Letitia Wright, de Pantera Negra, estrelará peça escrita por Danai Gurira

Dupla atuou junta no filme da Marvel Studio

59774d32f2d02.image
Danai Gurira e Letitia Wright – San Diego Comic-Con 2017

Danai Gurira Letitia Wright, respectivamente a Okoye e Shuri de Pantera Negra, se reunirão em uma nova produção – no teatro, dessa vez. A informação é do Playbill.

Trata-se de uma nova versão de The Convert, aclamada peça escrita por Gurira em 2012. A trama se passa em Rodésia, no Zimbabwe, no ano de 1896, e acompanha Jekesai (Wright), uma jovem mulher que passa a trabalhar para o padre católico Chilford, na esperança de fugir de um casamento forçado. Chilford aproveita a oportunidade para convertê-la, mas a salvação de Jekesai terá um preço.

A direção é Ola Ince, e a peça estará em cartaz no teatro Young Vic, de Londres, entre 7 de dezembro de 2018 e 26 de janeiro de 2019.

Tanto Gurira quanto Wright devem reprisar seus papéis no universo Marvel em Vingadores 4, que tem estreia marcada para 2 de maio de 2019.

Paulina Porizkova for ELLE Czech October Issue by Andreas Ortner

Sem título.jpgPhotography: Andreas Ortner at SCHIERKE Artists. Stylist: Zuzana Kanisova. Hair: Stolen Salon. Makeup: Ivana Tokarska. Model: Paulina Porizkova.

Bilheteria EUA: O Predador, A Freira, Um Simples Favor, White Boy Rick, Podres de Ricos

Filme de Shane Black desbancou A Freira no fim de semana

pY74dCjJ0ZsO Predador, novo filme da franquia clássica comandado por Shane Black, chegou destruindo tudo nos Estados Unidos. O primeiro fim de semana do longa da 20th Century Fox estreou em primeiro, arrecadando US$24 milhões. Isso coloca o filme muito próximo de bater o recorde da franquia, liderado por Predadores, que abriu com US$24,7 milhões em 2010. Passou perto.

Já A Freira, o derivado de Invocação do Mal que dominou a semana passada, desceu para o segundo lugar. Mesmo assim, tirou US$18,2 milhões no seu segundo fim de semana em cartaz.

Em terceiro lugar vêm Um Simples Favor, novo filme de Paul Feig(Arrested Development). O primeiro final de semana rendeu US$16 milhões.

Outra estreia ocupa o quarto lugar: White Boy Rick, estrelado por Matthew McConaughey, arrecadou US$8,8 milhões em sua abertura.

Por fim, Podres de Ricos continua rendendo: o longa arrecadou US$8,7 milhões. Considerando que o filme já está na sua quinta semana em cartaz, e já faturou US$149,5 milhões em cima de um modesto orçamento de US$30 milhões, o valor continua sendo expressivo.

Esquadrão Suicida 2 | Primeira versão do roteiro está pronta

Todd Stashwick afirmou que continuação será divertida e aprofundará os personagens

esquadrao 627142-970x600-1 (1) certoEsquadrão Suicida 2 está mais próximo de acontecer. Falando ao Discussing Film [via Comic Book], o coroteirista Todd Stashwick afirmou que o roteiro já está pronto: “Terminamos a primeira versão e realmente estou orgulhoso dela“, falou.

Stashwick ressaltou que não pode dar detalhes adicionais, mas garantiu que a ideia “é contar uma história divertida e aprofundar os personagens“. Por fim, o roteirista se disse grato por poder trabalhar com uma propriedade da DC: “São ótimos personagens que eu lia, e esses são filmes muito prazerosos. Amo os filmes da Marvel, mas a oportunidade de ser convidado a trabalhar em um projeto pelo qual sou apaixonado é uma meta de vida concluída.

Recentemente, Esquadrão Suicida 2 foi adiado por conta da agenda de Will Smith (Pistoleiro) com Bad Boys for Life Bright 2. O primeiro tem lançamento previsto para 17 de janeiro de 2020 e deve começar a ser rodado em breve. Já Bright 2 não tem data de estreia definida, mas Evan Spiliotopoulos (O Caçador e a Rainha do GeloA Bela e a Fera) foi contratado pele Netflix em maio para cuidar do roteiro.

Gavin O’Connor, anunciado como diretor de Esquadrão Suicida 2, também tem uma série de projetos pela frente, incluindo uma nova versão de Besouro Verde.

Jardim vertical: como fazer a manutenção

Algumas práticas fazem toda diferença para manter seu jardim lindo e saudável
Por Marina Paschoal I Foto: Divulgação

Sem título.jpgjardim vertical transforma o clima de qualquer espaço, seja em apartamentos pequenos ou em casa. “Uma parede verde é a solução para quem busca qualidade de vida e traz benefícios acústicos, térmicos e sem contar a qualidade estética”, observa a arquiteta paisagista Rafaela Novaes. Apesar de algumas regras serem específicas para ambientes internos e externos, existem dicas gerais que fazem toda a diferença no momento da manutenção dos jardins verticais. “Acompanhar se as espécies estão se adaptando e desenvolvendo bem, e fazer a limpeza de folhas mortas, por exemplo, é muito importante”, explica a paisagista Rayra Lira Araújo, da JLira Green Life.

poda em jardins verticais é o segredo para um jardim bonito. Por isso, no momento da poda, é importante saber o que tirar e o que deixar para estimular o crescimento saudável da planta. “Sugiro uma poda a cada 45 dias. Desse jeito fica muito mais fácil manter as plantas”, Rafaela indica. Além disso, segundo Rayra, é importante respeitar o contorno de cada espécie, desde onde ela começa, até o seu final. “Não permitir que outras plantas cresçam no meio da vegetação faz parte também, já que passarinhos podem acabar levando sementes de outras espécies para o jardim”, ela explica. Essa limpeza também consiste na retirada de folhas e flores secas, para que elas não tomem o espaço das novas.

As regas na medida certa também são fundamentais para o desenvolvimento da vegetação, já que tanto a falta, como o excesso de água são ruins para as plantas. Deste modo, Rafaela indica fazer o teste do dedinho. “Coloque o dedo cerca de 2 cm abaixo da superfície. Se sair limpo, precisa de mais água. Se ficou sujo de terra, diminua a quantidade de água. O correto é sentir o substrato úmido, com um certo frescor e seu dedo sair seco, apenas com algum resquício”, ela explica.

E por falar em substrato, diferente do que a maioria imagina, um dos segredos para o sucesso do jardim vertical é a escolha do produto certo. “A terra comum permite o nascimento de muito mato, além de ser bem pesada para esse tipo de jardim”, Raya esclarece. O uso do produto incorreto também pode acabar impedindo o crescimento das raízes e a infiltração de água. Por isso, preste atenção no momento da compra, pois existem os produtos específicos para o jardim vertical.

Adubar também é uma etapa fundamental que, quando feita de maneira correta combinada à irrigação, garante plantas saudáveis. “Existem produtos que vão liberando gradativamente pequenas quantidades de adubo quando em contato com a água, durante até um ano. Acho uma ótima opção para quem busca facilidade e quer um jardim bonito”, Rafaela indica.

Você pode optar por tipos diferentes de vasos ou suportes para o seu jardim vertical. Apesar de ter instalação demorada, trabalhosa e custo mais alto, os blocos cerâmicos são a opção mais duradoura. Os vasos meia-lua são mais rápidos de colocar, mas fique ligado no tempo de uso, pois eles precisam ser trocados periodicamente. As mantas são uma boa alternativa, mas exigem sistema de irrigação mais elaborado. Os palets de madeira são opções para quem procura por projetos diferentes. “Não existe o melhor, o que existe é o sistema ideal para cada ambiente e projeto específico”, Rafaela finaliza.

Alexandre Dumas inspira hotel em Paris

Decoração do Hotel Monte Cristo propõe passeio pelo universo do autor
Por Adriana Mori I Fotos: Christophe Bielsa/ Divulgação

hotel-monte-cristo-paris04Hotel Monte Cristo é sofisticação em estado puro, a começar por seu tema central: Alexandre Dumas e o Conde de Monte Cristo, uma de suas obras mais famosas. As viagens do herói e os universos do autor francês de pai nascido no Haiti são exóticos, exuberantes e cheios de detalhes, povoados por personagens bastante peculiares. Traduzidos para o hotel, tornam-se um convite para viajar (ou revisitar) no livro, seja pelos lounges ao melhor estilo francês em tons terrosos, pelos padrões orientais onipresentes ou pelos 50 quartos que contam, cada um a seu modo, um pouco da vida e principais inspirações de Dumas.

Instalado em um prédio do século XIX totalmente reformado no 5º Arrondissement e aberto no verão europeu deste ano, faz parte do grupo Les Hoteliers Impertinents, de Michel Delloye e Florian Bitker. Os interiores ficaram a cargo das decoradoras Delphine Sauvaget e Pauline d’Hoop, que assinam também o design dos móveis e objetos de iluminação, criados especialmente para o hotel e fabricados na Índia, Itália e Portugal. Essa modernidade se entrelaça ao ambiente de época original, proporcionado pelas mais de 200 peças garimpadas por Del´phine e Pauline em antiquários e mercados de pulgas.

Nas paredes e teto, os quadros, retratos e murais foram pintados à mão por Christoff Debusschere e seguem um guia de cores e temas criado para o Monte Cristo. Também exclusivas são os tecidos, tapetes e papeis de parede, criados pelo Atelier Deux-Cé. Inesperada, a piscina de 15 metros ocupa o subsolo, inserida em um oásis oriental revestido com zellij marroquino. Já no térreo, o Le 1802, primeiro bar de rum de Paris, rende homenagem às raízes caribenhas de Dumas. Arremates caprichados para uma imersão de respeito.

Zoey Grossman for ELLE US September 2018 with Elsa Hosk

Sem título.jpgPhotography: Zoey Grossman. Styling: Charles Varenne. Hair: Shin Arima. Makeup: Tyron Machhausen. Model: Zoey Grossman.

Four Seasons Magazine Fall 2018 Alicia Herbeth by Enrique Badulescu

Sem título.jpgPhotography: Enrique Badulescu. Fashion Stylist: Christine de Lassus. Hair Stylist: Leonardo Manetti at See Management. Makeup Artist: Deanna Melluso at See Management. Photo Assistant: Kyle Rudd. Digital Operator: John Saponara. Stylist Assistant: Pedro Rodrigo Gonzalez. Model: Alicia Herbeth at Supreme.

Stephan Lisowski for ELLE Ukraine September 2018 with Mariia Zubtsova

Sem título.jpgPhotography: Stephan Lisowski. Style by: Nataliia Osadchaya. Hair: Lera Gornostay. Makeup: Tina Antonenko. Model Mariia Zubtsova.