‘A ferramenta de trabalho do futuro precisa ser diferente’

Para Codorniou, um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do Workplace, a rede social é uma das formas de atrair os jovens para o mercado de trabalho

XVm2uyz__400x400
Julien Codorniu, vice-presidente do Workplace, rede social do Facebook para empresas. 

Há sete anos no Facebook, o francês Julien Codorniou é um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do Workplace. Para ele, a rede social que ajudou a desenvolver é uma das formas de atrair os jovens para o mercado de trabalho – acostumados com Facebook e WhatsApp, eles buscam ferramentas tão boas quanto dentro das empresas. A seguir, os principais trechos da entrevista.

Afinal, o que é o Workplace? 
Somos uma startup que funciona dentro do Facebook. Acreditamos que todos devem conversar dentro das empresas, dos funcionários ao presidente. Precisamos dar voz a todos. Hoje, vivemos num mundo móvel: muitas pessoas não têm e-mail, mas têm celulares, e é por meio deles que podemos conectar todo mundo.

Por que dar voz é importante? 
Recentemente, lançamos o serviço em uma varejista na América Latina. Durante a implementação, ouvi algo interessante da presidente da empresa: ‘é possível que um futuro presidente da companhia seja uma pessoa que hoje é vendedora de loja. Se ela não tiver um e-mail, eu posso não conhecê-la’. Com o Workplace, os executivos se tornam figuras mais acessíveis, ao mesmo tempo em que é possível celebrar vitórias dos funcionários.

Mas o e-mail não faz isso? 
A nova geração de funcionários quer ferramentas interessantes. Eles cresceram com WhatsApp e Facebook, esperam algo tão bom quanto eles quando trabalham. Hoje, ainda há ferramentas antiquadas. Pense quando você abre o Word. O que você vê? Um papel em formato retangular, como uma folha A4. Por que precisamos formatar nossas ideias dessa maneira? A ferramenta de trabalho do futuro precisa ser diferente.

Os e-mails vão desaparecer? 
Não. Mas, quando uma empresa adota o Workplace, as pessoas mandam menos e-mails e conversam mais. Vendedores em uma loja, por exemplo, podem mandar fotos da sua vitrine para ajudar quem está em outra cidade. É simples, mas afeta a produtividade.

As pessoas não confundem o Workplace com o Facebook?
Não, porque o conteúdo é diferente. No Facebook, você vê fotos da família e dos seus amigos. No Workplace, você vê seu chefe e os seus colegas.

Como o caso Cambridge Analytica afetou a plataforma? 
Não vimos nenhum impacto significativo. Mas falamos com os clientes: eles queriam saber o que tínhamos a dizer, mas também sabem que o Workplace e o Facebook são plataformas diferentes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s