Vanity Fair Itália Junho 2018 Bambi Northwood-Blyth by Hunter & Gatti

Sem título.jpgPhotography: Hunter & Gatti. Styled by: Cleo Casini. Hair: Dimitris Giannetos using Oribe. Makeup: Melanie Inglessis using Chanel. Model: Bambi northwood-blyth at IMG Models.

Microsoft ultrapassa Google em valor de mercado

Com o valor de US$ 753 bilhões, empresa se torna a terceira mais valiosa do mundo

microsoft-web-master675Pela primeira vez em três anos, a Microsoft ultrapassou o Google em valor de mercado, de acordo com informações do site CNBC. A Microsoft atualmente vale US$ 753 bilhões, enquanto a Alphabet, empresa que é dona do Google, vale US$ 739 bilhões. Com essa conquista, a Microsoft se torna a terceira empresa mais valiosa do mundo, perdendo apenas para a Apple e a Amazon.

A disputa pela terceira colocação no ranking começou em 2012, ano em que o Google ultrapassou a Microsoft em valor de mercado. Desde então, as duas empresas ficavam alternando na posição, mas há três anos o Google se mantinha como mais valioso.  Agora, a Microsoft reconquistou o lugar no pódio. Na primeira e segunda colocação estão a Apple e a Amazon, com os valores de US$ 923 bilhões e US$ 782 bilhões, respectivamente.

Mudanças. O resultado é um reflexo das transformações que a Microsoft vem passando nos últimos quatro anos, desde que o presidente executivo Steve Ballmer saiu da empresa e Satya Nadella assumiu o comando. Nesse período, o preço das ações da Microsoft mais que dobrou. Nadella reorientou a estratégia da Microsoft: ao invés de encarar o Windows como o centro de tudo, o presidente resolveu focar em tecnologias multiplataforma, como a nuvem e a inteligência artificial.

The Batman | Rumor diz que Matt Reeves considera ter o Pinguim como vilão do filme

Warner quer introduzir o vilão logo nos cinemas

batman fto_ft1_40700Segundo o jornalista Justin Kroll, da VarietyMatt Reeves considera ter o Pinguim como vilão de The Batman. O jornalista afirma que o rumor deve ser visto com cautela, já que as coisas mudam bastante na Warner, mas o estúdio quer apresentar o vilão nos cinemas. Se não for no filme do Homem-Morcego, ele também é cotado para o longa das Aves de Rapina:

“Considere isso com cautela, já que as coisas estão mudando constantemente no DCEU, mas ouvi que o Pinguim é possivelmente a escolha para ser o vilão principal de The Batman. Fontes dizem que, mesmo se Matt Reeves escolher outro caminho, o estúdio pode fazer dele o vilão de Aves de Rapina”.

“Reeves ainda está trabalhando no roteiro, então isso sempre pode mudar, mas vários roteiros de Aves de Rapina foram entregues, e um deles tem o Pinguim de forma principal. De qualquer forma, parece que a Warner quer apresentar esse personagem mais cedo ou mais tarde no cinema”.

The Batman não tem data de estreia definida e continua com Ben Affleck no papel principal. A produção deve começar em 2019. [Camila Sousa]

Lais Ribeiro revela ter sido assediada pelo fotógrafo francês David Bellemere no Caribe

1829gimc_009_0473.jpg
Lais Ribeiro – Jaqueta Courrèges à venda na NK Store, R$ 6.281. Brinco (usado como piercing) e pulseira Diva’s Dream, brinco Heritage Collection, preços sob consulta, Bulgari (Foto: Gil Inoue (One Stop))

A primeira top negra brasileira é pioneira em muitos sentidos: corajosa, denunciou um fotógrafo que a assediou e, com isso, ajudou outras modelos a fazer o mesmo. Em Nova York, onde vive, falou à Marie Claire sobre o episódio e sua impressionante trajetória. Lembrou a época em que saía para caçar jacaré no interior do Piauí, dos tempos em que dormia no chão de um apartamento em São Paulo, do episódio de racismo que viveu na Itália e do choque ao receber o diagnóstico de transtorno do espectro autista do filho. Hoje, aos 27 anos, orgulha-se de ser a dona da própria história. [Camila Lima]

1829gimc_013_0696.jpg
Lais Ribeiro – Parca, R$ 1.397, e bolsa (azul), R$ 647, Osklen. Body Coven, R$ 1.150. Bolsa Dolce & Gabbana (branca), R$ 5.000. Sandálias Prada, R$ 3.190. Colar (curto e longo) Divas’ Dream, e colar (médio) Serpenti Seduttori, preços sob consulta, Bulgari (Foto: Gil Inoue (One Stop))

Com a mesma cadência de quem caminha numa das passarelas mais concorridas do mundo da moda ostentando o Fantasy Bra – o sutiã recoberto de pedras preciosas, avaliado em US$ 2 milhões e concedido apenas às mais importantes Angels da Victoria’s Secret, sendo a primeira delas Gisele Bündchen  –,  Lais Ribeiro, 27 anos, deslizou com seu salto 15 sobre uma quadra de basquete do Brooklyn, em Nova York. No peito, em vez da cobiçada peça, levava sem cerimônia uma das cadeiras usadas no ensaio de moda que acompanha esta reportagem. “Deixa que eu levo! Que mal há nisso?’, disse enquanto ajudava a equipe de Marie Claire a desmontar o set.

1829gimc_003_0143.jpg
Lais Ribeiro – Casaco, vestido, legging e cachecol Versace, preços sob consulta. (Foto: Gil Inoue (One Stop))

É com essa atitude de tomar a dianteira, seja qual for a situação, que Lais não titubeia em falar sobre questões mais sérias da indústria da moda, como o assédio. “Comigo aconteceu  numa festa em St. Barth, Caribe, depois de um ensaio de moda praia que estávamos clicando. Um dos fotógrafos veio me abraçar, achei que estava bêbado. Na sequência, me pegou mais forte e tentou me beijar. Empurrei-o na mesma hora.” O fotógrafo em questão, o francês David Bellemere, era um colaborador freelancer da Victoria´s Secret. Lais, entretanto, foi categórica ao dizer que não fotografaria mais com ele. “Perdi muito trabalho por causa disso”, dispara. “Depois, as modelos mais novas começaram a me procurar para contar outros absurdos sobre o David. Tecia comentários machistas durante as fotos, falava do peito, da bunda. Foi a gota d’água. Era uma veterana lá dentro e elas buscavam sempre apoio em mim. Relatei o ocorrido na mesma hora”, conta. Bellemere foi afastado definitivamente da grife em fevereiro. Depois do episódio, outros grandes nomes da moda, como Mario Testino e Bruce Weber, também foram denunciados.

1829gimc_002_0090.jpg
Lais Ribeiro – Casaco, preço sob consulta, e sandálias, R$ 3.190, Prada (Foto: Gil Inoue (One Stop))

Dona de uma silhueta curvilínea que a alçou ao posto de uma das mulheres mais sexy do mundo pelo respeitado ranking do site models.com, Lais nasceu em Miguel Alves, cidade rural de 33 mil habitantes a 112 quilômetros de Teresina, capital do Piauí. É a caçula de três filhos de uma professora primária, Socorro Oliveira, e de um técnico de máquinas da Coca-cola, José Ribeiro de Oliveira. Aos 2 anos, deixou o Nordeste para viver com a família em Brasília: a mãe havia passado em um concurso público para lecionar na cidade-satélite de Ceilândia. Embora a infância traga lembranças felizes – como a de pintar a rua em época de Copa do Mundo –, a vida dentro de casa não foi das mais fáceis. “Meu pai era o melhor do mundo. Cozinhava, nos ajudava com a lição, meu ídolo. Mas, quando bebia, se transformava e tinha brigas imensas com minha mãe”, lembra. “Ainda bem que se livrou da bebida e hoje, mesmo que tenham se separado quando eu tinha 13 anos, somos muito unidos”, completa. As discussões eram tão intensas que a modelo não consegue acessar as memórias do período e pensa em tratar esse blecaute na terapia. “Não lembro de quase nada. Sei muito do que aconteceu pelos meus irmãos [Letícia, hoje com 29 anos, e Leonardo, 31], meus melhores amigos até hoje”, lembra.

Após o divórcio dos pais, resolveu voltar, com a irmã, a viver no Piauí. Foram morar com a avó materna. Não demorou para conhecer Altamir Matos, o namorado cinco anos mais velho e que se tornou o pai de seu filho Alexandre, 10 anos. “Ele foi meu primeiro amor e ficamos juntos por seis anos. Engravidei sem querer aos 17, enquanto ainda estudava. Lembro de acordar cedinho, amamentar, tirar o leite e ir voando à escola. Na hora do recreio, saía como doida para alimentá-lo”, diz. Sonhava em ser enfermeira, era boa em biológicas. “Vivíamos uma vida simples, mas feliz. Às vezes não tínhamos dinheiro para a carne, então saíamos para pescar ou caçar jacarés”, conta.

Quer saber como a top se transformou numa das mais bem pagas do mundo? Como superou os episódios de racismo e o problema do filho? Corra para as banca e leia a entrevista completa com Lais Ribeiro, a estrela da capa da Marie Claire de junho.


Edição de moda Larissa Lucchese / Produção-executiva Vandeca Zimmermann / Modelo: Lais Ribeiro (Joy Model) / Beleza: Claudio Belizario (SD Mgmt) com produtos Diorskin Forever Undercover e L’Oréal Professionnel / Styling: André Puertas / Assistente de beleza: Karl Payton / Assistentes de fotografia: Fujio Emura e Johnny Viccari / Produtora de locação: Larissa Gomes / Tratamento de imagem: Bruno Rezende

Marca hypada Opening Ceremony promove demissão em massa e causa intriga, enquanto busca novos sócios. Entenda!

cvmnrt3waaqaqku.jpg
Carol Lim, e Humberto Leon (Richard Bord/Getty Images)

Cabeças estão rolando na Opening Ceremony, que só na semana passada demitiu 23 funcionários, sendo quatro deles estilistas contratados há anos. Em um comunicado à imprensa, a marca hypada fundada pela dupla Carol Lim e Humberto Leon em 2002 informou que os cortes tem a ver com seu novo plano de negócios “para focar em objetivos administrativos”. Desde o começo do ano, Lim e Leon buscam mais um investidor além do fundo Berkshire Partners, que se juntou a eles em 2014.

Uma fonte anônima que testemunhou as demissões, no entanto, contou ao “New York Post” que ninguém recebeu aviso prévio sobre a perda de emprego e todos os que foram pra rua ouviram apenas que não deveriam esperar receber qualquer tipo de auxílio financeiro, algo que contrasta coma cultura de “família” que a Opening Ceremony sempre promoveu entre seus colaboradores.

“Tomamos a decisão de simplificar alguns de nossos departamentos para maximizar eficiência e alinhar melhor nossa base de custos com nosso crescimento”, Lim e Leon disseram na nota que está sendo entendida pelo mercado como um claro aceno a um possível novo sócio. “A mudança sempre acompanha o crescimento e nossos objetivos são ambiciosos”. Além da Opening Ceremony, os dois também dão as cartas na Kenzo, que pertence ao gigante francês LVMH. [Anderson Antunes]

Nike causa polêmica ao lançar ‘chinelo-pochete’

O modelo inusitado estará disponível em três opções de cores

Sem título
A versão “Fanny Pack” dos Benassi JDI Slides chega em breve às lojas do Hemisfério Norte Foto: Divulgação/Nike

Para seu mais recente lançamento, a Nike decidiu unir dois ícones da década de 1980: os chinelos do tipo slide e as pochetes. A novidade é uma versão atualizada do Benassi JDI Slide, modelo de sucesso da marca esportiva, que agora ganha uma mini-bolsa acoplada à sua tira.

A sandália, chamada de Fanny Pack (pochete, em inglês), estará disponível em três cores: preto, preto com rosa, e verde e azul, chegando em breve às lojas do Hemisfério Norte. Segundo sugere a Nike, a pochete pode ser usada para guardar dinheiro ou suas chaves, por exemplo. Nas redes sociais, o lançamento está rendendo polêmica entre os usuários.

Por enquanto, a etiqueta não divulgou informações sobre a chegada do produto ao Brasil.

Blogueira de moda Anzhelika Protodyakonova surpreende com sobrancelhas enormes

A blogueira de moda Anzhelika Protodyakonova já é conhecida por usar sobrancelhas bem grossas, como mostra a imagem abaixo:

xblog_angel_1.jpg.pagespeed.ic.MZvKry2ahK
Anzhelika Protodyakonova e um Angry Bird Foto: Reprodução/VK(Anzhelika Protodyakonova)

Só que agora Anzhelika decidiu radicalizar no visual, com ajuda de maquiagem,adotando sobrancelhas enormes, que cobrem quase toda a testa:

xblog_angel_2.jpg.pagespeed.ic.mZuq_iaQhd
Anzhelika Protodyakonova e suas novas sobrancelhas GGG Foto: Reprodução/VK(Anzhelika Protodyakonova)
xblog_angel_4.jpg.pagespeed.ic.r-90O4VMTF
Sobrancelhas de blogueira russa viram atração Foto: Reprodução/VK(Anzhelika Protodyakonova)
xblog_angel_5.jpg.pagespeed.ic.yebISVEQ6o
Anzhelika costuma exibir as sobrancelhas turbinadas ao sair com amigas Foto: Reprodução/VK(Anzhelika Protodyakonova)

Nascida na república de Iacútia (Federação Russa), Anzhelika usa como inspiração para compor o look os personagens do famoso game “Angry Birds”. O visual radical tem feito sucesso na página da blogueira na rede social russa VK.

Pode virar tendência? [Fernando Moreira]

Marcas que representam um novo momento da lingerie

Assim como a Savage x Fenty de Rihanna, conheça marcas que estão ampliando a noção do que é sexy.

lonely_winter_002.jpg
 (Lonely Lingerie/Divulgação)

Enquanto Rihanna vem conquistando o mundo com sua nova marca de lingerie, a Savage x Fenty, foi divulgado que a Victoria’s Secret registrou baixa nas vendas. Embora as duas empresas não tenham uma conexão direta, a popularidade de uma e a baixa de outra está provavelmente ligada à forma como elas se comunicam.

Recentemente, o portal Bloomberg publicou um artigo que apontava como a Victoria’s Secret seguia promovendo seus produtos como se o mundo tivesse parado em 1999. “Até a forma como falamos sobre o que é sexy mudou hoje. A ideia de sexy não é algo relacionado necessariamente a todo o glamour e cabelos longos, há diversas formas de sexy. A visão única que a marca possui de sexy está fora de lugar”, declarou Cora Harrington, editora do blog Lingerie Addict, à publicação.

Sem título.jpg
 (Lonely Lingerie/Divulgação)

Um dos exemplos mais expressivos lá fora é a australiana Lonely Lingerie, que desde 2009 tem aumentado sua popularidade com peças confortáveis, muitas vezes de estilo retrô ou propondo calcinhas e sutiãs nudes de forma mais moderna, e com campanhas diversas, como a que lançou com Lena Dunham sem retoques.

Sempre atenta, Rihanna levou em consideração as demandas da atualidade e, ao lançar a sua etiqueta, fez questão de abranger um número variado de tamanhos. A ideia era mostrar que ser sexy não é uma condição única de mulheres magras e, assim como fez com a sua Fenty Beauty e os 40 tons de base disponíveis nela, promover mais inclusão para o mercado de moda e beleza.

600x600
 (Savage x Fenty/Reprodução)

Enquanto celebramos mais um passo com esse lançamento, também aproveitamos para buscar boas ideias no Brasil. Confira aqui abaixo três marcas que apostamos.

Pro Me Lingerie

Sem título.jpg
promelingerie

Baseada no Rio Grande do Sul, a marca é artesanal e todo o processo de fabricação e criação passa pelas mãos da fundadora Morgana. No site, é possível encontrar variedade do PP ao GG, mas como ela também trabalha sob medida, dá para encomendar uma peça perfeita para o seu corpo. Os modelos na cor preta recheados de renda são lindos e dão vontade de experimentar como protagonistas do look, aparecendo por baixo de transparência ou como tops.

The Bralette Boutique

Sem título.jpg
braletteboutique

Já falamos da marca por aqui antes, e ela continua criando peças belíssimas sob medida. Como o processo é bem exclusivo, quem for comprar tem que considerar que terá que esperar um tempinho para receber a sua lingerie, mas valerá à pena. “A marca surgiu principalmente por necessidade pessoal”, conta Júlia Theodoro, criadora da label, que nasceu em agosto de 2015 com sua busca por sutiãs confortáveis. “Pensei que já que o mercado trabalha em grande parte com peças de tamanho padrão e em escala, a maneira de quebrar o ciclo e resolver questões individuais seria trabalhando sob medida“, descreve ela.

GG. Rie

Sem título.jpg
gg.rie

A marca localizada no Rio de Janeiro veste mulheres que usam do 46 ao 54, e oferece calcinhas, sutiãs e até pijamas, entregando para todo o Brasil. Há estampas, rendas e também opções lisas, como mostra o mais novo editorial da marca, em que uma das estrelas é a modelo Bia Gremion, que também já apareceu no nosso projeto Vamos Pensar Sobre Beleza.

Kim Kardashian lança batons com seus tons de nude favoritos

Influencer diz que já está usando as novas cores há meses.

Sem título.jpg
 (@kimkardashian/Reprodução)

Até pouco tempo atrás, reproduzir o nude dos lábios de Kim Kardashian era um desafio: para conseguir o efeito ideal, seu maquiador Mario Dedivanovic misturava vários batons diferentes. Agora, basta aplicar um só produto e pronto!

Nesta quarta-feira (29/05), a influencer anunciou nas redes sociais que a nova linha de sua marca de cosméticos KKW vai incluir batons com seus tons de nude favoritos. “Estou usando há meses!”, escreveu, além de mostrar os produtos em vídeo.

A coleção será lançada no dia 8 de junho, com oito batons cremosos de longa duração e três lápis delineadores para lábios, em cores neutras para diversos tons de pele.