Série ‘This Close’ com deficientes auditivos é sucesso nos EUA

LOS ANGELES — A necessidade de aumentar a diversidade em Hollywood é um tema popular da atualidade. Mas há pelo menos um grupo que não costuma ser incluído no debate.

1
Josh Feldman e Shoshannah Stern são os criadores e astros de “This Close”, a respeito de dois amigos surdos. (Emily Berl para The New York Times)

“Tivemos alguns personagens surdos na televisão, mas, em geral, eles estão ali para que os personagens principais possam aprender algo com eles”, disse Josh Feldman. “Em seguida, o personagem com deficiência auditiva é devolvido às sombras”.

Ele disse isso com as mãos. Sentados num confortável café, ele e sua colega roteirista Shoshannah Stern desenhavam formas no ar para contar histórias animadas, uma troca intensa de sinais entre eles e seus dois intérpretes, do outro lado da mesa.

Foi nesse café que a dupla criou uma série cômica para a web a respeito de dois melhores amigos com deficiência auditiva, parecidos com eles, morando em Los Angeles. Três anos mais tarde, voltaram para conversar a respeito do programa de TV que resultou daquele projeto: “This Close”, que estreou no dia 14 de fevereiro na Sundance Now, plataforma de streaming da SundanceTV.

Criado, escrito e estrelado por Shoshannah e Feldman, o programa acompanha dois amigos surdos em Los Angeles. Mas a deficiência auditiva dos personagens aparece apenas como um detalhe numa efervescente comédia dramática a respeito da amizade, romance, sexo e ambição.

O programa de seis episódios é uma adaptação de “Fridays”, a série de Shoshannah e Feldman para a web que impressionou o Sundance a ponto de o canal tomar a decisão de fazer de “This Close” a oferta de estreia para seu novo serviço de streaming digital.

“Pensei, será que já vi algum programa no qual os personagens são surdos, sem que isso os defina?”, disse Jan Diedrichsen, diretor-geral do Sundance Now. “Esta me pareceu ser uma visão completa de uma vida da qual a deficiência auditiva é apenas uma parte”.

Muito do material visto em “This Close” é universal: romances florescem e desabam, parentes criam palpitações emocionais. Mas algumas das histórias gravitam naturalmente em torno de vivências específicas da surdez, como uma cena assustadora (baseada em algo que realmente aconteceu com o irmão de Shoshannah) na qual um Michael bêbado, interpretado por Feldman, é tirado de um voo, completamente confuso e incapaz de se comunicar com a polícia do aeroporto.

No centro do programa está Kate, interpretada por Shoshannah, e a amizade de mútua dependência com Michael, que às vezes deixa os personagens sem deficiência se sentindo excluídos. “Fizemos muitas tomadas duplas nas quais vemos Josh e Shoshannah cantando juntos”, contou o diretor Andrew Ahn, que ajudou a desenvolver a ideia do programa. “Isso nos dá a sensação de que eles vivem numa bolha própria”.

Ator novato, Feldman não achou graça ao saber que teria de tirar a roupa para uma cena gráfica de sexo grupal num dos episódios. “Eu sabia que tinha de fazê-lo, e não queria que fosse um sexo motivacional ou terno”, disse ele, explicando que “queria uma cena mais sombria” para garantir que os personagens não fossem confundidos com modelos idealizados de comportamento.

“Não queremos transmitir a ideia de estarmos educando a comunidade a respeito de como representar deficientes auditivos como nós”, explicou. “Queremos apenas contar uma história a respeito de duas pessoas que são surdas”. [Joy Press]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s