Blogueira plus size Paula Bastos dá dicas de vestidos para noivas e madrinhas

Paula Bastos indica vestidos que valorizam a silhueta curvy, mas acredita que regram e tabus devem ser quebrados. “Há cortes e modelos que podem trabalhar a seu favor, mas jamais deve-se levar isso como regra”

vestido-de-noiva-plus-size
A linha Bridal by Paula Bastos foi criada pela blogueira em parceria com o estilista Arthur Caliman e é pensada para mulheres plus size (Foto: Divulgação)

“A mulher plus size sonha, tanto quanto a magra, em viver seu ‘dia de noiva‘ em um vestido que a faça se sentir linda, bem vestida e representada”, afirma a blogueira plus size Paula Bastos. Foi por isso que ela decidiu se unir ao estilista Arthur Caliman para criar uma linha de moda festa – para noivas e madrinhas – voltada para esse público.

A ideia surgiu quando leitoras escreviam para a blogueira falando da dificuldade de encontrar moda festa plus size bonita, boa e acessível. “Uma delas, certa vez, me escreveu contando que estava prestes a desistir do casamento na Igreja por não achar nada que servisse. Aquilo me partiu o coração. Hoje até temos opções razoáveis de vestidos para madrinha plus size, mas a noiva realmente sofre“. Foi assim que naseu a linha Bridal by Paula Bastos, que conta com oito vestidos de noiva e cinco para madrinhas pensados para a silhueta curvy.

Em entrevista à Marie Claire, a blogueira deu as principais dicas para mulheres plus size acertarem na escolha do look para casamento.

VALORIZE O SEU BIOTIPO
A linha foi pensada para três tipos de corpos: triângulo, triângulo invertido e retângulo. “A intenção de criar modelos para esses três biotipos foi de proporcionar caimentos diferentes que possam se adequar ainda melhor no corpo da mulher que irá usá-lo”, diz Paula.

“Não sendo uma regra, mas apenas para ajudar, a silhueta triângulo geralmente tem a parte do tronco mais fina e os quadris avantajados, criando o volume na parte de baixo. Os vestidos de corte sereia ficam maravilhosos em quem tem esta silhueta, pois deixam as curvas bem delineadas”. Ela sugere ainda vestidos com um detalhe de renda sobreposta na parte de cima para quem tem essa biotipo, pois o volume da parte de cima se equilibra com a parte de baixo.

vestido-de-madrinha-plus-size
A linha conta também com vestidos para madrinhas (Foto: Divulgação)

“Já o triângulo invertido geralmente tem costas e ombros largos, sendo que o quadril é mais estreito. Para ajudar a criar mais equilíbrio e proporção na silhueta, opte por modelos com volume na parte de baixo: os de saia godê ficam lindos”. A mesma dica vale para os corpos retangulares: por serem mais retinhas, os modelos acinturados com corte godê e evasê dão um efeito mais curvilíneo ao corpo.

Além da escolha do modelo ideal de acordo com a sua silhueta, a blogueira diz que é interessante destacar aquilo que você mais gosta no seu corpo. “Sempre sugerimos à cliente que ela pense no que deseja realçar na hora de escolher o modelo, pois terá uma sensação de bem-estar e beleza ainda maior”.

QUEBRE REGRAS E TABUS
Paula explica que é contra regras de moda pois acredita que elas aprisionam as mulheres. “Há cortes e modelos que podem trabalhar a seu favor, mas jamais deve-se levar isso como regra”, garante. “O que vale é a mulher se sentir bem naquela roupa, independente do que os outros pensem. A opinião dela é a que vale, pois é ela quem irá vestir a roupa e ela quem sabe como se sente”.

Paula conta que tem o corpo triângulo invertido e que se surpreendeu ao provar vestidos indicados para o biotipo triângulo. “As peças que ficariam perfeitas em uma pessoa triângulo também ficaram lindas em mim e isso foi o que mais me alegrou na coleção: é possível se sentir bem e linda nos mais variados modelos.”

Sendo assim, ela acredita que regras e tabus precisam ser quebrados. “A pessoa precisa experimentar de tudo, pois pode se surpreender”. Paula diz que o tabu em relação às coresé uma bobagem. “Gorda pode e deve usar branco sem medo! Esse é o tabu mais bobo de todos e um dos que o segmento plus size atualmente vem quebrando.” Outro tabu é o penteado. “Não precisa ter medo de usar o cabelo preso se tiver papada ou o rosto mais cheinho. A mulher tem que saber o que a faz sentir bem e feliz. É o dia dela, o momento dela e para isso não existem regras!” [Paula Mello]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s