Facebook anuncia novo dispositivo de chamadas de vídeo

A ideia do novo produto, segundo a empresa, é conectar amigos e família, como se estivessem conversando no mesmo ambiente; as vendas nos Estados Unidos começarão em novembro

portal_light_duo
Novo dispositivo de chamadas de vídeo do Facebook possui câmera equipada com inteligência artificial

O Facebook anunciou nesta segunda-feira, 8, o primeiro hardware com a sua marca: um dispositivo para chamadas de vídeo disponível em duas versões, o Portal e o Portal Plus. A ideia do novo produto, segundo a empresa, é conectar amigos e família, como se estivessem conversando no mesmo ambiente.

O dispositivo é parecido com a caixa de som inteligente Echo Show da Amazon. O Portal comum tem tela de 10 polegadas, enquanto a versão Plus tem 15 polegadas. Os dois aparelhos serão vendidos, respectivamente, por US$ 199 e US$ 349. As vendas começarão em novembro nos Estados Unidos. Ainda não há previsão para lançamento no Brasil.

Equipado com câmera e microfone, o Portal pode ser usado para conversar com outros usuários do aparelho, ou então qualquer pessoa que possua Facebook ou Facebook Messenger.

As duas versões do produto possuem uma câmera de 12 megapixels. Um dos destaques dos aparelhos são os recursos de inteligência artificial. A câmera, por exemplo, acompanha os movimentos do usuário, para que ele não saia do vídeo se andar pelo cômodo da casa –  assim, os usuários não precisam conversar somente sentados.

Além disso, os novos produtos do Facebook são equipados com a assistente de voz Alexa, da Amazon, o que permite, por exemplo, que os usuários peçam para o aparelho tocar uma música.

O Facebook está entrando em um mercado altamente competitivo, que está em crescimento – no último trimestre, os fabricantes venderam 16,8 milhões de caixas de som, um aumento de 187% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a empresa de pesquisas Canalys.

Momento. Este ano está sendo um período difícil para o Facebook – é um momento complicado para oferecer novos produtos como o Portal para clientes que estão céticos em relação à empresa.

Em março, os jornais The New York Times e The Observer revelaram que a consultoria política Cambridge Analytica usou indevidamente dados de 87 milhões de usuários da rede social.

Além disso, no mês passado, a rede social foi atingida por uma falha de segurançaque colocou em risco ao menos 50 milhões de usuários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s