Diretor Yann Gonzalez diz que filho de Johnny Depp e Vanessa Paradis tem ‘problema sério de saúde’

Atriz Vanessa Paradis, ex-mulher do ator, não compareceu à estreia de seu filme para cuidar do menino

914e52a91cc32be93a56784851fb9ff4
Ator Johnny Depp e sua ex-mulher Vanessa Paradis 

Ex-mulher de Johnny Depp, a atriz francesa Vanessa Paradis não compareceu à estreia de seu filme A Knife in the Heart na última terça-feira, 25, e o diretor do longa afirmou que ela estava cuidando do filho que está doente.

“Infelizmente, Vanessa Paradis não pôde estar aqui conosco esta noite. Ela teve de cuidar do filho que está com problemas sérios de saúde”, teria dito o diretor Yann Gonzalez durante o evento. As informações são da revista francesa Voici.

Johnny Depp e Vanessa mantiveram um relacionamento de 1998 a 2012. Eles tiveram a filha Lily-Rose, de 19 anos, e John Christopher Depp III, de 16 anos. O ator atualmente está em turnê pela Europa com sua banda The Hollywood Vampires.

Marie Claire Netherlands July 2018 Catriona Frean by Katelijne Verbruggen

c3140ee3c5d67bad1baad16ca343b0f9Photography: Katelijne Verbruggen . Styling: Anouk Van Griensven at Ncl-representation. Hair & Make-up: Suzanne Verberk at Ncl-representation. Model: Catriona Frean at Max Models.

Raica de Oliveira estrela capa do livro de fotógrafo alemão com ’23 das mais belas modelos do mundo’ nuas

A capa é estrelada pela piauiense Raica de Oliveira

Sem título
A modelo piauiense Raica de Oliveira foi escolhida para estampar a capa do livro

A receita do livro Nude In Nature, do fotógrafo alemão é simples: tops de vários países, como Rússia, Alemanha, África do Sul e Finlândia, foram clicadas nuas em locações paradisíacas nas ilhas de Chipre, Maiorca, Ibiza e Cidade do Cabo.

Entre as “23 das mais belas modelos do mundo”, como diz a própria publicação, está a piauiense de 33 anos, Raica de Oliveira, escolhida para estampar a capa do livro.

Stefan Imielski é um fotógrafo de moda que, antes de assumir o posto atrás das camêras, trabalhou dez anos como modelo e já clicou as modelos Ana Beatriz Barros, Isabeli Fontana e Bar Refaeli.

O livro Nude In Nature custa 120 euros e está à venda na Amazon.

15 destaques da Made, a feira anual de design autoral!

270618-made-nicole-tomazi-590x443
A coleção Genius Loci de Nicole Tomazi fala sobre pequenos produtores, fazer manual e o ritmo mais lento. E é linda!

Made – Mercado Arte Design 2018feira de design autoral, ocupa mais uma vez o prédio da Bienal de SP no parque Ibirapuera com uma programação quente. De hoje, 27/06, até 1/07, são mais de 100 expositores entre nomes nacionais e internacionais com direito a exposições sobre Philip Johnson (que trouxe o design industrial pra dentro de uma instituição de arte pela primeira vez no MoMA, em 1934) e Robert Stadler, austríaco que ganha o título de designer do ano. [Blog LP]

Made – Mercado Arte Design 2018
De 27/06 a 1/07, quarta a sexta das 13h às 21h; sábado das 12h às 21h; domingo das 12h às 19h (bilheteria até 18h)
Pavilhão da Bienal @ Parque Ibirapuera: av. Pedro Álvares Cabral, s/n, portão 3, entrada pela marquise do MAM-SP
Entrada gratuita

Meghan Markle usa Prada em evento com Harry e rainha Elizabeth

É a primeira vez que a duquesa de Sussex veste um modelo da grife italiana

1530112198631.jpg
Meghan Markle, príncipe Harry e rainha Elizabeth II durante o evento Queen’s Young Leaders  Foto: John Stillwell/Pool via Reuters

Meghan Markle se juntou à rainha Elizabeth II para mais um evento na última terça-feira, 27. A dupla, ao lado de príncipe Harry, participou de uma recepção no Palácio de Buckingham para celebrar a premiação do programa Queen’s Young Leaders [jovens líderes da Rainha]. Para a ocasião, a duquesa de Sussex escolheu um vestido rosa-claro da Prada, com botões, decote canoa e comprimento mídi. O modelo, feito sob medida para a atriz, marca a primeira vez que ela veste a grife italiana.

A cerimônia, que acontece anualmente, premia as conquistas de pessoas que estão fazendo a diferença no Reino Unido. Por lá, passaram também nomes como David Beckham e o ator Lenny Henry.

Príncipe Harry, que é embaixador da organização, fez um discurso para os 61 homenageados: “Junto com minha esposa, Meghan, estou ansioso para me reunir com os jovens da Commonwealth para ouvir suas ideais, trabalhar para construir plataformas para vocês e formar parcerias, além de continuar a me encontrar com muitos de vocês enquanto viajamos em nome da família real”, disse ele. “Também esperamos vê-los em ação em seus países natais”.

meghan-smiles-at-the-queen-a.jpg
Meghan Markle vestiu um vestido feito sob medida pela Prada Foto: John Stillwell/Pool via Reuters
ee478b815a4b971532eec2c12d6555bc
O evento premia jovens que estão fazendo a diferença no Reino Unido Foto: John Stillwell/Pool via Reuters

Conheça Yrsa Daley-Ward, a ‘poeta do Instagram’

Yrsa fala sobre seu livro de memórias e conta por que publicar poemas nas redes sociais é um serviço à poesia
Lovia Gyarkye, The New York Times

Sem título.jpg
‘Nós prestamos um serviço à poesia mundial’, afirmou Yrsa Daley-Warda falando do rótulo ‘poeta do Instagram’. Foto: Erik Tanner para The New York Times

Em abril, cerca de 70 pessoas se acotovelavam na livraria Strand do Club Mônaco, em Nova York, para uma sessão de leitura de poesias da modelo e escritora britânica Yrsa Daley-Ward. Minutos antes do início do programa, ela entrou calmamente e sentou-se diante do público em uma poltrona do tipo namoradeira.

“Acho que vocês precisam ouvir um poema sobre saúde mental”, disse, e então mergulhou em “Saúde Mental”, um dos poemas mais conhecidos de sua coleção de 2014, “Bone”, que vendeu mais de 20 mil exemplares.

Quando terminou, a sala explodiu em aplausos para a poeta, que, nos últimos cinco anos, vem confortando centenas de milhares de admiradores com seus poemas no Instagram. Yrsa, cujo livro de memórias, “The Terrible”, foi publicado recentemente pela editora Penguin Books, pertence a uma nova geração de escritores que usam as redes sociais para compartilhar seu trabalho, construir uma marca e formar um público.

Os criadores que integram a geração do milênio, que postam na internet obras visualmente agradáveis, são chamados de “poetas do Instagram”. Eles acrescentam imagens aos seus poemas, tiram fotos do texto escrito ou, no caso de Daley-Ward, filmam a tela do laptop enquanto escrevem.

Ao contrário de alguns de seus colegas, como Rupi Kaur e Cleo Wade, Yrsa é também um sucesso de crítica.

“Acho que no contexto da poesia do Instagram ela é um dos poetas mais interessantes”, afirmou Chris MacCabe, uma bibliotecária da National Poetry Library de Londres. “Ela tem muito mais textura e sutileza”.

“The Terrible” é um relato lírico e devastador que começa com a infância da poeta em Chorley, uma cidadezinha do norte da Inglaterra, onde ela arrastava sua existência entre a mãe solteira e os avós religiosos.

Cada capítulo fala da tensa relação com a mãe, da luta com a própria sexualidade e com sua educação em uma família de Adventistas do Sétimo Dia. A maior parte do livro trata de sua vida depois dos 12 anos, idade que marcou o início do “terrível” e da sensação de “afundar” – eufemismos com os quais ela descreve “a depressão, a ansiedade, pensamentos suicidas, a dependência das drogas”, como explicou.

Ela conta que sua primeira experiência sexual, aos 14 anos, foi agravada pela depressão (“Você tem um cheiro/ diferente. Um cheiro estranho/em você/ cheiro de homem. O homem deixou o seu cheiro; em toda a sua pessoa”). Ela escreve como se tornou modelo e como o estilo de vida a fez ingressar em um ciclo de festas, bebidas, sexo e drogas.

“Eu estava fugindo da desculpa da depressão”.

Mudou-se para a África do Sul, onde começou a assistir a leituras de poesia no Tagore, um clube de jazz da Cidade do Cabo. “The Terrible” se encerra neste momento, que a inspira a buscar a carreira de escritora. “A Cidade do Cabo tem uma magia própria, as montanhas, a névoa sobre a montanha e o céu azul”, observou, “algo nesta paisagem tem o poder de acalmar, é muito fácil para mim escrever lá”.

Seus fãs consideram seus poemas um instrumento de cura e se sentem fascinados por sua tendência a tratar de tópicos difíceis. “Muitos de seus poemas produzem aquela sensação, a captura repentina da verdade”, escreveu em um e-mail Florence Welch da banda Florence + The Machine.

À pergunta sobre o rótulo de “poeta do Instagram”, ela sorriu.

“Estamos prestando um serviço ao mundo da poesia”, afirmou. “Acho que é uma coisa maravilhosa alguns poetas agora compartilharem seu trabalho online, porque ele pode chegar às mãos de pessoas de identidades diferentes e fazê-las sentir como se aquela fosse a sua voz”.

Diego Dzodan vai deixar liderança do Facebook na América Latina

O executivo ocupava o posto de vice-presidente da rede social e do Instagram há três anos

Sem título.jpg
Diego Dzodan anuncia saída da vice presidência do Facebook

O executivo argentino Diego Dzodan anunciou nesta quarta-feira, 27, que não será mais responsável pela vice presidência do Facebook para a América Latina. O executivo disse em nota que ainda ficará na rede social por alguns meses, tempo que estima ser necessário para a transição. A empresa ainda não divulgou quem ficará no lugar de Dzodan.

Em um anúncio oficial, Dzodan disse que vai se dedicar a startup de tecnologia Faci.ly criado pela sua esposa, que até então ele atuava apenas como investidor.

O app conecta clientes e profissionais de beleza nas áreas de pedicure, manicure, design de sobrancelhas e depilação e deve ampliar seus serviços fazendo entregas em geral, um modelo parecido com a startup de entregas rápidas, Rappi.

Segundo o Facebook, a empresa está procurando no mercado e dentro da companhia possíveis candidatos para o cargo de vice-presidente de América Latina, mas que o nome ainda não foi definido.

Dzodan esteve à frente das operações regionais do Facebook e do Instagram nos últimos três anos. Antes disso, ele já tinha mais de duas décadas de experiências em empresas de tecnologia tradicionais internacionais.

O executivo ficou conhecido em 2015, após ter sido preso quando a rede social se negou a entregar informações sobre conversas de seus usuários que seriam usadas em investigações da Polícia Federal.

A saída do executivo acontece em um momento delicado para o Facebook, que faz reestruturação desde maio deste ano. As mudanças foram impulsionadas principalmente pelos escândalos envolvendo a privacidade de dados da rede social.

No Brasil, uma investigação está sendo feita pelos promotores do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDF) sobre um possível uso de dados ilícitos de usuários brasileiros do Facebook pela consultoria Cambridge Analytica. [Mariana Lima]

The Sunday Times Style June 2018 Hana Jirickova by Marcus Ohlsson

7abb68c93c611d3c4a448185516cb1e4.jpgPhotography: Marcus Ohlsson at D+V Management. Styled by: Karl Plewka. Hair: Ali Pirzadeh. Makeup: Wendy Rowe. Model: Hana Jirickova.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Factice Magazine Junho 2018 Jassira Pinto by Leah Band

df822760d33a5bd6d65cf9cd55543a4a.jpgPublication: Factice Magazine. Photographer: Leah Band. Stylist: Rachele Edson. Hair & Makeup: Jo Gillingwater. Model: Jassira Pinto.