De microshort, ‘calcinha’, Paris Jackson é clicada em passeio

Filha de Michael Jackson foi fotografada com peça curtíssima pelas ruas de Los Angeles

Paris Jackson aproveitou um passeio pelas ruas de Los Angeles, na Califórnia, com um look mínimo. Aos 19 anos, a filhota do eterno “rei do pop” Michael Jackson apostou em um visual no melhor estilo hippie, com cores, colares, pulseiras e óculos escuros arredondados.

Ao entrar no carro, na tarde de quarta-feira (7), Paris chamou a atenção por conta da peça de baixo do look: um microshort, no melhor estilo “calcinha”, que deixou pouco para a imaginação. Alvo das lentes dos paparazzi, ela ficou com a polpa do bumbum à mostra diantes das câmeras.

Uma coleção (um pouco) melhor e o novo logo da Lanvin

50218-lanvin-pre-outono-inverno-201819-14-450x600Bom, Olivier Lapidus estreou na Lanvin no segundo semestre do ano passado e muita gente torceu o nariz pra sua primeira coleção como estilista da tradicional maison. A própria empresa em si vem passando por maus momentos: segundo o “WWD”, ela quer ser vendida e já existem conversas com o Mayhoola Group – que já tem Valentino e Balmain na sua lista de marcas – mas parece que eles ainda não concordaram com o preço que Shaw-Lan Wang, atual sócia majoritária da maison, quer. Outro que já se interessou, o Kering, parece ter desistido ao perceber “o alto nível de investimento necessário pra restaurar a saúde financeira da casa”.

Enquanto isso, Lapidus tenta alavancar ao menos um pouco as vendas em queda livre nesse pré outono-inverno 2018/19Logos antigos, como o clássico da mãe e filha, reaparecem atualizados, e não naquela pegada do monograma que ninguém curtiu na coleção passada, mas sim em detalhes (botão, fecho da bolsa, zíper). Melhorou sim, mas ainda parece faltar certa personalidade; os pontos altos estão no vestido de babados pink com um ombro só, o uso de cores fortes no geral, as mangas que alargam perto do punho, bolsa e as botas de píton. [Lilian Pacce]

Chloë Sevigny e drag queen Milk para Vivienne Westwood

Sem título.jpg3
A festa da 1ª loja Vivienne Westwood em NY virou campanha – olha aí a Chloë logo de cara!

Para comemorar a abertura da sua 1ª loja em NYVivienne Westwood organizou uma exposição em parceria com seu marido, o diretor criativo Andreas Kronthaler e o fotógrafo Juergen Teller – seus parceiros de trabalho há anos. Mas isso foi em setembro de 2017 – lembra? Aí a mostra se tornou uma festa, e a festa se tornou a campanha de primavera-verão 2018 da marca!

Além de modelos e artistas, participaram das fotos a drag Milk, que está na temporada atual de “RuPaul’s Drag Race” (a “All Stars 3”), a atriz Chloë Sevigny, Andreas e a própria Vivienne – em uma das imagens, a estilista posa com o livro “Why Trump Deserves Trust, Respect and Admiration“. Provocativa? O resultado você confere abaixo.

Como aproveitar suas roupas de praia no Carnaval?

ELLE te ajuda a montar looks incríveis a partir de maiôs, biquínis, camisas largas e muito mais. Tudo para você ser a estrela do bloquinho!
Por  Pedro Camargo

Sem título.jpg
(Montagem: Gustavo Balducci/ELLE)

No Carnaval, o verão já está em seu estado máximo de glória e por isso, vez ou outra aproveitamos algumas das nossas peças de praia nos looks da folia. Assim, montamos abaixo uma série de visuais para festejar nas ruas sem deixar o estilo de lado! Confira.

  • Maiô vermelho
lady_in_red.png
(Montagem: Gustavo Balducci/ELLE)

Se você quer fazer a linha monocromática neste Carnaval para parecer um pontinho colorido no meio da multidão, que tal apostar no vermelho? O tom que, apesar de ser um clássico, não perde seu poder de impacto é perfeito para cumprir esta missão. | Brinco, Glá Acessórios, R$ 385. Doleira, Bolovo, R$ 49. Maiô, Haight, R$ 280. Saia de tricô, Amaro, R$ 190. Tênis, Converse, R$ 150.

  • Biquíni metalizado
meta_power.png
(Montagem: Gustavo Balducci/ELLE)

Quem está no mood metálico, pode sair do óbvio ao desistir dos tradicionais prata, dourado e bronze. Que tal ir de turquesa e pink? O furta-cor — febre entre os millennials — também promete ganhar o agito neste Carnaval. Invista! | Bíquini, Adriana Degreas, R$ 780. Bota, Dr. Martens (à venda na Farfetch), R$ 1 370. Brinco, Bijoux de Buate, R$ 80. Calça, American Apparel, US$ 38. Pochete, Glitch, R$ 148.

  • Maiô florido
romance_tropical.png
(Montagem: Gustavo Balducci/ELLE)

Quando a ideia é não deixar o glamour de fora da rodada, acione o modo misturinhas: estampa floral + rendas + cristais + oncinha! Por que, não? No Carnaval, todo exagero está liberado. | Pochete, Gucci, R$ 5 050 (à venda na Farfetch). Maiô, Dolce & Gabbana, US$ 495 (à venda no Net-a-porter), Saia, Iorane, R$ 543 (à venda no Shop2gether). Sandália, Schultz, R$ 350.

  • Chinelo slider
miami_1990.png
(Montagem: Gustavo Balducci/ELLE)

Está assistindo American Crime Story: The Assassination of Gianni Versace? Se sim, aproveite a deixa para mergulhar na vibe de Miami nos anos 1990. Tire o camisão estampado das areias e leve para o fervo na companhia de um shorts jeans oversized vintage e aproveite! | Chinelos, Melissa, R$ 130. Camisa, Versace, R$ 5 640 (à venda na Farfetch), Pochete, Agora que sou rica, R$ 110. Shorts, Cheap Monday, £ 45.

Modelo homem engana público e é finalista de concurso de beleza feminino

Dyagilev ILay foi eliminado da competição após revelar sua verdadeira identidade

10999782.jpg
O modelo recebeu mais de 2 mil votos do público Foto: Instagram.com/ilay_dyagilev

Tudo ocorria bem no concurso de beleza Miss Virtual Kazakhstan 2018, até a participante Aline Alieva revelar sua verdadeira identidade: na verdade ela é Dyagilev Ilay, um modelo homem.

Ele teve a ideia de se passar por mulher no concurso de beleza após uma discussão. “Eu argumentei que até um homem pode se passar por uma linda mulher”, contou ele ao jornal Metro britânico. “Me transformar foi fácil, apenas convidei um fotógrafo, um cabelereiro e um maquiador que a Arina estava pronta.”

Ilay revelou sua verdadeira identidade dois dias após receber 2012 votos populares e chegar na final do concurso. Ele foi substituido por outra candidata.

Tom Ford anuncia que irá parar de usar pele de raposa em sua marca

Decisão do estilista foi inspirada em sua nova dieta vegana

tom-ford-02
Para sua próxima coleção, que será apresentada na quinta, 8, Tom Ford trabalhou apenas com pele falsa

A nova tendência do mundo da moda é a pele falsa. Algumas das maiores marcade roupas e acessórios do mundo, como Gucci, Calvin Klein e o grupo Armani, já estão produzindo coleções sem usar pele de animais agora, foi a vez do estilista Tom Ford, que possui uma marca que leva seu nome, anunciar que não usará mais pele de animais criados para este fim, como vison e raposa. A novidade começa na próxima coleção da marca que será apresentada nesta quinta, 8, durante a Semana de Moda de Nova York. No entando, o designer afirmou que continuará usando couro e pele de animais que são criados para produção de alimentos, como vacas e carneiros.

Em entrevista ao portal WWD, ele disse que sua decisão foi inspirada na sua nova dieta vegana, da qual é adepto desde o último ano. “Virar vegano faz você repensar, comecei a usar muito mais pele falsa, mas não estou pronto para dizer que estou livre do uso de pele”, contou. “Mas nas minhas próximas coleções, estou limitando o uso deste material aos animais que vão virar comida, o que não sou muito desejável. Isso significa couro de vaca e pele de ovelha, mas não pele de animais que são criado exatamente para isso.”

Ele também acrescentou que não considera a pele sintética a melhor opção, por ser produzida a partir do petróleo e não ser biodegradável. “Eles compram, usam por algumas estações, e depois jogavam fora”, explicou ford. “Um casaco de pele é reclidado. As pessoas os usam por 30 anos, depois os dão para os seus filhos, que os transformam em travesseiros.”

Tudo Que Quero | Dakota Fanning é uma jovem com autismo fã de Star Trek em novo trailer

Imagem Filmes divulgou o novo trailer de Tudo Que Quero, longa protagonizado por Dakota Fanning. Confira:

A produção também ganhou o pôster:

Please-Stand-By-TMNS.pngNo filme, Fanning é uma jovem austista que escreve histórias de fantasia no seu tempo livre. Quando ela descobre que há uma competição de roteiros sobre Star Trek, ela, determinada a participar, decide fazer de tudo para buscar seu sonho. Inclusive, fugir de casa apenas com o seu cachorro e alguns dólares no bolso.

O longa chega aos cinemas no Brasil no dia 26 de abril. [Mariana Canhisares]

Escritório do Airbnb – 999 Brannan / Airbnb Environments

999_25
© Mariko Reed

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Airbnb revelou seu novo escritório em São Francisco, 999 Brannan, projetado pela equipe do Airbnb’s Environments em parceria com o escritório local WRNS auxiliando na aprovação e regulamentação do projeto. O novo espaço é parte do complexo do Airbnb dos Estados Unidos, ao lado do 888 Brannan.

Este foi o maior projeto já desenvolvido pela equipe do Airbnb’s Environments. O objetivo não era reinventar o escritório, mas sim revelar as qualidades e características essenciais do edifício. O principal desafio, portanto, foi articular e destacar a estrutura central do projeto.

O projeto reflete a ideia de ‘pertencer a qualquer lugar’, importante característica da marca. A principal abordagem de projeto foi utilizar elementos da comunidade global do Airbnb para nortear as decisões de desenho. Dessa forma, cada pavimento do edifício é inspirado em uma cidade: Buenos Aires, Kyoto, Jaipur e Amsterdam, as quais servem de referência para a linguagem das cores, estampas, materiais, além de inspirarem também o café de cada pavimento. Além de se basearem na cultura local de cada cidade, algumas salas de reunião foram decoradas de acordo com os apartamentos listados pelo Airbnb, o que possibilita o funcionário a viajar durante seu dia.

A equipe do Environments teve atenção total no processo de projeto, criando móveis feitos sob medida e mediando cada detalhe. Segundo o Diretor Executivo de Criação, Aaron Taylor Harvey “nós queríamos trazer os mesmos detalhes que fizemos no primeiro, e menor, escritório em Portland. Queríamos que o ambiente fosse como uma casa  personalizada para todos os funcionários”.

Comandados por Aaron Taylor Harvey e Rachel Harvey, a equipe trabalhou em parceria com WRNS para implementar os conceitos do Airbnb no projeto. Os espaços de trabalho primários são divididos em 16 ‘bairros’ com 50 pessoas cada. Cada um desses bairros apresenta os mesmos componentes: área para trabalho com grandes mesas comunitárias feitas sob medida, algumas mesas altas, três salas de ligação, depósitos pessoais, uma garagem com 15 a 30 vagas e uma sala de reunião adaptável para as necessidades a partir de uma porta de garagem que se abre ou fecha, aumentando ou diminuindo, o tamanho da sala.

Como parte da estratégia global dos escritórios do Airbnb, a equipe de projeto se engajou com os funcionários locais em uma ‘Experiência de Design do Empregado”, Employee Design Experience (EDX). A ideia foi permitir que os funcionários colaborassem com os detalhes finais do projeto das salas de reunião, de modo que os funcionários reinterpretem os componentes de design retirados da listagem do Airbnb e os empregassem nas salas de reunião, além também de inserir elementos locais da própria cidade de São Francisco.

Com 14000 m², o escritório 999 Brannan em São Francisco emprega cerca de 1000 pessoas de diferentes áreas incluindo atendimento ao consumidor e o departamento legal. O antigo escritório, 888 Brannan, continua operando.

Arquitetos: Airbnb Environments
Localização: 999 Brannan St, São Francisco, CA 94103, Estados Unidos
Arquitetos Responsáveis: Aaron Taylor Harvey, Rachael Harvey
Aprovação do Projeto: WRNS Studio
Área: 14000.0 m²
Ano do projeto: 2017
Fotografias: Mariko Reed
Fabricantes: Herman Miller, Andreu World, VITRA, ICF, TON

Louboutin pode perder batalha sobre sola vermelha em seus sapatos

Mais um capítulo do processo que Christian Louboutin começou em 2012.

unnamed
Christian Louboutin 

Há anos Christian Louboutin tenta registrar as solas vermelhas que utiliza em todos os seus sapatos para previnir que outras marcas não usem o detalhe em seus produtos. Nesta terça-feira, um procurador-geral europeu, porém, atestou que o designer francês pode não ter o direito de impedir a venda do mesmo tipo de solado.

“Uma marca registrada combinando cor e forma pode ser recusada ou declarada inválida com base na lei de marcas registradas da União Europeia”, informou a Corte Europeia de Justiça (ECJ) em um comunicado. Louboutin está em uma batalha judicial na Holanda a fim de proibir que uma marca local, chamada Van Haren, continue vendendo o que ele considera serem cópias de seus designs.

O caso começou em 2012, quando essa marca introduziu saltos com solas vermelhas, o que o designer considerou uma violação de sua marca. Na época, a corte do distrito concordou com o francês, mas a Van Haren pediu uma revisão do caso, que foi levado à ECJ.

A cor à qual Louboutin se refere é a 18 1663TP na escala Pantone, e começou a ser associada a ele quando vendo o esmalte de sua assistente, resolveu testar nos sapatos.