Chile conquista primeiro Oscar com ‘Uma Mulher Fantástica’ e deixa Brasil para trás

País teve sua segunda indicação com ‘Uma Mulher Fantástica’, sobre uma mulher transgênero. Brasil teve quatro indicações e nenhuma estatueta até aqui

ashley
Daniela Vega, protagonista do longa chileno “Uma mulher fantástica”, ganhador do Oscar de filme estrangeiro, fez história neste domingo ao se tornar a primeira transexual a participar da cerimônia como apresentadora na história.

Chile conquistou na noite deste domingo a sua primeira estatueta no Oscar. O filme Uma Mulher Fantástica, sobre uma mulher transgênero que tenta refazer a vida após a morte do companheiro, e para isso tem de enfrentar o preconceito, em especial dos parentes do marido, foi o segundo longa chileno a ser indicado ao prêmio de melhor filme estrangeiro.

O primeiro foi No, com Gael Garcia Bernal, em 2012. O longa, sobre uma campanha para derrotar Pinochet em um referendo,  tinha direção de Pablo Larrain, que é produtor de Uma Mulher Fantástica. 

O Brasil, que já teve quatro indicações na categoria (O Pagador de PromessasO Quatrilho, O Que É Isso, Companheiro? Central do Brasil como filme estrangeiro, além de Fernanda Montenegro como atriz, Fernando Meirelles como diretor por Cidade de Deus e O Menino e o Mundo como melhor animação, entre outros), nunca levou um Oscar.

Anúncios

Um comentário sobre “Chile conquista primeiro Oscar com ‘Uma Mulher Fantástica’ e deixa Brasil para trás

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s