Marcas de moda criam projetos para o Salão do Móvel de Milão

Trabalhos mais inusitados e interessantes promovem colaborações entre design e artesanato

1523653385244.jpg
A espanhola Loewe apresenta peças de tapeçaria feitas com técnicas de artesanato de diversas partes do mundo Foto: Imagem cedida pela Loewe

Maior evento dedicado ao design de móveis e interiores do mundo, o Salão do Móvel de Milão acontece de 17 a 22 de abril no centro de exposições Rho e reverbera em toda a cidade, oportunidade em que muitas marcas de moda, especialmente as de luxo, aproveitam para explorar outros universos. A seguir, um passeio pelos projetos de grifes como Dolce & Gabbana, Fendi, Loewe, Louis Vuitton e Marni, que promovem colaborações inspiradas com designers, arquitetos e artesãos do Brasil, da Colômbia, da Índia e da Suíça.

 

LOEWE

1523653385411
Ao fundo, uma das técnicas apresentando uma fotografia preto e branco impressa sobre plumas Foto: Imagem cedida pela Loewe

A marca de luxo, considerada a Hermès espanhola, tornou-se uma das mais inovadoras desde que o estilista inglês Jonathan Anderson assumiu sua direção artística. Durante a semana do design em Milão, a marca apresenta uma série de trabalhos de tapeçaria garimpados em diversas partes do mundo, entre elas Japão, Togo, Senegal e Índia. Entre bolsas, cobertores e peças de decoração, há coisas como fotografia preto e branco impressa sobre penas, bordados feitos com fitas e aplicações inusitadas de alfinetes de segurança.

1523653383078
A inciativa da grife integra um projeto maior de apoio e preservação de técnicas artesanais em processo de desaparecimento Foto: Imagem cedida pela Loewe

LOUIS VUITTON

1523653341381
As flores ‘Origami’, dos suíços Atelier Oi, para a coleção de objetos Les Petits Nomades, da Louis Vuitton Foto: Benoit Pailley/ Divulgação Louis Vuitton

A Louis Vuitton lança uma série de objetos de design intitulada Les Petits Nomades (Os Pequenos Nômades), pensados para poder se deslocar e viajar, um dos pilares da marca francesa. A ideia aqui é unir a criatividade de designers renomados com o conhecimento técnico e execução primorosa da Vuitton. Entre as as peças da nova nova coleção de objetos o vaso Tropicalista, dos irmãos Campana, inspirado nas flores das bromélias e feito com 176 pétalas de metal recobertas de couro, a flor Origami e a almofada Campo de Flores, do estúdio suíço Atelier Oi, e a tigela Sobreposição, da designer Patricia Urquiola.

1523653336754
O vaso Tropicalista, criação dos irmãos Campana para a coleção Les Petits Nomades da Louis Vuitton, é inspirado nas flores das bromélias Foto: Benoit Pailley/ Divulgação Louis Vuitton
1523653338393 (1)
As almofadas ‘Campo de Flores’, outra criação do Atelier Oi para a Vuitton Foto: Benoit Pailley/ Divulgação Louis Vuitton

DOLCE & GABBANA

1523653411445
A cozinha da Dolce & Gabbana em parceria com a Smeg: uma homenagem ao imaginário siciliano Foto: Imagem cedida pela Dolce & Gabbana

A grife italiana leva seu estilo para a cozinha com uma coleção que homenageia a Sicília, transformando eletrodomésticos comuns em peças de design superespeciais, produzidas em escala industrial mas que reproduzem pinturas feitas à mão por artistas e artesãos sicilianos. Intitulada Sicily Is My Love e feita em parceria com a Smeg, a linha se divide em duas variantes temáticas: uma inspirada nos teatros de bonecos sicilianos e outra com pinturas tradicionais das carroças. Pense numa mistura exuberante de frutas cítricas, peras e cerejas, florais, imagens do Etna e de ruínas gregas, além de figuras mitológicas e da cavalaria medieval. É essa a vibe das peças, que incluem espremedores de suco e mixers, chaleiras, máquinas de café e torradeiras.

1523653383164
A cafeteira da parceria entre e a Smeg e a Dolce & Gabbana: desenhos artesanais aplicados em produtos de escala industrial Foto: Imagem cedida pela Dolce & Gabbana

MARNI

1523655392373
Duas cadeiras da coleção La Vereda, que a Marni desenvolveu inspirada no artesanato colombiano Foto: Imagem cedida pela Marni

Com parte de sua renda revertida para beneficência, a Marni embarca numa viagem pela Colômbia com seu projeto do Salão do Móvel de Milão deste ano, batizado de La Vereda, uma referência aos assentamentos que deram origem a pequenas comunidades rurais no país. Tendo cores, folclore e o artesanato como fundamentos, a marca que é uma queridinha dos iniciados em moda desenvolve cadeiras com tramas de PVC, galinhas de papel machê e cestos feitos por artesãs colombianas, além de redes com listras coloridas, outro legado das comunidades da costa atlântica da América do Sul. A grife expõe as criações de 19 a 22 de abril num espaço na viale Umbria, 42.

1523655392372
As esculturas em forma de cactus, outro lançamento da Marni para o Salão do Móvel de Milão Foto: Imagem cedida pela Marni
1523655422918
As redes da coleção La Vereda, que evoca a atmosfera das pequenas comunidades agrárias da Colômbia Foto: Imagem cedida pela Marni

FENDI

1523655271863
O sketch de Marco Costanzi para as cozinhas da Fendi Foto: Marco Costanzi/Divulgação Fendi

Por ocasião da semana de design em Milão, a Fendi se lança no design de interiores por meio de um Fendicucine, uma cozinha desenvolvida em parceria com a Scic, marca de luxo de cozinhas profissionais. As duas propostas de cozinhas da grife romana serão apresentadas em primeira mão durante a temporada de design. Desenhadas pelo arquiteto Marco Costanzi, terão propostas que atendem tanto necessidades domésticas quanto profissionais, com “design puro e essencial, acabamentos feitos à mão e uma exclusiva mistura de cores e materiais”. Serão apresentadas em três lugares da Milão (via Solari 35, via Durini 10 e na Rho Fiera).


TIFFANY & CO.

1523655482798
A estufa da coleção Home & Accesories, da Tiffanyt & Co. interpretada pela artista britânica Shantell Martin Foto: Imagem cedida pela Tiffany & Co.

Marcando o lançamento na Europa da sua coleção Home & Accessories, que inclui jogos de café, porta-moedas, ampulheta, réguas, raquetes de pingue-pongue e até um ursinho de pelúcia, a joalheria norte-americana pretende transformar sua loja da piazza Duomo numa espécie de estufa, mudando sua fachada e interior. Ainda convidou cinco artistas mulheres para interpretar a peça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s