Produtora musical Dorothy Carvello escreve livro sobre assédio sexual na indústria da música

Após a série de denúncias em Hollywood, chega a vez de gravadoras e artistas do ramo enfrentarem relatos de violência sexual

mainc.jpg
 (Antonuk/ThinkStock)

A produtora musical Dorothy Carvello está escrevendo um livro que reúne relatos de abusos sexuais em grandes gravadoras, como a Warner, a Sony e a Universal. Após a série de denúncias de assédios em Hollywood, chega a vez da indústria da música lidar com a violência sexual.

O título Anything For a Hit: An A&R Woman’s Story of Surviving the Music Industry(Tudo por um hit: a história de uma mulher que sobreviveu à indústria da música, em tradução livre) é o primeiro após a era #MeToo – movimento fundado em 2006 para dar apoio a vítimas de violência sexual.

“Trabalhando 12 horas por dia e atendendo a todos os telefonemas de Ahmet Ertegun [ex-diretor da gravadora], vi tudo o que acontecia ali”, disse Dorothy à Variety, que há 25 anos atua na Atlantic Records.

O conteúdo da obra ainda não foi revelado e é mantido em segredo por revisores da Chicago Review Press, editora responsável por sua publicação. Porém, o que se sabe é que importantes nomes da indústria musical são citados. Entre eles estão o ex-diretor da Warner Doug Morris e o vocalista dos Rolling StonesMick Jagger.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s