Conheça o novo Sesc Avenida Paulista

Projeto do escritório Königsberger Vannucchi abre ao público no dia 29 de abril com café, biblioteca e mirante, entre outras atrações

sesc-avenida-paulista-07O novo Sesc Avenida Paulista, originado a partir do retrofit da antiga sede administrativa do Serviço Social do Comércio, abre ao público no dia 29 de abril com projeto assinado pelo escritório Königsberger Vannucchi. A nova unidade se destaca como uma extensão da própria avenida, com amplas áreas de convivência e um terraço no topo com vista para a cidade.

A opção pelo uso do vidro não-reflexivo revela as várias atividades exercidas no interior do edifício. “A configuração das fachadas leste e oeste, com rasgos horizontais, permite aos usuários um novo olhar sobre a cidade ao mesmo tempo em que rompe com a tipologia típica dos edifícios de escritórios da Avenida Paulista”, afirma Gianfranco Vannucchi, arquiteto responsável pelo projeto.

O acesso à nova unidade, a partir da Avenida Paulista, se dá por meio de uma grande área de convivência com espaço multiuso e um paraciclo com capacidade para 40 bicicletas. No térreo também há duas escadas rolantes, seis elevadores e duas escadas de incêndio pressurizadas para o acesso aos pavimentos superiores.

Segundo a administração do Sesc, os diversos espaços e serviços disponíveis aos usuários – Café Terraço, Comedoria, Biblioteca, Espaço para Crianças, Tecnologia e Artes, Salas para Práticas Esportivas e Espetáculos, Loja e Consultórios Odontológicos – foram distribuídos pelos 17 andares considerando quatro aspectos básicos: a vizinhança entre atividades similares, os níveis de ruído produzido pelas atividades, o volume de público acessando a unidade e as visuais externas.

Além do efeito estético, a grande lâmina de vidro tem a função de antecâmara acústica e térmica, sempre ladeando um terraço interno ventilado naturalmente, que funciona como um anteparo aos ambientes refrigerados.

Conforto térmico
De acordo com os sócios Jorge Königsberger e Gianfranco Vannucchi, as aberturas laterais e frontais dos terraços proporcionam ventilação cruzada e renovação de ar, o que evita o superaquecimento dos terraços e, consequentemente, dos ambientes internos.

O sistema Spyder (empena lateral) é composto por vidro laminado temperado; os caixilhos voltados para os terraços são em alumínio anodizado, cor inox e vidros low-e de baixa emissividade, que apresentam alto desempenho no isolamento térmico apesar da alta transmissão de luz.

Por fim, as fachadas com painéis de zinco composto e caixilhos em alumínio anodizado na cor inox e vidros de controle solar com baixa reflexão reduzem em até 50% a entrada de calor. Casa Vogue I Fotos Pedro Vannucchi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s