Sama’ Abdulhadi | Boiler Room Palestine

Sua estréia na Boiler Room em território nacional é a rainha techno da Palestina Sama ‘Abdulhadi.

Elon Musk é forçado a deixar a presidência do conselho da Tesla

Executivo, no entanto, segue como CEO da fabricante de veículos. Ele foi acusado de fraude na bolsa por conta de post no Twitter.

Elon Musk
Elon Musk, fundador da Tesla 


O presidente da TeslaElon Musk, e a agência reguladora do mercado nos Estados Unidos (SEC) chegaram a um acordo neste sábado (29), e Musk concordou em deixar o cargo de chefe do conselho de administração da empresa.

Ele foi acusado de fraude na bolsa, por um post no Twitter. Na última quinta-feira (27), a agência alegou que ele induziu investidores ao errono mês passado, ao tuitar que poderia tirar a montadora da bolsa.

Na última sexta-feira, o canal de notícias CNBC afirmou que Musk e a SEC não haviam chegado a um acordo.

O comunicado emitido pela SEC neste sábado detalhou outras medidas para encerrar o processo por fraude. O acordo ainda precisa ser confirmado pelo tribunal.

Além de deixar o comando do conselho, Musk ficará inelegível para o cargo por três anos, mas poderá continuar como CEO da fabricante de veículos elétricos. A presidência será ocupada por uma pessoa independente.

A Tesla também deverá indicar dois novos conselheiros independentes para seu conselho, além de implementar controles e procedimentos adicionais para supervisionar as comunicações de Musk, sobretudo os tweets.

Musk e Tesla também terão que pagar uma multa de US$ 20 milhões, cada. A quantia será distribuída aos investidores prejudicados.

Sonia Rykiel é a primeira estilista a emprestar seu nome para uma rua parisiense

A homenagem foi concedida pela prefeita Anne Hidalgo

sonia_rykiel_2
Sonia Rykiel (Foto: Reprodução)

Amoda está, literalmente, nas ruas! Como forma de homenagem ao seu legado na moda, a estilista Sonia Rykiel (1930-2016) ganhou uma rua com seu nome. A decisão foi tomada no ano passado pelo conselho regional e oficializada neste sábado (29), durante o desfile do verão 2019 da marca no espaço.

Figura icônica de Saint-Germain-des-Prés, Rykiel empresta seu nome para um beco em pleno Boulevard Raspail, entre as ruas de Cherche-Midi e Rennes, o mesmo local onde acontece um famoso mercado de alimentos orgânicos semanalmente aos domingos. A decisão histórica foi tomada pela prefeita Anne Hidalgo, que também estava presente para celebrar a novidade.

Vingadores: Guerra Infinita | Tessa Thompson confirma situação da Valquíria

Atriz falou sobre como ação de Thanos afetou sua personagem

Tessa+Thompson+2018+MTV+Movie+TV+Awards+Arrivals+q4UQLG0FwWjl.jpg
Tessa Thompson Photos Photos – 2018 MTV Movie And TV Awards


Thanos (Josh Brolin) não teve piedade em Vingadores: Guerra Infinita e eliminou metade do universo com um estalar de dedos. Os espectadores acompanharam o destino da maioria dos personagens, mas o que aconteceu com alguns, como a Valquíria de Tessa Thompson, ficou na imaginação do público. Para sanar a dúvida, a própria atriz falou sobre o assunto em sua conta oficial de Twitter. (via CBR)

Não, ela está inteira e prosperando“, disse a atriz em resposta a um fã que perguntou no Twitter se a personagem havia sido desintegrado no final do longa, dando a entender que Valquíria não só sobreviveu como está se beneficiando de alguma forma do caos instaurado por Thanos.

Vingadores: Guerra Infinita já está disponível em VOD e em Blu-ray e DVD. Vingadores 4 está marcado para 2 de maio de 2019. [Rafael Gonzaga]

A Celine de Hedi Slimane é para os millennials!

celine-desfile63-400x600A expectativa pela estreia de Hedi Slimane na Celine era grande, a marca fez todo um mistério sobre o assunto e várias mudanças: abandonou o acento no “e” e apresentou sua nova logo (clica aqui pra ver), apagou todas as fotos do insta e começou a divulgar algumas imagens de campanha (bem parecidas com a era de Hedi na Saint Laurent) no próprio Instagram e pelas ruas! Ou seja, deixaram todo mundo bem ansioso pro que estava por vir!

Como o próprio estilista comentou em entrevista, “você não entra numa casa de moda pra imitar seu predecessor, muito menos pra pegar a essência do trabalho dele, seus códigos e elementos de linguagem. E o objetivo também não é ir pro caminho contrário. Isso seria um erro de interpretação. Respeito significa preservar a integridade de cada indivíduo, reconhecendo as coisas que pertencem a outra pessoa com honestidade e discernimento” (clica aqui pra ver outros trechos da entrevista) – então a gente já imaginava que ele não seguiria a linha de Phoebe Philo!

E realmente ele não seguiu: a coleção desfilada parece uma continuação do trabalho que Hedi fazia na Saint Laurent! A marca está voltada pra nova geração e vendas, e disso o estilista entende! A coleção, intitulada de “Paris La Nuit” (Paris à Noite), é feita pra noite e praticamente inteira preta, com apenas alguns looks metalizados! As obras de arte de Christian Marclay aparecem nas estampas e bordados e o destaque fica por conta da alfaiataria masculina, que na verdade é unissex e aparece em versão skinny e descolada, o voillet (véu que as modelos estão usando), vestidos supercurtos com silhuetas dos anos 80 e brilhos e os ombros bem grandes e marcados! Mas fica a pergunta: a cliente que curtia o trabalho da Phoebe, como fica? [Lilian Pacce]

Conheça os móveis ‘matemáticos’ do designer Samuel Lamas

Formado em arquitetura na Itália, profissional desenvolve móveis onde a geometria funciona como elemento-chave

1538167044112
Poltrona modelo ‘Sandra’ Foto: Haruo Mikami

Estrutura, sustentação e equilíbrio. Valores intrinsecamente ligados ao universo da construção civil encontram plena expressão nos móveis desenhados pelo arquiteto Samuel Lamas. Natural de Brasília, onde mantém seu estúdio de criação nas áreas de arquitetura, engenharia e design, Lamas é graduado pela Università degli Studi di Roma e traz em seu currículo uma passagem, em 2006, pelo escritório do arquiteto austríaco Massimiliano Fuksas. Autor, entre outras obras, da gigantesca sede da Fiera Milano, em Rho-Pero, construído, basicamente, com aço e vidro. “Quando olhamos o aço, reconhecemos o aço. Quando olhamos a madeira, reconhecemos de imediato sua natureza, sem subterfúgios. Quer se trate de um móvel ou de um edifício, me agrada ver os materiais se expressando de forma autêntica”, conforme ele afirmou nesta entrevista ao Casa. [Marcelo Lima]

1538167044111
O designer Samuel Lamas na poltrona Sônia e, acima, o modelo Sandra Foto: Haruo Mikami

É possível conciliar lógica matemática e conforto em um mesmo móvel? 
Acredito que sim. Desde, claro, que as equações capazes de gerar o desenho da peça estejam subordinadas às leis da ergonomia. Existe sempre uma altura ideal de assento para uma determinada profundidade e inclinação de encosto e cabe ao designer cuidar para que essas relações sejam observadas. As poltronas Bia, Sandra e Helena, por exemplo, possibilitam a mesma função: o sentar. Elas possuem diferentes volumetrias mas, ao menos do ponto de vista estrutural, são resultantes de operações geométricas similares, que envolvem múltiplos e submúltiplos de quadrados.

Em sua atual coleção para a Quadra você diz pretender que os materiais se expressem de forma autêntica. O que isso significa?
Um material só pode revelar seu potencial máximo, a verdadeira expressão da sua natureza, quando é percebido em seu aspecto genuíno e dimensionado de forma coerente. A pergunta que normalmente me coloco ao projetar é: quanto material é essencialmente necessário e quais ações devem ser realizadas para garantir solidez, beleza e utilidade ao móvel? Na poltrona Sandra, por exemplo, usei um perfil metálico mais robusto na estrutura principal para permitir um movimento mais suave do encosto. O desenho dela sugere fluidez e a amarração entre os perfis garante a estabilidade. O mesmo acontece na Helena, outro móvel onde procurei alcançar máxima leveza sem comprometer a funcionalidade.

Você antes fabricava móveis de forma artesanal. Como foi a transição para o industrial?
A loja Quadra, de Brasília, selecionou alguns designers para compor o acervo de sua nova loja. Eles gostaram da linguagem de meus trabalhos e sugeriram a padronização de alguns detalhes no sentido de viabilizar sua produção industrial. Entrei em contato com a fábrica Studio Mais, em São Paulo, e eles toparam trabalhar em parceria. Desenvolvemos os protótipos ao longo de um ano e lançamos a coleção este mês. O que mudou? Além do aumento na capacidade de produção, o melhor acabamento na pintura, nas soldas e na tapeçariasão evidentes. Mas não apenas. Alguns ajustes, conduzidos em fábrica, contribuíram, e muito, para ampliar o conforto das peças.

Lady Gaga diz que personagem de ‘Nasce uma Estrela’ não é nada parecida com ela

Em seu primeiro papel no cinema, ela faz uma cantora que tem um romance comum astro country, interpretado por Bradley Cooper
Lisa Keddie – Reuters

270918-gaga-02-590x552
Lady Gaga no tapete vermelho da premiere de ‘Nasce uma estrela’, em Londres


Londres – A performance de Lady Gaga como uma aspirante à cantora que atinge a fama no longa Nasce uma Estrela pode parecer ter sido inspirada em sua própria jornada ao sucesso, mas Gaga diz que nada poderia ser mais diferente da verdade.

Em seu primeiro papel no cinema, a musicista nova-iorquina responsável por hits como Born This Way e Bad Romance interpreta uma cantora chamada Ally que tem um encontro casual e um intenso romance com o astro country Jackson Maine, interpretado por Bradley Cooper.

“Quando decidi que eu realmente queria me tornar artista, cantora, compositora, quando eu tinha 19 anos, eu fui atrás disso correndo. Eu estava arrastando meu piano por Nova York, abrindo portas e eu realmente acreditava em mim”, disse Gaga à Reuters Television em um tapete vermelho em Londres.

“Ally não é assim. Ally desistiu completamente de si mesma. Ela está nos seus 30 e poucos anos, está cansada da indústria da música, de pessoas que dizem que ela não é linda o bastante, que ela não vai conseguir. É o amor de Jackson por ela que a traz de volta à vida”, disse.

Gaga, de 32 anos, ficou famosa há 10 anos, com seus hits dançantes, roupas provocativas e palcos de shows elaborados que a trouxeram seis prêmios Grammy.

Seu desempenho em Nasce uma Estrela rendeu críticas empolgadas e ela já está sendo considerada como uma potencial indicada a prêmios como Globo de Ouro e Oscar. Mas, nesta quinta, 27, Gaga dispensou os elogios. “A recompensa para mim está na experiência artística de criar esse filme. Tudo que podemos esperar é que o filme toque as vidas das pessoas”, disse.

Nasce uma Estrela, que também é dirigido por Cooper, estreia mundialmente em 3 de outubro.

Monstro do Pântano | Jennifer Beals se junta ao elenco de série da DC

Série é prevista para 2019

Jennifer+Beals+Suits+Pantsuit+kv6WxUsUcD8l
Jennifer Beals


Após a escalação de Derek Mears no papel titular, a série do Monstro do Pântano, a DC confirmou a adição de Jennifer Beals ao elenco. (via Variety)

Beals, que é mais conhecida por seu papel no clássico cult Flashdance de 1983, assumirá o papel de xerife Lucilia Cable, descrita como “dura e pragmática, a devoção ferrenha de Cable a seu filho, Matt, é rivalizada apenas por seu dever jurado de servir e proteger a cidade de Marais. Como a comunidade que ela dedicou a sua vida à defesa é assolada por forças estranhas, ela deve dobrar seus esforços para salvaguardar a todos que ama”.

Baseada nas HQs de Len Wein e Nernie Wrightson, a trama acompanhará Abby Arcane, uma pesquisadora da Coordenadoria de Controle de Doenças que precisa investigar um vírus originado de um pântano em Houma, Louisiana, com a ajuda do cientista Alec Holland. Quando Holland some misteriosamente, a cidade é então tomada por forças poderosas com o objetivo de explorar as peculiaridades do pântano, o que faz Arcane perceber que talvez seu colega e interesse romântico não tenha desaparecido – e sim se tornado um protetor monstruoso.

O projeto será roteirizado por Mark Verheiden (ConstantineAsh vs. Evil Dead) e Gary Dauberman (It: A Coisa), com produção pela Atomic Monster, a produtora de James Wan (Invocação do Mal). Wan assumirá a produção executiva ao lado de Verheiden, Dauberman e Michael Clear (Quando as Luzes se Apagam). A direção do piloto será de Len Wiseman, criador da franquiaAnjos da Noite.

A série de TV do Monstro do Pântano é prevista para 2019 e será lançada no DC Universe, serviço de streaming da DC que também terá seriados dos Novos TitãsArlequina Justiça Jovem.

Julianne Moore for Porter Magazine Winter 2018 by Camilla Akrans

Sem título.jpgPublication: Porter Magazine. Photography: Camilla Akrans. Styling: Cathy Kasterine. Hair: Ken Paves. Makeup: Elaine Offers Woulard. Model: Julianne Moore.