Skip to content
Anúncios

Mulheres protagonizam top 3 do ano, o que não acontecia há quase 60 anos

15131124575a3043896ec0e_1513112457_3x2_md

Daisy Ridley em cena do filme ‘Star Wars: Os Últimos Jedi’


O ano de 2017 foi de queda na arrecadação das bilheterias americanas, apesar da boa arrancada final com “Star Wars: Os Últimos Jedi”, que fechou o ano em primeiro lugar nos Estados Unidos, com US$ 533,1 milhões, superando na reta final a versão “live action” de “A Bela e a Fera” (US$ 504 milhões).

Coincidência ou não, o ano também foi marcado pela força de personagens femininos nas telas. As três principais bilheterias da temporada ficaram com filmes protagonizados por mulheres: Daisy Ridley, de “Star Wars”, Emma Watson, de “A Bela e a Fera”, e Gal Gadot, com “Mulher-Maravilha”.

O “fenômeno” é mais raro do que parece. O site The Wrap precisou voltar a 1958 para encontrar algo parecido.

Na ocasião, o campeão de bilheteria foi o musical situado na Segunda Guerra “No Sul do Pacífico”, com Mitzi Gaynor; em segundo lugar ficou a comédia “A Mulher do Século”, com Rosalind Russell; fechando o top 3, o drama “Gata em Teto de Zinco Quente” trazia Elizabeth Taylor ao lado de Paul Newman.

No total, 2017 foi o pior em arrecadação das últimas três temporadas, com US$ 11,06 bilhões (cerca de R$ 36,7 bilhões). Em 2016, o valor chegou a US$ 11,37 bilhões (o maior de todos os tempos); no ano anterior, o montante foi de US$ 11,13 bilhões.

“Os Últimos Jedi” também já é a oitava maior arrecadação de todos os tempos em território americano e deve galgar mais alguns degraus. Porém, o filme não deve ter fôlego para chegar perto de seu antecessor, “O Despertar da Força” (2015), o campeão com US$ 936,7 milhões.

675045-970x600-1

Cena do novo “A Bela e a Fera” da Disney, versão com atores de carne e osso inspirada na animação da empresa de 1991. No filme, de 2017, Emma Watson faz o papel de Bela


QUADRINHOS
Para variar, os filmes baseados em heróis dos quadrinhos dominaram o top 10 das bilheterias emplacando seis títulos (veja no quadro abaixo). A Marvel, desta vez, foi superada pela DC Comics nos Estados Unidos, com “Mulher-Maravilha” como o principal destaque no subgênero em seu primeiro longa solo, somando US$ 412 milhões.

Na pele da simpática Gal Gadot, a heroína ainda testou seu poder de fogo com o lançamento de “Liga da Justiça”. Mas haja Mulher-Maravilha para convencer o público de que Ben Affleck merece ser o novo Batman.

Entre as principais arrecadações, a grande surpresa ficou mesmo por conta do terror “It: A Coisa”, inspirado em livro homônimo de Stephen King. Com orçamento de apenas US$ 35 milhões, o filme arrecadou quase dez vezes mais: US$ 327,5 milhões.

690146-970x600-1

Cena do filma “Mulher-Maravilha”, que tem no elenco Gal Gadot, Robin Wright e Chris Pine.


VERÃO DESASTROSO
Não são poucos os vilões das bilheterias em 2017, a começar pelos filmes de verão. Principal estação de plataforma para blockbusters de Hollywood, o verão teve desempenho bem abaixo do esperado com US$ 3,65 bilhões, pior marca em 11 anos.

Entre os fracassos é possível apontar o dedo sem susto para a ficção “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas”, coprodução francesa dirigida por Luc Besson. A ficção de US$ 177,2 milhões coletou minguados US$ 41,2 milhões.

Talvez o leitor cinéfilo nem se lembre, mas o ano também foi de “Rei Arthur – A Lenda da Espada”, de Guy Ritchie, com Jude Law, com orçamento de US$ 175 milhões e faturamento de US$ 39,2 milhões.

Grande campeão de público em outros tempos (ou séculos), Tom Cruise também colaborou para a queda de 2017. O ator protagonizou dois filmes, algo não muito comum para uma estrela de seu calibre, e fracassou nos dois.

Com “A Múmia”, Cruise encabeçava o projeto Dark Universe, da Universal, que ambicionava ressuscitar monstros clássicos do cinema criando sua “franquia do terror”. Porém o filme somou “apenas” US$ 80,1 milhões.

Alguns meses depois, Cruise voltou às telas com “Feito na América”, mais um a explorar o filão do narcotráfrico na América Latina nos anos 1980. Novo fracasso. O filme arrecadou pouco mais de US$ 50 milhões. Valor muito aquém do esperado para quem já estrelou os sucessos “Top Gun”, “Missão: Impossível” ou “Guerra dos Mundos”. [Sandro Macedo – Folha]

TOP 10

Maiores bilheterias de 2017

NOS EUA

1. Star Wars – Os Últimos Jedi *
US$ 533,1 milhões

2. A Bela e a Fera
US$ 504 milhões

3. Mulher-Maravilha
US$ 412,6 milhões

4. Guardiães da Galáxia – Vol. 2
US$ 389,8 milhões

5. Homem-Aranha: De Volta ao Lar
US$ 334,2 milhões

6. It: A Coisa
US$ 327,5 milhões

7. Thor: Ragnarok
US$ 311,4 milhões

8. Meu Malvado Favorito 3
US$ 264,6 milhões

9. Logan
US$ 226,3 milhões

10. Liga da Justiça
US$ 225,9 milhões

NO MUNDO

1. A Bela e a Fera**
US$ 1,26 bilhão

2. Velozes e Furiosos 8
US$ 1,23 bilhão

3. Star Wars: Os Últimos Jedi**
US$ 1,05 bilhão

4. Meu Malvado Favorito 3
US$ 1,03 bilhão

5. Homem-Aranha: De Volta ao Lar
US$ 880,2 milhões

*Ainda em cartaz

Anúncios

2 Comments »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: