Firefox Send envia arquivos de até 1 GB

A Mozilla anunciou um novo experimento web chamado “Firefox Send” que permite enviar arquivos de até 1 GB sem qualquer custo.

“O Firefox Send deixa você enviar e criptografar arquivos grandes (até 1GB) para compartilhar on-line. Quando você envia um arquivo, Send cria um link para você compartilhar com quem quiser”, diz a fundação.

“Cada link criado pelo Send irá expirar depois de baixado uma vez ou em até 24 horas, e todos os arquivos enviados serão automaticamente excluídos dos servidores do Send”.

O serviço é uma ótima alternativa aos serviços de envio de arquivos existentes e não exibe qualquer publicidade ou exige “sexto sentido” para clicar no botão de download correto.

Firefox SendFirefox Send funciona em qualquer navegador de última geração. [Google Discovery]

Malignant Man | Diretora Rebecca Thomas de Stranger Things vai comandar adaptação de HQ

Sem títuloDe acordo com o THR, Rebecca Thomas vai dirigir a adaptação aos cinemas de Malignant Man, graphic novel criada pelo diretor James Wan (Velozes e Furiosos 7Invocação do MalSobrenatural).

A HQ foca em Alan Gates, um homem diagnosticado com câncer terminal que descobre que seu tumor é, na verdade, um parasita. Ao receber uma nova vida e novos poderes, Alan precisa enfrentar um exército infiltrado na sociedade ao mesmo tempo em que desvenda os segredos do seu passado esquecido.

Wan produz, ao lado de Ross Richie e Stephen Christy, da Boom! Studios. Zak Olkewicz (produtor de Quando as Luzes se Apagam) escreveu o roteiro. Não há data prevista para o começo das filmagens. [Camila Sousa]

Netflix anuncia novo talk show apresentado por David Letterman

david letter.pngDavid Letterman voltará à ativa! Mas, em vez de retornar à TV tradicional na qual sempre trabalhou, o apresentador experimenta agora o serviço de streaming e terá seu próprio seriado pela Netflix.

O anúncio foi feito pela empresa na tarde dessa terça (08/08). O programa, que ainda não tem nome definido, terá seis episódios seguindo o formato talk show com sketches humorísticos, que Letterman sempre comandou.

O projeto será produzido pela RadicalMedia (“What Happened, Miss Simone?”), e cada episódio terá uma hora. O programa estreia em 2018, mas sem data definida ainda.

Em comunicado à imprensa, o apresentador disse estar muito animado e ainda fez uma piada com sua aposentadoria.

Depois de 33 anos à frente dos programas Late Night (NBC) e The Late Show (CBS), Letterman anunciou a aposentadoria em 2015, e desde então está longe das câmeras. []

Maria Borges & Lily Aldridge | Carolina Herrera F/W 2017

tumblr_ouc6jwoae41vstnjqo2_5407e29e810ef1c7873e1abd6de86c10baf_thumb.jpgModel(s): Maria Borges, Lily Aldridge I Photographer: Mario Testino

tumblr_ouc6jwoae41vstnjqo1_1280b3004874a9f2becccc40cabc7386a290_thumb

Google demite engenheiro autor de manifesto contra diversidade

google HQO Google demitiu nesta segunda-feira, 7, um engenheiro que foi centro de um escândalo no Vale do Silício durante a semana passada. De forma anônima, o engenheiro James Damore escreveu um manifesto afirmando que existem causas biológicas por trás das desigualdades de gênero na indústria da tecnologia.

O presidente-executivo do Google, Sundar Pichai, justificou a demissão aos funcionários. Em nota enviada na segunda-feira, ele disse que partes do texto escrito por Damore “violam nosso código de conduta ao promoverem estereótipos de gênero nocivos em nosso ambiente de trabalho”, de acordo com uma cópia da mensagem vista pela Reuters.

James Damore, o engenheiro que escreveu o memorando, confirmou sua demissão, dizendo em um email enviado na segunda-feira à agência de notícias Reuters que foi demitido por “perpetuar estereótipos de gênero”.

Damore disse que estava explorando todas as possíveis soluções jurídicas e que antes de ser demitido ele havia submetido uma reclamação para o Conselho Nacional de Relações de Trabalho (NLRB, na sigla em inglês) acusando seu superior no Google de tentar forçá-lo a se silenciar. “É ilegal retaliar contra uma acusação no NLRB”, escreveu no email.

Segundo Damore, os programas do Google para aumentar a presença de minorias – como acampamentos que ensinam código a meninas ou parcerias com universidades onde a presença de negros é massiva – geraram “políticas discriminatórias”.

O Google disse que não comenta casos individuais de empregados.

O Departamento de Trabalho dos Estados Unidos está investigando se o Google ilegalmente pagou menos a mulheres que a homens. A companhia nega as acusações.

Damore afirmou, no texto de 3 mil palavras que circulou dentro da empresa na semana passada, que a “tendência esquerdista do Google criou uma monocultura do politicamente correto” que impede a discussão honesta da diversidade.

O engenheiro, que tem um doutorado em sistemas biológicos pela Universidade de Harvard, segundo sua página no Linkedin, atacou a ideia de que diversidade de gênero deveria ser um objetivo.

Repercussão. O texto rapidamente ganhou apoio em instâncias conservadoras da mídia. No Breitbart News, que já foi dirigido por Steve Bannon, hoje estrategista chefe do presidente norte-americano, Donald Trump, comentaristas discutiam sobre um boicote ao Google e troca dos serviços da empresa por produtos da Microsoft, como o buscador Bing.

Enquanto isso, o polêmico ativista Julian Assange, o homem por trás do Wikileaks, ofereceu uma vaga de emprego a Damore. “Censura é para perdedores”, disse o empresário, recluso há cinco anos na Embaixada do Equador em Londres, em sua conta no Twitter.

Em outro tuíte, Assange fez uma piada machista envolvendo a disparidade de salários e a diferença de gênero no Google.

A vice-presidente de diversidade do Google, Danielle Brown, enviou uma mensagem em resposta à polêmica durante o fim de semana, afirmando que o texto do engenheiro “trouxe presunções incorretas sobre a questão do gênero”. [Reuters]

Disney planeja seu próprio serviço de streaming e deve retirar títulos da Netflix nos EUA

imageA Disney anunciou hoje que planeja lançar seu próprio serviço de streaming e retirar seus títulos do catálogo da Netflix nos EUA. Segundo o anúncio oficial, a estratégia acontece após a empresa adquirir a parte majoritária da BAMTech, que terá também uma plataforma de transmissão de esportes pela ESPN.

A empresa planeja lançar o serviço em 2019, para já disponibilizar em sua plataforma filmes como Toy Story 4, Frozen 2, o live-action de O Rei Leão, entre outros. Além disso, a Disney pretende investir em produções exclusivas no formato de TV.

As mudanças valem para o mercado americano. Segundo a Netflix, os assinantes nos Estados Unidos terão acesso aos filmes da Disney no serviço até o final de 2019, incluindo todos os novos títulos que estrearão nos cinemas até o final de 2018. “Continuamos a fazer negócios com a Walt Disney Company globalmente em muitas frentes, incluindo o nosso relacionamento com a Marvel TV, em andamento“, diz o comunicado oficial da empresa. [Camila Sousa]

Hellboy | Milla Jovovich pode interpretar a vilã do reboot

milla jovovichDe acordo com o DeadlineMilla Jovovich está em negociações finais para ser a vilã do novo filme de Hellboy. A atriz deve fazer o papel de Nimue, a Rainha de Sangue.

Nos quadrinhos de Hellboy, a Rainha de Sangue é Nimue, a maior de todas as bruxas britânicas, que viveu na era arthuriana e era amante de Merlin. Ela usou essa afeição para aprender os truques do mago e depois aprisioná-lo. Sem Merlin, porém, Nimue enlouqueceu, e sua loucura era tamanha que todas as outras bruxas julgaram melhor matá-la, esquartejá-la e espalhar os pedaços de Nimue pela Terra. David Harbour fará o papel principal e Ian McShane será o Professor Broom.

Último filme do personagem, Hellboy II: O Exército Dourado foi lançado nos cinemas em 2008. Mignola nunca disse publicamente que os filmes de Del Toro – que tinham censura 13 anos e eram puxados mais para a aventura do que para o horror – eram uma tradução fiel de sua criação. Neil Marshall (Westworld, Constantine, Game of Thrones) é o diretor e não há data de lançamento prevista. [Camila Sousa]

Just Kids vai para Rússia com Houssein Jarouche

80817-just-kids-01-424x600Just Kids agora em parceria com Hussein Jarouche!


Ela não participa do SPFW nesse ano (que pena!) mas funciona mais ou menos como um preview, algumas semanas antes do evento começar: a Just Kids de Juliana Jabour e Karen Fuke agora se une a Houssein Jarouche, da Micasa, pra fazer uma coleção a seis mãos com inspiração no Suprematismo Russo. Mais uma vez é só moletom (6 estampas e 10 modelos de cada estampa), com toda aquele clima divertido da JK que conquistou os fashionistas no ano passado! Tem lançamento oficial na Plataforma 91 do Houssein nesse sábado e, por enquanto, só um preview em forma de croqui com o rosto da modelo Fabi Mayer tipo musa (ela é a namorada dele). Mas já deixou a gente com água na boca! Vamos? [Lilian Pacce]

80817-just-kids-02-536x600A coleção é inspirada no Suprematismo Russo e, por enquanto, só saíram croquis – com o rosto de Fabi Mayer!


Just Kids e Houssein Jarouche
12/08, das 16h às 21h
Plataforma 91: R. Major Diogo, 91, Bela Vista, SP

Google Calendar agora pode gerenciar eventos com mais de 200 convidados

google-calendar_iphone-icon-100612384-largeO Google anunciou uma importante melhoria no Google Calendar ao permitir o gerenciamento de eventos grandes por meio do serviço.

“A partir de hoje, os organizadores de eventos que trabalham em grandes eventos (200 ou mais convidados) podem fazer uma gestão eficiente de eventos de qualquer tamanho no Google Agenda”, publicou a empresa.

Entre as novidades está a possibilidade de exportar planilhas diretamente do Google Calendar e também podem ver o número total de participantes.

Também é possível convidar participantes dos Grupos do Google para os eventos da agenda:

“Você pode usar o Grupos do Google para convidar rapidamente muitas pessoas para um evento de uma só vez. Envie até 200 convites para um evento. É possível convidar até 100.000 pessoas em um grupo”, diz a Central de Ajuda.

Os membros do grupo irão visualizar o evento em suas próprias agendas. Caso um participante deixe o grupo, o evento é removido da agenda. [Google Discovery]