Wang Shu e André Corrêa do Lago são selecionados para integrar o júri do Prêmio Pritzker

184931737O reconhecimento mais prestigiado da arquitetura, O Prêmio Pritzker, anunciou a nomeação de dois novos membros para seu renomado júri: o arquiteto Wang Shu e o brasileiro André Aranha Corrêa do Lago, embaixador e crítico de arquitetura.

O grupo de oito jurados será encarregado de selecionar o ganhador de 2018, que se tornará o 40º laureado da história do prêmio.

“À medida que nos aproximamos do 40º aniversário do prêmio Pritzker, a escolha de André Corrêa do Lago e Wang Shu reforça a abrangência internacional refletida tanto na seleção dos premiados e jurados das edições anteriores”, comentou Tom Pritzker, presidente da Hyatt Foundation. “As contribuições de ambos os indivíduos para o campo da arquitetura, a partir de diferentes pontos de vista, os tornam membros ideais do júri.”

Co-fundador do Amateur Architecture Studio e Decano da Escola de Arquitetura da Academia de Arte da China, em Hangzhou, Wang Shu foi selecionado como Prêmio Pritzker 2012, elogiado pelo júri pela “forte continuidade cultural de seu trabalho e revigorada tradição.”

“É uma grande responsabilidade fazer parte do júri”, comentou Wang. “Espero compartilhar com eles o meu conhecimento da China e do contexto asiático.”

André Aranha Corrêa do Lago é o atual embaixador brasileiro no Japão, defendendo o desenvolvimento e a energia sustentável no meio internacional. Corrêa do Lago também trabalhou anteriormente no campo da curadoria e crítica de arquitetura, atuando como curador do Pavilhão Brasileiro na Bienal de Arquitetura de Veneza (2014) e de várias outras exposições em todo o mundo. É autor de diversos livros sobre arquitetura brasileira e a obra de Oscar Niemeyer, dentre os quais Ainda moderno?: Arquitetura Brasileira Contemporânea (2005), Oscar Niemeyer: Uma Arquitetura da Sedução (2009); e Arquitetura Brasileira Vista por Grandes Fotógrafos (2014).

Wang e Corrêa do Lago substituem o arquiteto e educador Yung Ho Chang e o conselheiro de arquitetura, escritor e editor Kristin Feireiss no conselho, juntando-se aos seis membros restantes do júri:

  • Presidente do júri – Glenn Murcutt, arquiteto e laureado de 2002; Sydney, Austrália
  • Stephen Breyer, juiz da Suprema Corte dos EUA; Washington, D.C., EUA;
  • Lord Palumbo, patrono de arquitetura, Presidente emérito dos curadores das Serpentine Galleries, Londres, Reino Unido;
  • Richard Rogers, arquiteto e laureado de 2007, Londres, Reino Unido;
  • Benedetta Tagliabue, arquiteta e diretora do EMBT Miralles Tagliabue, Barcelona, Espanha;
  • Ratan N. Tata, presidente emérito de Tata Sons, holding do Tata Group, Mumbai, Índia.

Trabalhando em conjunto com o júri está Martha Thorne, Diretora Executiva do Prêmio Pritzker, responsável pelo processo aberto de candidaturas.

O próximo vencedor do Prêmio Pritzker será anunciado em março de 2018. [ Traduzido por Romullo Baratto]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s