7), a adoção de duas crianças do país pela estrela pop americana Madonna, informaram agências internacionais de notícias. A cantora já é mãe de dois filhos adotados no Malawi, e de outros dois biológicos.

O porta-voz do Judiciário malauiano Mlenga Mvula disse à Reuters que a artista estava no tribunal em Lilongwe, capital do país, quando recebeu a decisão. De acordo com a France Press, as crianças são duas meninas gêmeas de quatro anos, Esther e Stella.

Segundo Mvula, elas vivem no mesmo orfanato que David Banda, o menino que a cantora adotou em 2006, na cidade de Mchinji, centro-oeste do país africano. Em 2009, ela adotou uma menina, Mercy James.

Madonna abriu o novo processo de adoção no último dia 25. Na ocasião, foi ao tribunal em meio a fortes medidas de segurança, que impediram a imprensa de se aproximar. A cantora é vista pela imprensa internacional como uma das maiores doadoras para projetos infantis nesse território. O Malawi é considerado pela ONU um dos 20 países menos desenvolvidos do planeta.

A artista já esteve no local mais de uma vez para visitar os projetos da organização humanitária que ela mesma fundou, Raising Malawi. Além de David e Mercy, Madonna tem dois filhos biológicos: Lourdes Maria, de 20 anos, e Rocco, de 16 anos.

Decoração de apartamento mistura elementos simples e sofisticados

sala-branca-com-sofa-cinza-e-tapete-brancoe-preto-741capa_mg_7119ok_6093.jpg
MORADORA | Ana Strumpf tem nas mãos print assinado por ela da capa da revista Time para a galeria BG27. Atrás, sofá e poltrona da ABC Carpet, com pufe da Moroso sobre o tapete da Ikea. Na parede, neon de Kleber Matheus, quadros de Marcio Banfi, Felipe Morozini, Patrick Townsend, Donald Robertson e gravura de Gabriel Giucci. Dica: a ajuda da paisagista Dani Ruiz na escolha de plantas realçou e deu vida à decoração (Foto Victor Affaro / Editora Globo)

Um criador nato busca redesenhar seu mundo sempre. No caso da designer Ana Strumpf, esses traços são reais na vida, no trabalho e em casa – esta, uma esfera que conta sua história. Em 2010 surgiu um irrecusável convite a se reinventar, e ela partiu para Nova York a fim de acompanhar o marido, o cineasta Dennison Ramalho. A dupla levou apenas algumas malas. Na volta, após os quatro anos previstos, eles trouxeram os gêmeos Noah e Max, que nasceram lá e fizeram três anos no começo do mês, muitas inspirações, um projeto novo e um contêiner cheio de móveis garimpados.

A busca por um lugar parecido com o estilo de vida que tinham os levou a fincar os pés em Higienópolis, São Paulo, onde encontraram este apartamento antigo, de 180 m². “Aqui faço tudo a pé, e me apaixonei pelo pé-direito alto, pelos janelões e os tacos originais. Não precisei fazer reforma”, conta. Por ali, os móveis se ajeitaram em um caminho natural para Ana, o do hi-lo. Depois de decorar três apartamentos de amigos e este, ela assumiu mais essa frente de trabalho. Tudo fica melhor com a parceria da mãe, a arquiteta Regina Strumpf, do RSRG Arquitetos. “Não penduro um quadro sem perguntar a ela”, diz.

Na casa, ela se expõe colorida. “Gosto de misturar estilos. Aqui tem achados de flea markets, coisas que fiz, peças de design, obras de artistas novos. As paredes estão sempre crescendo. Jamais serei minimalista.” Dos três quartos amplos, um é o escritório onde ela multiplica sua marca: há o décor, as ilustrações e o desenvolvimento de produtos. O desenho impulsionou tudo. “Desde criança eu preferia desenhar a brincar de boneca”, ri. Foi assim que, sem pretensão alguma, começou a fazer intervenções em capas de revistas em Nova York, um projeto autoral que ganhou o mundo, chamado Re.Cover. “Nunca imaginei que viveria das ilustrações, mas é real. Incrível isso”, ela conta sobre os contornos que já criou para diversas marcas – hoje, a maioria de fora do Brasil.

Da linhagem de mulheres fortes, como a avó Thereza, que borda almofadas para outro projeto dela, o Pillow Talk, Ana carrega o talento de recriar coisas e sua morada muito viva. A efusividade só dá trégua quando ela encontra seu lugar preferido: “O quarto, debaixo dos coqueiros, sob o edredom, vendo Netflix com a família”. Que fique bem claro… coqueiros que levam o traço dela. Criador e “criatura” realizados.

Memória. Na farmácia da Ikea, Ana guarda peças “quebráveis” pelas crianças. Ao lado, busto comprado na Evolution de Nova York, luminária de piso criada por ela para a Bertolucci. Na parede, bordado da prima Monica Figueiredo (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)MEMÓRIA | Na farmácia da Ikea, Ana guarda peças “quebráveis” pelas crianças. Ao lado, busto comprado na Evolution de Nova York, luminária de piso criada por ela para a Bertolucci. Na parede, bordado da prima Monica Figueiredo (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Família. Sobre o sofá da Ikea, revestido de veludo verde, estão Noah (à esq.), Ana Strumpf e Max (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)FAMÍLIA | Sobre o sofá da Ikea, revestido de veludo verde, estão Noah (à esq.), Ana Strumpf e Max (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Canto do estar Ao lado da poltrona da extinta Formatex, revestida com toile de jouy, estante da Design Within Reach, tapete comprado no Brooklyn, luminária Jielde e, na parede, arte de Mariana Tassinari (no alto, à esq.); fotografias de Camila Guerreiro  (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)CANTO DE ESTAR | Ao lado da poltrona da extinta Formatex, revestida com toile de jouy, estante da Design Within Reach, tapete comprado no Brooklyn, luminária Jielde e, na parede, arte de Mariana Tassinari (no alto, à esq.); fotografias de Camila Guerreiro (no alto, à dir.) e Marcio Simch (embaixo, à dir.); e print de Mickaelene Thomas (embaixo, à esq.) (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


A sala mostra a parede com raquete de Felipe Morozini, skate de Vavá Ribeiro, seta e gabinete garimpados em flea markets de NY.  No estar, pufe revestido com bordados antigos needlepoint, tapete latino-americano. Abajur e, sobre o sofá, almofadas (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)SALA | Neste ângulo, a sala mostra a parede – “que só cresce”, segundo Ana – com raquete de Felipe Morozini, skate de Vavá Ribeiro, seta e gabinete garimpados em flea markets de NY. No estar, o pufe que Ana herdou foi revestido com bordados antigos needlepoint, comprados em NY, de onde vem também o tapete latino-americano. Abajur de Ana Neute e, sobre o sofá, almofadas de Jonathan Adler e The Rug Company. Dica: a sala enorme foi dividida em dois ambientes. Sugestão da arquiteta Regina Strumpf, mãe de Ana, para dar mais aconchego (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Sala de jantar. Mesa da Restoration Hardware com cadeiras garimpadas em feiras flea market do Brooklyn e, sobre a composição, luminária de George Nelson comprada na Design Within Reach, em NY. Atrás, papel de parede com passarinhos de porcelana (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)SALA DE JANTAR | Mesa da Restoration Hardware com cadeiras garimpadas em feiras flea market do Brooklyn e, sobre a composição, luminária de George Nelson comprada na Design Within Reach, em NY. Atrás, papel de parede da Anthropologie, com passarinhos de porcelana da Bordallo Pinheiro, dados por uma amiga (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Detalhe. A coleção de pratos de porcelana tem itens que contam a história de vida da moradora. “Tem o que fiz com a Seletti, para uma vitrine em Milão, outro que criei com a Tok & Stok e os herdados da minha avó, que são os mais especiais.” (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)DETALHE | A coleção de pratos de porcelana tem itens que contam a história de vida da moradora. “Tem o que fiz com a Seletti, para uma vitrine em Milão, outro que criei com a Tok & Stok e os herdados da minha avó, que são os mais especiais.” Dica: o apartamento estava em bom estado, mas precisava de um up. As paredes ganharam papel de parede e coleções de objetos interessantes, que desviam o foco de qualquer imperfeição, sem gastar muito (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Escritório. A parede tem o organizador Uten.Silo, da Vitra, luminária da Ikea, mesa da Oppa, cadeira da Atec e tapete da ABC Carpet, de Nova York (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)ESCRITÓRIO | A parede tem o organizador Uten.Silo, da Vitra, luminária da Ikea, mesa da Oppa, cadeira da Atec e tapete da ABC Carpet, de Nova York (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Quarto dos gêmeos. A parede ganhou pintura azul royal até a metade. Cortina feita com tecido da Marimekko, camas e organizadores da Ikea. A cabana foi presente de uma amiga (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)QUARTO DOS GÊMEOS | A parede ganhou pintura azul royal até a metade. Cortina feita com tecido da Marimekko, camas e organizadores da Ikea. A cabana foi presente de uma amiga (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Canto do quarto. A poltrona de família ganhou novo revestimento. Na prateleira, Mickeys da ONG Orientavida e quadros de Gisela Gueiros, amiga e madrinha do Max. Luminária e mesa amarela da Ikea (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)CANTO DO QUARTO | A poltrona de família ganhou novo revestimento. Na prateleira, Mickeys da ONG Orientavida e quadros de Gisela Gueiros, amiga e madrinha do Max. Luminária e mesa amarela da Ikea. Dica:
Ana adora marcenaria, mas como o apartamento é alugado, não queria investir para deixar para trás. Peças soltas e pequenas dão um charme aos cantos do imóvel sem desperdiçar dinheiro. “O bom é que adoro mudar as coisas de lugar, então essa opção me dá liberdade.” (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Quarto do casal. A cama tem mix de colcha da ABC Carpet com West Elm, ambas londrinas, criado-mudo da Ikea e cômoda que Ana herdou dos pais. Abajur de Jonathan Adler e, atrás, papel de parede desenhado por Ana Strumpf para a Branco Papel de Parede (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)QUARTO DO CASAL | A cama tem mix de colcha da ABC Carpet com West Elm, ambas londrinas, criado-mudo da Ikea e cômoda que Ana herdou dos pais. Abajur de Jonathan Adler e, atrás, papel de parede desenhado por Ana Strumpf para a Branco Papel de Parede. Dica: os ganchos fazem parte de uma estética urbana e deixam tudo mais prático, à mão. “Adoro ganchos. Não teria closet, e sim mais ganchos”, diz a moradora (Foto Victor Affaro / Editora Globo)


Texto: Carol Scolforo I Realização: Nuria Uliana

FYI Inverno 2017

fyi1.jpgFYI Inverno 2017
Model: Luana Teifke
Photographer: Daniel Mattar
Stylist: Bebel Moraes
Beauty: Vini Kilesse

Este slideshow necessita de JavaScript.