Ex-modelo Amanda Cazalet que beijou Madonna no clipe de “Justify My Love” revela que foi “stalkeada” pela cantora

f3c747667b75294c8f57fad272ae15c9
Madonna e Cazalet na cena polêmica, e a ex-modelo em foto recente || Créditos: Reprodução

Que atire a primeira pedra quem nunca deu aquela stalkeadinha básica em um crush. Mas saber que até Madonna já se submeteu a isso é no mínimo chocante, o que explica o fato de que uma revelação feita por uma ex-modelo que contracenou com a material girl no polêmico clipe de “Justify My Love” está dando tanto o que falar.

A história é a seguinte: Amanda Cazalet, que já foi musa de Jean Paul Gaultier e foi descoberta por olheiros de Madge quando participava de um desfile do estilista, foi contratada para atuar no vídeo lançado em 1990 e cuja cena mais “hot” é justamente aquela na qual aparece beijando Madge de maneira apaixonada.

Em uma entrevista que deu para o “The Sun On Sunday”, ela conta que encarou o trabalho como apenas mais um, porém sua co-star famosa aparentemente teve uma experiência bem diferente. “Madonna ficou obcecada por mim[depois que contracenamos]”, disse ao jornal inglês.

Dona do corpo que inspirou Gaultier a criar o frasco de seu perfume mais icônico, o “Intense”, Cazalet até recentemente tinha vários bilhetinhos calorosos que recebeu da popstar para comprovar o que falou, porém os vendeu em um leilão no mês passado por £ 37 mil (R$ 183,1 mil).

Em um dos bilhetes, Madonna se derrete em elogios e a chama de “a mulher mais bonita do mundo”, e ainda revela estar sofrendo por sua causa. “Por que você não me liga? Onde você está? Você é mais difícil de que conquistar do que o Papa! Estou doida pra te beijar de novo!”, reclamou a cantora.

Detalhe: isso tudo aconteceu quando Cazalet estava casadíssima e grávida. “Eu sei que você é comprometida e não posso explicar minha atração, mas está aí”, confessou Madonna em outro bilhete, sendo que todos foram escritos em papel timbrado com seu nome e caneta vermelha.

Gravado no hotel Royal Monceau de Paris e dirigido por Jean-Baptiste Mondino, o beijo gay de “Justify My Love” foi um escândalo na época, quando Madonna veio a público para se revelar bissexual (Cazalet também se dizia bissexual naqueles tempos), mas foi um sucesso estrondoso.

Para Cazalet, hoje com 59 anos, as coisas são vistas sob outro ângulo atualmente. “Quando tudo rolou, eu não me senti ofendida. Mas analisando bem, acho que se trata de alguém que tirou proveito de mim – Madonna era minha chefe [naquela ocasião]!”, a ex-modelo disse ao “The Sun On Sunday”. [Anderson Antunes]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s