Girls | Temporada final da série de Lena Dunham flerta com amadurecimento das protagonistas

girls-hbo-lena-dunham-red-carpet-0.jpgDa esquerda para direita : Allison Williams, Zosia Mamet, Lena Dunham e Jemima Kirke na première de “Girls.” REX Shutterstock.


Iniciada em 2012, Girls sempre teve a premissa de se conectar com uma geração de jovens desajustados, que terminaram a universidade, mas não conseguiram todo o sucesso prometido da vida adulta – incluindo carreira e relacionamentos. Porém, o primeiro episódio da 6ª temporada – a última da série – flerta com algum amadurecimento de Hannah (Lena Dunham), Marnie (Allison Williams), Jessa (Jemima Kirke) e Shoshanna (Zosia Mamet), apesar de não dar nenhuma certeza disso.

[Cuidado com possíveis spoilers abaixo]

Embora as quatro protagonistas ainda apresentem alguns comportamentos imaturos – já considerados normais pelos fãs da atração – a série já começa caminhando para um desfecho, principalmente por mostrá-las enfrentando situações novas.

Lena Dunham faz uma das melhores representações de Hannah no episódio, que mostra a personagem publicando seu primeiro artigo em um jornal e conseguindo, finalmente, dar alguns passos em sua carreira. Ainda confusa e cheia de manias, Hannah pelo menos tenta ter experiências novas ao conhecer um instrutor de surfe chamado Paul-Louis (Riz Ahmed), e Dunham revela no olhar da personagem que alguma coisa pode ter começado a mudar dentro dela – mesmo que seja um pouco.

Apesar de terem participações menores no episódio, os coadjuvantes aparecem – como sempre – muito bem e muito confortáveis na pele de seus personagens. Marnie está lidando com sua recente separação de Desi (Ebon Moss-Bachrach) e a grande aproximação de Ray (Alex Karpovsky) com Shoshanna, sua ex-namorada. Considerada no início como uma das personagens mais maduras – em um contraponto interessante com Hannah – Marnie tomou muitas decisões questionáveis nas últimas temporadas e agora ela parece ter começado a sentir o peso disso. Novamente, não são grandes mudanças, apenas algumas nuances em gestos e olhares.

Enquanto isso, Jessa e Adam (Adam Driver) continuam o romance iniciado na última temporada e parecem mais leves do que nunca. Embora fossem personagens bem distantes no começo da atração, eles combinaram de uma forma que nem Lena Dunham poderia imaginar. A relação de paixão inconsequente entre eles deve ser uma das coisas mais interessantes da nova temporada, a julgar pelas poucas cenas entre os dois no primeiro episódio. Pode parecer besteira falar de nudez sobre uma série da HBO, mas é ainda muito claro como as mulheres têm mais cenas dessa forma do que os homens. Na sequência entre Jessa e Adam – que mostra os dois no mesmo nível de descomprometimento – ela está nua e ele de cueca. E não há motivo nenhum para isso. Ao contrário, o personagem até poderia melhorar se também estivesse nu, mostrando sua conexão com a companheira.

O mais interessante de Girls, que fez a atração continuar relevante ao longo dos anos apesar de seus altos e baixos, é que é difícil prever o caminho que ela vai seguir. Embora o primeiro episódio tenha dado todos esses sinais já citados, é muito possível que o segundo já mostre as personagens exatamente como eram antes, sem mudanças e amadurecimentos. E isso, talvez, seja a coisa mais real que a série poderia mostrar. [Camila Sousa]

Vendas de roupas da Ivanka Trump caem 32%, diz ‘The Wall Street Journal’

ivanka 022a1b2671e15defa73d73bd9e549935.jpgNOVA YORK – As vendas de roupas da marca de Ivanka Trump, filha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, caíram 32% na rede de lojas Nordstrom, com uma queda ainda mais acentuada nos últimos meses, de acordo com dados publicados neste sábado, 11, pelo The Wall Street Journal.

A Nordstrom havia anunciado nessa semana que deixaria de vender a marca de Ivanka Trump, o que levou o presidente a criticar a empresa por “tratar injustamente” sua filha.

Apesar de a Nordstrom ter defendido que a decisão foi tomada com base nas vendas ruins da marca, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, disse na quarta-feira 8 que se tratava de um “ataque direto” da empresa contra a filha do presidente.

Segundo os dados internos da Nordstrom revelados neste sábado pelo WSJ, as vendas da marca de Ivanka caíram 32% no último ano fiscal em relação ao mesmo período do ano passado. Em outubro, em meio a pedidos de alguns críticos de Trump para que os consumidores boicotassem os negócios da família do presidente, as vendas de roupas e sapatos de Ivanka desabaram mais de 70% na rede de lojas da Nordstorm. Desde então, a queda foi mais moderada e, em janeiro, fechou em 26%.

Os ataques de Trump à empresa e a defesa dos negócios de Ivanka feita por funcionários da Casa Branca causaram grande polêmica nos EUA. Kellyanne Conway, uma das principais assessoras do republicano, pediu na televisão que os americanos comprassem produtos da marca de Ivanka.

Depois de muitas críticas, a Casa Branca anunciou que Conway recebeu “conselhos legais” sobre o assunto, aparentemente para que a situação não volte a correr.

Após a vitória eleitoral do pai, Ivanka Trump decidiu deixar temporariamente suas atividades empresariais, mas continua sendo dona das companhias. /EFE

Os prós e contras de usar uma escova de limpeza facial

04-sede-da-etsy-em-nova-york-tem-ambientes-alegres-e-descontraidos-2
Usar escovas de rosto com muita frequência pode causar irritações (Foto: Reprodução/Instagram)


Há algum tempo, as escovas de limpeza faciais, a lá Clarasonic, tiveram um boom tão grande que parecia não haver modelos o suficiente no mercado para suprir a demanda. Hoje em dia, essas escovas se tornaram parte da rotina de muitas mulheres, mas até hoje existem dúvidas se vale mesmo a pena usá-las para cuidar do rosto.

Pensando nisso, a Marie Claire norte-americana separou os prós e contras de usar esse tipo de produto no rosto, porque, apesar de ser incrível para tirar as células mortas e esfoliar, usá-lo demais também tem malefícios.

Pró: trauma faz bem para a pele (às vezes)
Quando você ocasiona um trauma na pele (tipo usar uma escova de limpeza, com buchas que são mais duras e um pouco mais agressivas), a pele entra em modo reparo e isso estimula a regeneração celular. Se ocorrer ocasionalmente, isso pode ser benéfico e deixar a sua pele mais bonita e saudável.

Contra: causa ressecamento
Esfoliar a pele com muita frequência pode causar irritações e afetar a camada protetora. Com isso, a pele fica mais desidratada e propensa a irritações.

Pró: faz uma limpeza profunda
Limpar bem o rosto é importante para desobstruir os poros e evitar o aparecimento de cravos e espinhas – além de evitar o cúmulo de poluição e poeira, que é tão comum nas grandes cidades. Manter uma rotina em que a pele é limpa profundamente é bom porque evita problemas futuros e controla a oleosidade.

Contra: pode estimular inflamações
A pele do rosto é muito sensível e usar uma escova que seja mais agressiva repetidas vezes pode causar inflamações, mesmo aquelas que não são visíveis e são subcutâneas.

Contra: pode estimular a melanina a agir
E isso não necessariamente é algo positivo. Quando você estimula muito as células, pode acontecer um descoloramento com o passar do tempo. “Você precisa de cuidado ao usar qualquer tipo de esfoliante físico, escovas de limpeza e toalhas. Para peles que são muito reativas, você precisa ao máximo evitar a hiper-pigmentação [quando a pele fica muito vermelha] pós-inflamação”, explicou a esteticista das celebridades Renée Rouleau.

A conclusão é: limpar a pele é bom, mas existe um limite. Assim como com o couro cabelo, há uma quantidade saudável de oleosidade que ajuda a controlar a hidratação e mantém a cútis protegida, e limpar demais e com muita força pode causar um desequilíbrio nessa barreira. O uso dessas escovas, então, deve ser limitado de duas a três vezes na semana, no máximo, para evitar maiores problemas.

Depois de roubar a cena na SPFW com tatuagem entre os seios, modelo Fernanda Liz posa sexy e poderosa para a Saint Laurent

saint-laurent-inverno-2017-2Na última São Paulo Fashion Week, Fernanda Oliveira chamou a atenção com sua atitude arretada, cabelos volumosos e encaracolados e uma tatuagem entre os seios. Agora, a modelo, de 19 anos, aparece na campanha da Saint Laurent, uma das grifes mais importantes do mundo, cheia de atitude e sexy.
Os cliques são da dupla Inez & Vinoodh.

“Meu pai quem insistiu. Viu que eu era alta e magra e me levou numa agência. Por mim, eu seria engenheira mecânica”, disse a modelo, sempre abusada em fotos no Instagram, ao ELA Digital | Reprodução/ Instagram

img_1878-1Fernanda Oliveira vira sensação da SPFW com tatuagem entre os seios | Gilberto Júnior  animale_ss17_fernandaoliveira_phgilinoue_01Fernanda posa com a coleção de verão da Animale | Gil Inoue

Adriana Lima capricha no carão para selfie e ganha chuva de elogios

adri insta.jpgVira e mexe, Adriana Lima presenteia seus seguidores no Instagram com fotos suas bens sensuais. Na madrugada deste sábado, 11, a modelo brasileira caprichou no carão ao posar para selfie. A top aparece aparentemente nua no registro. Na legenda da imagem, ela escreveu: “Selfie da meia-noite apenas porque eu gostei muito do meu cabelo”.

Não demorou para que Adriana conquistasse milhares de curtidas com o post e para que ganhasse uma chuva de elogios. “Angel maravilhosa! Minha angel favorita de todos os tempos!”, escreveu uma fã. “Você é a definição da perfeição”, disse outro. A modelo ainda foi chamada de “deusa”, “bela”, “rainha” e “sexy”.