Em parceria com a Beira, a Pair traz cor para as suas araras pela primeira vez

Especializada em moda P&B, multimarcas recebe roupas vermelhas desfiladas pela marca carioca no SPFW N45

r1-02056-0000
Peças da carioca Beira desembarcam na paulistana Pair (Foto: Pedro Ferreira)

Poucos meses após lançar sua primeira coleção sob etiqueta própria,  estrear uma collab exclusiva com o estilista chileno Marcelo Von Trapp e reinaugurar em novo endereço em São Paulo, a Pair tem mais uma novidade das boas: recebe, pela primeira vez na sua história, roupas que fogem completamente do conceito P&B.

E a responsável por colorir de vermelho as araras da multimarcas é a carioca Beiraque fez sua estreia no São Paulo Fashion Week N45 e participou do projeto Novos Talentos do Veste Rio.

“Somos uma loja conceito que nos possibilita transitar por ideias sem regra, sem estação, sem cobranças. Pensamos, executamos e apresentamos”, conta Carla Ribeiro, dona e diretora criativa da Pair.

“Para nós, o vermelho é a cor que vem em sequência do branco e do preto. Atemporal, visceral e com um grande significado por trás. Se metaforicamente acreditamos que o preto e branco são opostos, trazendo luz e escuridão, noite e dia e todos os desenrolares dessa metáfora, o vermelho traz isso por si só. Dor e amor, sangue e coração. Sem maiores delongas, para nós é óbvio que a primeira cor a ser trabalhada especialmente na loja seria o vermelho”, completa a diretora de arte Adriane Lisboa – que dirigiu e estrela o shooting que recheia esta página.

Ao todo, serão 12 peças genderless na cor – todas desfiladas pela marca de Lívia Campos na última edição da semana de moda paulistana.

Programe-se: o début da parceria acontece no próximo sábado (23.06).

PAIR: rua da Consolação, 3387, Cerqueira César, São Paulo. Tel. (11) 3729-8799

Quanto maior, melhor: aposte na alfaiataria máxi no inverno

Nada de tailleurzinhos acinturados: a alfaiataria da vez é emprestada do guarda-roupa masculino e permite despojamento

Sem título.jpg
Colete, camisa, calça, cinto e sandália, tudo Miu Miu (preço sob consulta) (Foto: Fotógrafo: Michelle Rue; styling: Giovanna Grassi; beleza: Laura La Laina; produção de moda: Luiz Bonassoli; Agradecimento: Sé Galeria)

alfaiataria da vez não é o acinturado tailleur bar ou o terninho combinado, mas as despojadas peças roubadas do armário masculino – ou que dão essa impressão. Com cortes retos, barras imperfeitas e um toque de “vesti a primeira coisa que apareceu”, as composições exaltam o despojamento da working woman contemporânea. Ao longo da página, veja ótimos truques para acertar em cheio no look.

Maxi pantacourt: ela nem é, originalmente, uma pantacourt, mas a calça do costume do seu namorado se encaixa nesse papel com excelência. Os vincos e pregas alongam e complementam a silhueta feminina. Já no top, o coletinho à la anos 70 com uma camisa estampada trazem a estética geek chicque não sai de moda.

moda_maxi_alfaiataria_2b.jpg
Casaco Louis Vuitton (preço sob consulta), camisa Amíssima (R$ 309), calça Handred (R$395,00), sapato Gucci (R$ 3.190) (Foto: Fotógrafo: Michelle Rue; styling: Giovanna Grassi; beleza: Laura La Laina; produção de moda: Luiz Bonassoli; Agradecimento: Sé Galeria)

Maxi tudo: a calça jeans de corte reto e sem barra feita conversa com a camisa um ou dois números maior que o normal. As peças deixam o look boyish e o trench ajustado quebra qualquer impressão de desleixo.

Sem título
Blazer Ricardo Almeida (R$ 3.119), pólo Lacoste (R$ 399), calça Burberry (R$ 1.975). Pochete Gucci (R$ 4.700) (Foto: Fotógrafo: Michelle Rue; styling: Giovanna Grassi; beleza: Laura La Laina; produção de moda: Luiz Bonassoli; Agradecimento: Sé Galeria)

Maxi blazer 80’s: os anos 80 seguem em alta, o que não significa andar de lurex e paetê o dia inteiro. Uma forma sutil de aderir à tendência é resgatando o blazer com ombreira e, para não parecer saída do túnel do tempo, acessorizar com peças esportivas e divertidas.

moda_maxi_alfaiataria_7b
Camisa Burberry (R$ 1.800). Brinco Jack Vartanian (R$ 2.200) (Foto: Fotógrafo: Michelle Rue; styling: Giovanna Grassi; beleza: Laura La Laina; produção de moda: Luiz Bonassoli; Agradecimento: Sé Galeria)

Maxi camisa: pare de se preocupar em dobrar as mangas na altura perfeita e em fechar todos os botões. A camisa deve ser livre, leve e solta, usada aberta de forma despretensiosa e combinada a uma calça sequinha. [

Sem título.jpg
Sutiã Hope (R$ 129), calça Levi’s (R$ 300) (Foto: Fotógrafo: Michelle Rue; styling: Giovanna Grassi; beleza: Laura La Laina; produção de moda: Luiz Bonassoli; Agradecimento: Sé Galeria)

Maxi sexy: cintura alta e shape reto alongam a silhueta, mas tiram as curvas da parte inferior do corpo. Para balancear a rigidez do look, opte por um top boudoir ou mesmo por um sutiã ou bralette rendado.

Sem título.jpg
Blazer (R$ 2.721), e calça (R$ 1.356) ambos Ricardo Almeida. Brinco Jack Vartanian (R$ 2.200) (Foto: Fotógrafo: Michelle Rue; styling: Giovanna Grassi; beleza: Laura La Laina; produção de moda: Luiz Bonassoli; Agradecimento: Sé Galeria)

Maxi conjunto: costume do seu namorado, ou mesmo aquele antigo do seu pai, vira um conjuntinho cheio de personalidade. Como em geral as mangas são um tanto longas demais, use-as franzidas (um elástico escondido segura tudo no lugar). O toque feminino vem com a camisa de babados por baixo.

Fotógrafo: Michelle Rue
Styling:  Giovanna Grassi
Beleza: Laura La Laina
Produção de moda: Luiz Bonassoli
Agradecimento: Sé Galeria 

MAC faz promoção de batons, bases, blushes e mais!

A adorada marca de maquiagem coloca alguns de seus produtos em 40% off até dia 9 de julho.

Sem título
Pincel Duo Fibre Face Brush Small, R$ 132; Batom Viva Glam TarajiI P. Henson, R$ 56, MAC Studio Face and Body Foundation 120 ml, R$ 136. (MAC Cosmetics/Divulgação)

Entre os dias 15 de junho e 9 de julho, a MAC realiza uma promoção especial com descontos de 40% em produtos selecionados nas lojas físicas e online(exceto em aeroportos, na Sephora e no Shopping Pátio Batel). Entre os produtos participantes estão máscara de cílios, bases, paletas e vários tipos de batons.

O batom Liptensity na Noblesse, por exemplo, passa de R$ 99 para R$ 59. Já o blush Sheertone Shimmer Ambering Rose custava R$ 110 e agora sai por R$ 66. As fãs de batom de efeito matte podem comemorar porque o Retro Matte Líquido Espresso agora custa R$ 59 e não mais R$ 99.

Berluti divulga primeira campanha sob direção criativa de Kris Van Assche

Imagens simbolizam um reset total na marca, que aparece de logo nova
Por Mariana Inbar

berluti
A primeira campanha da Berluti sob direção criativa de Kris Van Assche (Foto: Divulgação)

Mesmo pulando essa temporada da semana de moda masculina em Paris, que começa nesta segunda-feira (18.06), o belga Kris Van Assche já deu uma prévia do futuro da Berluti sob sua direção criativa. O estilista, que assumiu o cargo no último mês de abril, optou por fazer sua estreia nas passarelas da casa francesa em janeiro de 2019, tendo assim o tempo necessário para desenvolver sua primeira coleção, mas ao divulgar três imagens da primeira campanha da Berluti sob seu comando, já deu sinais de que mudanças virão por aí – a começar pela logomarca da casa, que aparece repaginada.

A nova logo, que conta com uma fonte diferente da usada anteriormente e foi assinada pela dupla parisiense M/M, remete às letras gravadas em formas de madeiras de sapatos de Alessandro Berluti, datadas de 1895 –  ano em que o italiano iniciou sua carreira como sapateiro.

“Para esta primeira campanha, queria criar uma imagem enraizada nas origens da maison, imprimindo nela minha visão”, disse Van Assche sobre a campanha, que reforça a ideia de um reset total na casa ao trazer modelos sem camisa posando apenas com os clássicos oxfords Alessandro. “Vejo vocês em janeiro”, finalizou o estilista.

Como Beyoncé usa a moda para sustentar a narrativa de ‘Apeshit’

Os detalhes do figurino do novo clipe da cantora em parceria com seu marido, Jay-Z
Anna Rombino – O Estado De S.Paulo

monalisa.gif
Beyoncé e Jay-Z no clipe de ‘Apeshit’ Foto: Reprodução de cena de ‘Apeshit’

O mundo estava focado na Copa do Mundo, ou talvez preocupado com os problemas políticos e sociais, ou então as pessoas estavam apenas assistindo a uma série no Netflix na noite de sábado, 16. Então, foi uma surpresa para os fãs quando Beyoncé e Jay-Z, ou The Carters, como estão se chamando agora, lançaram um novo álbum, chamado Everything Is Love. A mesma estratégia de lançar um CD surpresa foi adotada pela cantora em 2013 para o Beyoncé e em 2016 com Lemonade, assim como pelo rapper em 2017 com o 4:44.

De quebra, eles também divulgaram o clipe da música Apeshit, gravado no Museu do Louvre, em Paris. O casal usa algumas das obras de arte, os dançarinos e os figurinos para completar a mensagem da música, que fala sobre empoderamento, sucesso e o mercado musical. Jay-Z, inclusive, alfineta o Superbowl e o Grammy, dizendo que não precisa deles.

O dois se colocam na frente da Monalisa, de Leonardo da Vinci, uma das mais famosas e importantes obras do mundo, se dando o mesmo nível de importância que o quadro. Após terem tornado bem pública a infedilidade do rapper e os problemas no relacionamento em músicas como Sorry, de Beyoncé, e Glory, do Jay-Z, agora tentam passar a imagem de que são um casal feliz e uma dupla parceira – e o fazem tanto na turnê On The Run II quanto no novo álbum. E a moda têm um papel importante nesta narrativa. Por isso, em todo o vídeo estão com looks coordenados. Em sua primeira aparição, se destacam os terninhos em tons pastel. O dela, um modelo de Peter Pilotto em rosa, cor que é associada à feminilidade, enquanto ele usa verde. Neste casal, ambos usam calças.

vitoria_de_samotracia.gif
O casal Carter em frente a escultura Vitória de Samotrácia Foto: Reprodução de cena de Apeshit

Na próxima cena, aparecem de mãos dadas na ponta de uma escadaria, com alguns dançarinos deitados sobre os degraus, mostrando autoridade. É inegável o poder do casal na indústria do entretenimento, representado com o cenário da estátua Vitória de Samotrácia, escultura da deusa da vitória Nice. Tudo isso simboliza a sua vitória no mercado musical e, como diz a letra, “não acredito que conseguimos, é por isso que somos gratos. Você já viu a plateia enlouquecer?”

Em uma das cenas mais impactantes, Beyoncé aparece com seis dançarinas, três de cada lado. Enquanto elas usam leggins e cropped nudes, a cantora está com brincos de diamante e um conjunto da Burberry com a estampa mais clássica da marca britânica. Não à toa, ela está posicionada bem à frente da rainha Josephine no quadro A Coroação de Napoleão (Jacques-Louis David, 1804). Não há dúvidas de quem é a verdadeira rainha.

beyonce.gif
Beyoncé, de Burberry, ao centro de suas dançarinas Foto: Reprodução de cena de Apeshit

Em outros dois momentos, Beyoncé se mistura com as obras de arte. Quando aparece com um vestido em tom de mármore, bem estruturado e escultural, uma criação da estilista Alexis Mabille, ela aparece como uma versão moderna da deusa Nice.

Em outra cena, ela aparece vestida de Versace da cabeça aos pés, ao lado de Jay-Z, que está com um terno preto e joias douradas, na mesma pose da musa do quadro Portrait of a Negress, da artista Marie-Guillemine Benoist, feito em 1800, uma das primeiras pinturas em que um negro não aparece sendo retratado como um escravo – e uma das poucas obras do Louvre em que está retratada uma pessoa negra. Mas, enquanto a mulher do quadro está com modestas vestes brancas, a roupa da cantora é toda adornada com motivos barrocos dourados, vestuário luxuoso que mostra a ascensão da mulher negra.

Os Cartes têm muito a falar. E estão só começando.

1529343471129
Beyoncé, de Versace dos pés à cabeça Foto: Reprodução de cena de Apeshit

Apple vai compartilhar localização de usuários para serviços de emergência nos EUA

Novidade estará disponível no iOS 12, novo sistema operacional do iPhone que será lançado até o fim do ano

apple fba1d98688ca5d04a0940229d553d7a6A Apple vai compartilhar a localização automática de quem usar seu iPhone para ligar para o serviço de emergência nos Estados Unidos. A nova função estará disponível no próximo sistema operacional, o iOS 12, que será lançado nos próximos meses.

A fabricante disse que o novo serviço será possível por conta da integração de seu serviço de localização de emergência lançado em 2015, o HELO, com os softwares já existentes em vários centros de emergência dos Estados Unidos.

A ideia agradou quem presta emergência no país. Rob McMullen, presidente da Associação de Número de Emergência disse que a novidade “vai acelerar um novo modelo de atendimento emergencial, além de salvar vidas”.

A empresa também disse, em um comunicado, que a novidade não deve afetar a privacidade dos usuários, pois as informações de localização não poderão ser usadas para nenhum outro motivo além de emergência.

A Apple anunciou o novo sistema operacional no início do mês, com funcionalidades para melhorar o bem estar dos usuários. Entre as novidades está uma nova configuração de notificações e um monitoramento de como e por quanto tempo se usa um iPhone diariamente.

Outras novidades do sistema são as melhorias no desempenho de smartphones. Segundo a empresa, a abertura de aplicativo será 40% mais rápida, o teclado será 70% mais veloz e a câmera deixará o dispositivo 70% mais rápido.

Sarah Jessica Parker desfila de pijama pelas ruas de Nova York

Sem título.jpg
Sarah Jessica Parker pelas ruas de NY || Créditos: Reprodução Instagram

Sarah Jessica Parker deu pivô pelas ruas de Nova York a bordo de pijama de seda, sutiã de renda à mostra, muitas joias e um scarpin altíssimo. A atriz foi flagrada com o look luxuoso durante uma gravação, mas nada a ver com “Sex and The City”. Toda a produção era para um comercial. É que ela foi escalada para ser a nova garota-propaganda da Intimissimi, marca italiana de lingeries, e durante a sessão de foto e filmagem foi vista sentada no capô de um tradicional táxi novaiorquino. A campanha deve ser lançada em outubro. Aqui o flagra em vídeo!

A joia francesa Françoise Hardy retorna da beira do abismo

Após seis anos de silêncio e uma grave doença, Françoise Hardy está de volta com dois novos lançamentos
Agnès C. Poirier, The New York Times

Francoise Hardy, who was placed in a coma in 2016 by doctors who feared she might never wake up.
A cantora François Hardy foi posta em coma induzido em 2016 pelos médicos que temiam que ela não acordasse. Agora está de volta com novo álbum e um livro de memórias em inglês. Foto: Ed Alcock para The New York Times

PARIS – “Bob Dylan se recusou a voltar ao palco se eu não fosse vê-lo imediatamente”, lembrou Françoise Hardy. Na noite de 24 de maio de 1966, no 25º aniversário de Bob Dylan, o compositor se apresentava em seu primeiro concerto em Paris e queria nada menos que encontrar a cantora francesa, então com 22 anos, à qual dedicara uma canção, mas que não conhecia pessoalmente.

“Fui, e ele concordou em voltar para o palco”, ela disse. Meses antes, em Londres, Françoise conseguira virar a cabeça de Mick Jagger, Keith Richards, George Harrison, Paul McCartney, John Lennon e Brian Jones. Cantando em francês, inglês, italiano e alemão, a jovem francesa, uma tímida e talentosa beldade, enfeitiçou muitos dos seus contemporâneos – e a França, há mais de 60 anos.

Ela acaba de publicar um livro de memórias, “The Despair of Monkeys and Other Trifles”, e lançou um novo álbum, “Personne d’Autre” (Ninguém mais). É o 28º da cantora, e o primeiro depois de seis anos de silêncio durante os quais esteve gravemente doente. Françoise soube que estava com câncer linfático em 2004; sua saúde começou a declinar; e, em 2016, foi posta em coma induzido, do qual os médicos acharam que jamais despertaria.

Contra todas as probabilidades, Françoise voltou e recuperou sua voz sensualmente adolescente, e o prazer de escrever.

Em 1968, aos 24 anos, Françoise chegou ao topo dos maiores sucessos em francês e inglês com “It Hurts to Say Goodbye”, de Serge Gainsbourg. Desde então, ela se tornou uma joia nacional da França, conhecida por sua longa silhueta andrógina, elegância austera, canções melancólicas, humor e rápida inteligência.

Em seu livro de memórias, Françoise examina o que significou ser catapultada para a fama aos 17 anos, e como é ser um ídolo na França há quase 60 anos. É uma história de sucessos e fracassos contada com impiedosa honestidade.

Nascida em 1944 em Paris, Françoise era filha de uma jovem operária e do seu amante rico, muito mais velho, um homem casado que nos últimos anos de vida se declarou gay.

Aos 16, François recebeu um violão como prêmio por seu sucesso nos estudos e começou a compor canções. Um ano mais tarde, depois de aprender música e de alguns testes, a gravadora Vogue lhe ofereceu um contrato. O turbilhão dos anos 1960, que ela viveu entre Paris e Londres, fez o resto.

Françoise fascinou o público e a crítica. Apareceu em filmes, como “Grand Prix”, de John Frankenheimer, de 1966. “No entanto, eu preferia a música ao cinema”, ela contou. “A música e as canções me permitem penetrar a fundo em mim mesma e nos meus sentimentos, enquanto no cinema devo interpretar um papel, um personagem que pode ser muito diferente do que eu sou”.

Françoise atualmente devora obras de literatura e é amiga do romancista Michel Houellebecq, conhecido como um provocador. “O que distingue um escritor de um grande escritor é a originalidade e o estilo, e Houellebecq tem ambas as coisas”, ela disse.

Françoise gosta de escritores que podem despir-se de tudo sem perder o senso de humor. Em suas memórias, ela escreve sobre a eutanásia da mãe, a esquizofrenia da irmã e o assassinato do pai por um amante muito mais jovem do que ele.

“Escrever”, ela disse, “sempre foi para mim um mergulho profundo em mim mesma”.

Crespas, cacheadas, onduladas, trançadas: 11 penteados inspiradores do MTV Awards

A premiação na noite de sábado (17) reuniu uma série de penteados inspiradores para donas de cabelos que passam longe do liso escorrido
Por Anita porfirio (@NITAFP)

Na noite de sábado (16), astros das telinhas e das telonas se reuniram para a edição 2018 dos MTV Movie and TV Awards. Muito mais descontraído que em eventos como o Oscar ou o Globo de Ouro, o evento reuniu looks descolados e inspiradores para festas e mesmo para o dia a dia.

Entre tantas propostas de beleza, 11 convidadas chamaram a atenção por respeitar a textura natural dos próprios cabelos, fugir ao lugar comum dos eventos e se divertir com a beauté. Abaixo, nossas preferidas – salve já na pasta de inspirações!

gettyimages-976704586.jpg
Ashleigh Murray (Foto: Getty Images)

1. Ashley Murray
Tradicionais fios soltos, hidratados, repartidos ao meio. Como errar?


gettyimages-976700086
Amandla Stenberg (Foto: Getty Images)

2. Amandla Stenberg
Claro, o rabo de cavalo com amarração e muito volume é o protagonista do look. Mas repare também nos baby hairs desenhados na lateral do rosto.


Sem título.jpg
Zazie Beetz (Foto: Getty Images)

3. Zazie Beetz
Muito volume – muito! -, mas apenas para os lados. Ao longo do contorno do rosto, os fios foram abaixados e colados à cabeça com grampos. Update no clássico afro.


tessa (1)
Tessa Thompson (Foto: Getty Images)

4. Tessa Thompson
Jogue as tranças, Rapunzel! A atriz investiu nas tradicionais trancinhas, mas em versão supermaxi graças a apliques. Acentos com fios loiros dão dimensão ao look.


gettyimages-976791344
Storm Reid (Foto: Getty Images)

5. Storm Reid
Grampos não precisam ser escondidos. Aliás, às vezes eles podem ser o protagonista do penteado, como no caso de Storm, que finalizou o rabo de cavalo com prendedores dourados.


gettyimages-976706658
Zendaya (Foto: Getty Images)

6. Zendaya
Um wet look sem rigidez, a aposta da cantora foca nas raízes penteadas com gel e deixa o comprimento ondulado, livre, leve e solto.


Sem título.jpg
Chloe Bailey (Foto: Getty Images)

7. Chloe Bailey
Clássicos dreadlocks com um tchan a mais ao ser modelados ondulados e não retos. O arremate com argolinhas fininhas douradas eleva o look a outro nível de elegância.


Sem título.jpg
Halle Bailey (Foto: Getty Images)

8. Halle Bailey
O trbante de cetim preto pode ser descrito em uma palavra: chique. Apostar no tecido liso para cobrir os fios também permite brincar mais com as cores do look.


qq (1).jpg
Lena Waithe e Alana Mayo (Foto: Getty Images)

9 e 10. Lena Waithe e Alana Mayo
O moicano de Lena é uma verdadeira escultura de tão intrincado. Para chegar lá, aposte em microdreads e mantenha as laterais da cabeça raspadas. Já sua namorada, Alana, se apropriou do tradicional coque baixo e deu identidade ao look com tranças de raiz grossas que se unem na nuca.


gettyimages-976697470
Kim Kardashian (Foto: Getty Images)

11. Kim Kardashian
Kim volta e meia causa polêmica ao usar os cabelos trançados, o que pode ser visto como apropriação cultural. Enquanto o debate é válido, por que não virar o jogo e reapropriar o look apropriado? As trancinhas desenhadas dão aspecto gráfico ao visual e as madeixas que descem frente à orelha dão quê élfico ao conjunto.