Jana Rosa: “a pele bonita e saudável não é perfeita, tem manchas da vida”

Entrevista com a neo-editora de beleza sobre a conta “Bonita de Pele”, no Instagram.
Por Julia Mello

morning_01-1.jpg
Jana Rosa na série “Morning Rituals” da Obvious Agency (Obvious Agency/Divulgação)

Primeiro ela tinha ficado rica. Agora, ficou bonita de pele também, viu? É de Jana Rosa que estamos falando — e de sua mais recente criação, a “Bonita de Pele.” Na conta do Instagram ela divide dúvidas, ideias e cuidados com a pele, reposta dicas das leitoras e também aparece sem make, indo na contramão da ideia de pele (e aparência) perfeita nessa era de redes sociais.

“Semana que vem a Bonita de Pele vai começar a receber um conteúdo em vídeo — vou entrevistar mulheres maravilhosas”, conta ela para a ELLE. Ela também visita grandes escritórios de beauté para saber das novidades, mas o segredo mesmo acontece no banheiro de sua casa, no qual ela compartilha a rotina. “Ah, e é A Bonita de Pele porque a filha é minha e quero filha mulher, tá?”, diz rindo.

A “Agora que Sou Rica”, (que era blog e virou marca), continua por lá, mas entrevistamos Jana para saber o que esperar da novidade, qual é sua visão sobre beauté e qual seu papel como neo-editora de beleza. 

Como surgiu essa ideia de ter um insta focado em beleza?
Sempre tive uma rotina de cuidar da pele, considerava até um hobby. E toda vez que postava algo sobre tinha muitas pessoas que ficavam curiosas, então decidi fazer um instagram só pra falar disso, porque acho que cuidar da pele, limpar, hidratar e principalmente proteger ela do sol não há de fazer mal à ninguém, pelo contrário, a resposta foi instantânea e todo dia recebo mensagens de pessoas dizendo que começaram a prestar mais atenção em como estavam se cuidando.

De onde veio esse título, do tipo, bonita, mas de pele? Rs
É uma piada com aquela coisa que as pessoas falavam “fulano é bonito de rosto/corpo” que acho péssima, mas com bonita de pele fica meio anos 80, né?

Sem título.jpg
#bonitadepele

Você acha que beleza é mais acessível do que moda  — roupas, sapatos —, e por isso é mais abrangente, ou isso é mito e é um tema tão caro quanto?
Acho mais acessível já que tem várias coisas que você pode fazer que não custam “nada”, tipo cuidados da rotina mesmo, como aprender a fazer massagem no rosto, não tomar banho de água muito quente, se hidratar. Minha ideia é mostrar nesse projeto que cuidar da pele é um momento seu de amor próprio. E daqui pra frente vou dar muitas dicas que são gratuitas, mas também baratas, caras, caríssimas, quero pesquisar esse universo e mostrar todas as possibilidades e novidades!

Conta pra gente a história da sua pele? Como ela era quando você era adolescente, como ela está hoje, teve momentos difíceis, sempre foi fácil? Tem alguma curiosidade que a gente não saiba?
Quando tinha cerca de 12 ou 13 anos pedi pra minha mãe me levar na dermatologista, porque lia muitas revistas de moda (hello, Elle!) e já me interessava por skincare. Queria tratar as espinhas e tinha muitas dúvidas já sobre como cuidar da pele, desde então lavei o rosto de manhã e de noite e passei protetor solar todos os dias. São duas décadas cuidando da pele, claro que nem sempre com tanto foco (tirei um ano sabático e desencanei totalmente, por exemplo), e uma vez na amazônia decidi ser uma pessoa da natureza e não passava filtro solar, agora tenho as manchas todas que ganhei nessa época pra contar a história!

Você foi para a Coreia do Sul, né? Você foi já aficcionada por beleza coreana ou isso surgiu de lá? 
Faz dois anos que fui, tinha curiosidade pra saber mas quando cheguei la dei uma pirada, voltei com a mala cheia de cremes e desde então comecei a pesquisar, depois entrei na fase de usar só produtos coreanos comprados na internet e agora estou numa nova fase, que me inspiro na rotina delas e no comprometimento de se cuidar todos os dias, mas já não uso só produtos de lá.

Recentemente você falou no seu stories no Instagram sobre como é libertador fazer vídeos sem precisar estar completamente maquiada. Você acha que as pessoas ficam confusas, acham que um Instagram que fala sobre beleza e pele a pessoa tem que estar perfeita sempre?
Acho que uma pele bonita e saudável não é a pele perfeita photoshopada sem poros, ela tem manchas da vida, rugas de dar risada, chorar, olhar o celular o dia todo, olheiras de ficar a noite em claro triste com as notícias, e por aí vai. É muito importante lembrar que minha ideia com esse projeto é que as pessoas se cuidem e se amem mais e mais, e que ser bonita de pele é isso, amar esse ritual de cuidar da pele de manhã e de noite. A ideia não é buscar uma pele irreal de um padrão tambem irreal de foto tratada, porque isso não existe e nem eu tenho essa pele, graças a Deus, porque significaria que não ri todos os dias da minha vida. A ideia é se cuidar, se amar, ter uma pele saudável sim! E ter sempre SEMPRE uma/um dermatologista pra saber se está tudo bem, se você tá usando os cremes direito, se não tá pirando demais nos e-commerces de beleza da vida!

Qual é o papel das suas seguidoras no Instagram? Sempre tem muitas respostas? 
É um diferencial porque elas são umas gênias! São todas MUITO entendidas do assunto, elas já testaram tudo, elas sabem falar sobre tudo, são as mais bonitas de pele, aprendo muito com elas, fico duas horas por dia trocando mensagens com essas maravilhosas.

morning_01-16
Foto da série “Morning Rituals” da Obvious Agency (Obvious Agency/Divulgação)

Como surgiram os “Morning Rituals”, com a Obvious Agency? — série da qual saíram as fotos dessa matéria, aliás! Você tem rituais de beleza matinais?
O Morning Rituals é um projeto da Obvious, que é uma agência de conteúdo maravilhosa que cria pra várias marcas e pra eles mesmos, como é o caso desse projeto. Eles me convidaram pra ser a primeira personagem porque a Marcela Ceribelli, que é a diretora criativa de lá, é minha amiga e sempre falamos sobre os cuidados com a pele, a pele dela aliás parece de um bebê de 6 meses! E eles vão lançar mais episódios com outras pessoas no instagram deles! O meu morning rituals não é glamuroso como o vídeo lindo deles, geralmente acordo atrasada, mas no domingo tento ficar em casa fazendo máscara, hidratação, Netflix e 16 horas de sono, melhor ritual não há. Assinado: cancerianas.

Por fim, aquela pergunta difícil, mas querida: quais três produtos de beleza você nunca fica sem?
Não importa a marca, contanto que sejam pro meu tipo de pele (seca/sensível) não vivo sem algo pra limpar o rosto, seja espuma ou gel de limpeza, algo pra hidratar de manhã e de noite e protetor solar pra usar o dia todo. Se você for pra uma ilha deserta leve essa nécessaire com você que será sucesso garantido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s