O Segredo | Katie Holmes vai estrelar adaptação do best-seller de autoajuda

katie-holmes-katie-omalley.jpgKatie Holmes vai estrelar a adaptação aos cinemas do best-seller de autoajuda O Segredo. Segundo o Hollywood Reporter, a atriz viverá uma viúva que conhece um zelador que acredita no poder do universo.

Andy Tennant (Hitch: Conselheiro AmorosoPara Sempre Cinderela) vai comandar a produção e assina o roteiro ao lado de Rick Parks (Para Sempre Cinderela) e Bekah Brunstetter (This Is Us).

Escrito por Rhonda Byrne e publicado em 2006, O Segredo vendeu mais de 30 milhões de cópias e foi traduzido para mais de 50 idiomas. Segundo o livro, pensamentos e visualizações dos desejos levam a sua realização.

O longa ainda tem data para chegar aos cinemas.  [Natália Bridi]

“Minecraft: The Island”: Do videogame à ficção

00MINECRAFT1-articleLargeMax Brooks, filho de Mel Brooks e autor de best-sellers de zumbis, escreveu “Minecraft: The Island”. (Christina Gandolfo para The New York Times)


Por Alexandra Alter

O protagonista do novo romance de fantasia de Max Brooks não tem nome, nem gênero ou apêndices humanos. Em vez de mãos, o narrador tem cubos cor de pele, apenas outra característica estranha do perturbador e esquisito mundo onde a história se desenrola, onde tudo (o sol, as nuvens, vacas, cogumelos, melancias) é composto de quadrados.

Para os desinformados, a ambientação pode parecer bizarra e alienígena, mas Brooks não escreve para novatos nem leitores leigos. Seu púbico é uma tribo bastante específica: jogadores dedicados do videogame Minecraft.

“Minecraft: The Island”, lançado em julho pela editora Del Rey, especializada em livros de ficção científica e fantasia, representa um experimento incomum no prolongamento de marcas para múltiplas plataformas. É o primeiro romance oficialmente encomendado pela Mojang, a desenvolvedora sueca responsável pelo Minecraft, que busca agora novas maneiras de capitalizar em cima da imensa popularidade do jogo.

Diferentemente da maioria dos jogos eletrônicos, Minecraft não tem objetivos claros nem uma progressão entre níveis. Em vez disso, o jogo parece um elaborado brinquedo Lego em versão digital que permite aos participantes construírem o que quiserem, projetando castelos, arranha-céus, fortalezas subterrâneas e armadilhas.

A natureza aberta do jogo é uma parte importante de seu apelo. Desde o lançamento, em 2011, mais de 122 milhões de cópias do Minecraft foram vendidas, e o jogo tem hoje 55 milhões de usuários ativos. A base de jogadores do título se expandiu tão rapidamente que atraiu nomes maiores, e a Microsoft comprou a empresa por US$ 2,5 bilhões em 2014.

A tarefa de encomendar um romance aprovado pela marca Minecraft trouxe desafios únicos do ponto de vista criativo e comercial. Como criar uma história com começo, meio e fim envolvendo um jogo de objetivos abertos? E por que os jogadores se interessariam por um livro de quase 300 páginas a respeito do Minecraft quando poderiam passar seu tempo com o título em si?

Brooks, um autor animado, entusiasmado e paranoico que pensa o tempo todo em estratégias de sobrevivência, zumbis, cenários apocalípticos e pragas, é o responsável pela história, voltada para crianças de oito a 12 anos, e criada nos moldes de uma narrativa de Robinson Crusoé, com um personagem inicialmente inepto que se vê preso numa ilha estranha e precisa construir um abrigo, encontrar alimento e combater zumbis e aranhas gigantes.

Sem título.png99Uma cena da versão de ‘‘Minecraft: The Island’’, do autor Max Brooks, recriada no mundo do jogo.


Depois de receber o convite da Mojang, já tinha uma carreira de autor de sucesso. Filho dos atores Mel Brooks e Anne Bancroft, ele começou a escrever livros de zumbis depois de um breve período escrevendo para o “Saturday Night Live”.

Dois de seus livros anteriores, “World War Z” e “The Zombie Survival Guide”, venderam juntos mais de 3,5 milhões de exemplares, e “Guerra Mundial Z”, uma falsa história oral posterior a um apocalipse zumbi, foi adaptado num longa-metragem estrelado por Brad Pitt.

Brooks, 45, também é fã do jogo Minecraft, e se propôs a escrever uma história que imitasse a experiência de jogar uma partida. Ele desenvolveu uma trama que se enquadra tão bem no universo Minecraft a ponto de o livro criar uma narrativa que pode ser acompanhada no mundo virtual por um jogador.

“Testei todas as possibilidades”, disse Brooks. “Meu maior medo era que alguém tentasse reproduzir a história no jogo e descobrisse algo que não funciona”.

Nesse processo, é possível que ele tenha também criado uma estranha e nova categoria de entretenimento, uma mistura de literatura, RPG e fan fiction: um romance que se passa num jogo e pode ser recriado dentro de seu mundo.

Quando a Mojang procurou Brooks, ele ficou tão entusiasmado que escreveu um rascunho antes mesmo de seu contrato ficar pronto. As únicas instruções da empresa diziam respeito à aparência física do personagem. A Mojang queria a certeza que leitores de ambos os sexos pudessem se identificar com o protagonista.

Não foi difícil: como o herói está sozinho numa ilha, Brooks conseguiu evitar os pronomes pessoais denotando gênero.

No mais, a Mojang deu a ele liberdade para escrever a história como achasse melhor.

“No fim, escrevi pensando em mim”, contou. “Antes de tudo, sou um fã do jogo”.

The Walking Dead | Sasha foi criada especialmente para Sonequa Martin-Green, revela diretora de casting

Sonequa+Martin+Green+PaleyFest+Los+Angeles+GJi2_VIikqglSonequa Martin-Green, intérprete de Sasha, quase viveu outra personagem em The Walking Dead, de acordo com a diretora de casting do seriado em entrevista ao Comic Book.

Sharon Bialy revelou que a atriz originalmente viveria a badass Michonne, mas acabou perdendo o papel para Danai Gurira. Mesmo assim, a produção gostou tanto de Martin-Green que não poderiam deixa-la partir: “Os produtores se apaixonaram tanto que criaram um personagem só para ela. Glen Mazzara [showrunner] na época disse ‘Vou escrever algo para ela’, e realmente honrou sua palavra.

A atriz deixou o programa após Sasha, sua personagem, ter cometido suicídio na sétima temporada. Agora, Martin-Green estrelará Star Trek: Discovery onde viverá Michael Burnham. A estreia da nova série de TV acontece em 24 de setembro, com a Netflix transmitido no Brasil.

Já The Walking Dead retorna com episódios inéditos – e sem Sasha – a partir de 22 de outubro. No Brasil, o canal pago Fox se encarrega da exibição. [Arthur Eloi]

Isolda Primavera – Verão 2017/18

80817-isolda-primavera-verao-201718-03A Isolda corre pra piscina nessa primavera-verão 2017/18! Várias referências envolvendo o ambiente inspiram a marca, como obras de David Hockney e filmes tipo “La Piscine” de Jacques Deray com Alain Delon, Romy Schneider e Jane Birkin e “Beleza Roubada” de Bernardo Bertolucci com Liv Tyler e Jeremy Irons. E, claro, também tem as lembranças das duas sócias, Juliana Affonso e Maya Pope, que passaram a infância juntas à beira de piscina na Bahia.

Dos tons pastel à estreia do tule nas araras da marca, tudo é leve! Nas famosas estampas dá pra ver margaridas, listras em cores doces, o colheireiro, a flor de amora, sapinhos, peixes, ladrilhos… Também se destacam o macramê de tiras finas de tecido com alça de pérolas e os babados que permeiam toda a coleção.

Concorrente do Amazon Echo Dot é 40% mais barato e ainda vem com Alexa

Sem título.png00Desenvolvido pela Anker, Eufy Genie custa US$ 35, e vai ajudar a Amazon na dominação do mercado de assistentes virtuais


A Amazon é conhecida por copiar produtos de outras marcas, fazer uma versão com o próprio nome e vender mais barato dentro do seu ecommerce. De fraldas a pilhas. Quase tudo tem uma variante com a marca da loja de Jeff Bezzos. Agora parece que o feitiço virou contra o feiticeiro. Uma marca criou uma cópia mais barata do Echo Dot, o menor modelo da caixa smart da empresa. Se não bastasse o preço menor, o novo dispositivo ainda vem com a Alexa, assistente pessoal desenvolvida pela própria Amazon.

O gadget se chama Eufy Genie e é desenvolvido pela Anker, uma empresa conhecida pelos power banks e cabos para smartphone. Enquanto o Echo Dot sai por US$ 50, a caixinha inteligente da Anker custa US$ 35, 40% mais barata do que o modelo da gigante do ecommerce.

A promessa é oferecer os mesmos benefícios que o Echo Dot com uma captação de áudio mais eficiente. Graças a Alexa é possível definir por comando de voz desde pequenos alertas, como um despertador, até mesmo criar listas de compras, enviar mensagens ou saber as notícias ou a previsão de tempo do dia.

Como vantagem, o Eufy Genie é compatível de forma nativa com equipamentos de automação residencial desenvolvidos pela Anker. A empresa pretende lançar alguns produtos, de lâmpadas a tomadas, compatíveis com a tecnologia.

A única coisa que o Eufy Genie não faz em relação ao Echo Dot é se conectar a uma caixa de som externa. Uma versão com Bluetooth, custando US$ 40, já está nos planos da Anker.

A venda da primeira versão começam dia 16 de agosto – na Amazon.

A Amazon está ligando?
Não pense que a Amazon está preocupada e entrará em uma longa disputa judicial com a ‘pequena’ Anker. Jeff Bezzos não dá ponto sem nó. Em junho de 2015 a empresa liberou um kit de desenvolvimento permitindo que outras empresas utilizem a Alexa em seus próprios dispositivos.

O objetivo, claro, é aumentar a base de dados dos usuários da Alexa e, com isso, dominar o mercado de assistentes virtuais. E também aumentar as vendas no ecommerce. Onde você acha que a Alexa cria as listas de compras? []

Agent Carter | Produtoras Tara Butters e Michele Fazekas são a favor de uma nova temporada

Peggy_Carter_suit.pngAinda existe esperança para Agent Carter, de acordo com as produtoras executivas da série de TV da Marvel na ABC. A informação é do IGN.

Durante o TCA, apresentação das emissoras para a Associação de Críticos Televisivos dos EUA, Tara Butters e Michele Fazekas garantiram que não pensariam duas vezes em produzir mais uma temporada do programa. “Sim, nós fariamos Agent Carter amanhã mesmo, até enquanto cuidamos de outro seriado. Amamos aquela série.

Recentemente, a atriz Hayley Atwell revelou que sua contratação para o elenco de Conviction foi crucial para o cancelamento do programa: “Foi uma decisão política da rede. Eles preferiam me colocar em uma produção mais mainstream para melhorar a audiência do que fazer um gênero mais específico. Rolaram muitas decisões econômicas por trás e eu não fiz parte da conversa. Então fomos pegos de surpresa, porque tinhámos a impressão de que as pessoas estavam gostando.

Originalmente exibida entre 2015 e 2016 nos Estados Unidos, Agent Carter teve 18 episódios em duas temporadas. No Brasil, o canal pago Sony se encarregou da transmissão.

Gucci x Forever 21: grife italiana e fast-fashion travam batalha judicial

GucciF21.jpgAs peças que a Gucci alega infringirem a marca registrada da grife. (Foto: reprodução/ Business Of Fashion)


A Gucci entrou com um processo contra a Forever 21 alegando que a fast-fashion copiou as suas marcas registradas, que são as listras “azul-vermelho-azul” e “verde-vermelho-verde” e agora trava uma batalha judicial contra a varejista, que é conhecida por se inspirar dos designs de grifes de luxo para elaborar algumas de suas peças.

A ação é o último passo da grife italiana depois de enviar várias notificações para que a Forever 21 parasse de produzir os itens que acredita ser cópias das listras padronizadas com as cores tradicionais grife italiana. “Gucci America traz esse pedido porque a Forever 21 desafiou suas marcas mais valiosas e conhecidas”, diz parte do processo ao qual o Business Of Fashion teve acesso.

Em contrapartida, a fast-fashion diz que a Gucci “não deveria ter permissão de, sozinha, ter o monopólio de todas as peças com as listras com as cobinações de “azul-vermelho-azul” e “verde-vermelho-verde”. O uso de listras ou faixas coloridas nas roupas vendidas pela Forever 21 são ornamentais, decorativas e esteticamente funcionais”, alega a varejista.

Vale lembrar que não é a primeira vez que a fast-fashion é processada por, supostamente, copiar o design de outras grifes. Puma, Adidas, Anna Sui e Diane Von Furstenberg são algumas das marcas que já tiveram problemas judiciais com a marca. [L’Officiel Russia]

Selena Gomez será uma das protagonistas do novo filme de Woody Allen

selena cb6f0241b1de99ddfea1ba1692ce7ea9Selena Gomez – Mert Alas and Marcus Piggott/Vogue


A cantora e atriz Selena Gomez será uma das protagonistas do novo filme do cineasta Woody Allen, do qual também participarão Elle Fanning e Timothée Chalamet, informou na terça-feira, 8, o site da revista Variety.

Por enquanto não se sabe o título nem a premissa deste filme que será o próximo projeto do diretor nova-iorquino após Wonder Wheel, um longa-metragem que estreará em dezembro e que conta no seu elenco com Kate Winslet e Justin Timberlake.

O filme com Gomez, Fanning e Chalamet será o terceiro de Woody Allen em sua parceria com a Amazon, uma relação profissional que iniciou com Café Society (2016) e que também incluiu o lançamento da série televisiva Crisis in Six Scenes.

Selena Gomez, que começou sua carreira artística vinculada à Disney, mudou de rumo completamente no filme Spring Breakers (2012), dirigido por Harmony Korine.

A artista, que acumula 124 milhões de seguidores no Instagram, também produziu recentemente a controversa série 13 Reasons Why, da plataforma digital Netflix.

Além disso, Gomez lançou em maio Bad Liar, sua primeira canção solo após quase dois anos do seu último disco, Revival (2015), e à qual seguiu o single Fetish. [EFE]

Instagram testa vídeos ao vivo com mais de uma pessoa

Sem título.png443Com nova função, amigos poderão fazer lives juntos sem estarem no mesmo lugar.


O aplicativo de compartilhamento de fotos e vídeos Instagram anunciou nesta quarta-feira, 9, que está testando uma nova função que deixa os usuários realizarem transmissões ao vivo com amigos à distância. Por enquanto, os testes estão sendo feitos com um pequeno grupo de usuários, mas o recurso deve ser liberado a todos nos próximos meses.

Ele vai permitir que, durante uma transmissão, uma pessoa convide um amigo para participar do vídeo ao vivo. Quando o convite for aceito, a tela se divirá e a outra pessoa começara a transmitir simultaneamente do smartphone dela. Para quem acompanha os vídeos, nada muda.

Por meio da função, também será possível adicionar e remover seus amigos a qualquer momento, o que cria novas possibilidades para a rede social, como o surgimento de programas de entrevistas ou de comédia.

O Instagram tem, atualmente, mais de 700 milhões de usuários em todo o mundo, sendo mais de 45 milhões de usuários somente no Brasil. Nos últimos tempos, a rede social tem ampliado o número de recursos para atrair novos usuários e manter os atuais mais tempo conectados ao app. Entre os recursos adicionados recentemente, está o recurso Stories, que permite compartilhar fotos e vídeos que desaparecem em 24 horas. A equipe do aplicativo também tem lançado diversos filtros, de olho na tecnologia de realidade aumentada.