Receita da dona do Google sobe 26% no segundo trimestre

Empresa teve resultado positivo e avaliação de mercado chegou a US$ 870 bilhões após o fechamento do mercado; gigante de tecnologia foi impactada por multa da União Europeia

pichai
Sundar Pichai é presidente do Google

A Alphabet, dona do Google, anunciou nesta segunda-feira, 23, lucro de US$ 3,2 bilhões no segundo trimestre do ano. Apesar de a cifra mostrar uma queda de 9,3% em relação ao mesmo período de 2017, o resultado foi recebido com entusiasmo, pois os ganhos já descontam a multa bilionária – de ¤ 4,34 bilhões – aplicada pela União Europeia (UE) à gigante americana da tecnologia.

Sem o impacto gerado pela sanção na Europa, o resultado da Alphabet seria positivo em US$ 8,3 bilhões, o que representaria um avanço de 134% sobre o ano passado.

A dona do Google vai recorrer da decisão. A UE acusa a empresa de concorrência desleal com o sistema operacional Android. A Alphabet é acusada de alavancar seu poder de mercado ao encorajar fabricantes de smartphones a instalar previamente aplicativos e serviços da empresa nos dispositivos.

Euforia na Bolsa. No início da noite, os papéis da companhia operavam em alta de mais de 3% após o fechamento do mercado na bolsa de tecnologia Nasdaq. Com a valorização, a avaliação de mercado da Alphabet chegou à casa de US$ 870 milhões – um número expressivo, mas não o suficiente para fazer a empresa entrar na corrida para ser a primeira a alcançar a marca de US$ 1 trilhão.

A expectativa é de que a Apple (avaliada hoje em US$ 940 bilhões) e a Amazon (US$ 874 bilhões) possam conquistar o status nos próximos dias, após revelarem seus resultados entre abril e junho.

A holding que controla o Google teve receita para o período entre abril e junho de 2018 alcançou US$ 32,7 bilhões, crescimento de 26% ante o mesmo período do ano passado. A maior parte do faturamento veio da expansão das receitas com publicidade, que chegaram a US$ 28 bilhões, alta de 23% ante igual período de 2017.

Outras Receitas. Outro segmento da Alphabet que se destacou neste trimestre foi a área de Outras Receitas, que inclui todas as divisões da companhia que não são o Google – entre elas, estão a Waymo, de carros autônomos, e a Verily, de ciências da vida.

A área teve US$ 145 milhões em faturamento entre abril e junho de 2018, em crescimento de 49,4% contra o mesmo período de 2017. O prejuízo da área, porém, também aumentou 15%, indo para US$ 732 milhões. Além das divisões, o segmento também inclui apostas para o futuro do Google, como os balões de internet (o Loon Project) e o laboratório secreto da empresa, o X.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s