Angelina Jolie expõe horrores da guerra civil em filme ‘First They Killed My Father’ na Netflix

Atriz e cineasta afina visão por trás das câmeras no drama ‘First They Killed My Father’

angelina-jolie-20170218-0003A atriz americana Angelina Jolie no Camboja – 18/02/2017 (Samrang Pring/Reuters)

Após uma incursão mediana como diretora de romance dramático, com À Beira Mar (2015), Angelina Jolie retorna ao tema que parece ser seu favorito: o cinema de guerra. A atriz e cineasta entrou no catálogo da Netflix nesta sexta-feira, dia 15, com o longa First They Killed My Father. Inspirado em uma história real, o drama acompanha o horror do regime do Khmer Vermelho no Camboja pela ótica da pequena Loung Ung, que viu sua família ser dizimada pela guerra civil que atingiu o país, matando cerca de 25% da população local.

Antes Angelina comandou Na Terra de Amor e Ódio (2011), sobre a guerra da ex-Iugoslávia, e Invencível (2014), sobre um herói americano da Segunda Guerra, que sobreviveu a uma queda de avião e ao campo de prisioneiros no Japão. Apesar de voltar ao tema recorrente de sua filmografia, Angelina agora mostra mais maturidade com o outro lado da câmera, com um olhar apurado e sensível, além do cuidado de se aliar com artistas locais, caso do cineasta Rithy Panh (de A Imagem que Falta), que participou da produção, e da própria Loung Ung, que co-escreveu o roteiro.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s