CINEMA I Estreias da Semana: Millennium, A Garota na Névoa, O Grinch, Operação Overlord, Todas as Canções de Amor

‘Millennium’, ‘O Grinch’ e romance com Marina Ruy Barbosa estão entre as estreias da semana

20.09.2018
 Millenium: A Garota Na Teia De Aranha (The Girl In The Spider’s Web), estrelado por Claire Foy

Blitz
Brasil, 2017. Direção: Rene Tada Brasil. Com: Georgina Castro, Rui Ricardo Dias e Leonardo Diniz dos Santos. 86 min. 14 anos.
Um cabo é acusado de ter matado um menino durante uma blitz. Sua esposa tenta descobrir a verdade sobre o ocorrido, enquanto a população se revolta com o caso.

Carvana – Como se Faz um Malandro
Brasil, 2018. Direção: Lulu Corrêa. 104 min. 14 anos.
O documentário apresenta a trajetória do ator Hugo Carvana, desde sua época como estudante de teatro, quando fez pequenos papéis em ponochanchadas, até se tornar um nome consagrado do cinema novo.

Chacrinha – O Velho Guerreiro
Brasil, 2018. Direção: Andrucha Waddington. Com: Marcelo Serrado e Marie Paquim. 114 min. 12 anos.
A trajetória de José Abelardo Barbosa, o Chacrinha, é narrada no filme, que abrange os primeiros anos do apresentador como radialista até sua morte, em 1988. Sua relação com personalidades como Rita Cadillac, Elke Maravilha e Boni durante os anos de televisão também estão na trama.

A Garota na Névoa
La Ragazza nella Nebbia. Itália/Alemanha/França, 2017. Direção: Donato Carrisi. Com: Toni Servillo e Alessio Boni. 128 min. 14 anos.
Quando uma garota de 16 anos desaparece em uma pequena cidade dos alpes da Itália, um detetive é chamado para tentar descobrir se o caso se trata de um crime ou se a jovem fugiu por pura rebeldia. O longa é uma adaptação do livro homônimo de Donato Carrisi, que também assina a direção.
Leia a crítica do filme.

O Grinch
The Grinch. EUA/China, 2018. Direção: Yarrow Cheney e Scott Mosier. 90 min. Livre.
Do mesmo estúdio de “Meu Malvado Favorito” (2010), a animação é baseada no livro “Como o Grinch Roubou o Natal”, do americano Dr. Seuss. Na trama, uma criatura mal-humorada que odeia o Natal decide acabar com as festividades em uma cidade habitada por cidadãos que esbanjam alegria.
Leia a crítica do filme.

Millennium: A Garota na Teia de Aranha
The Girl in the Spider’s Web. Estados Unidos, 2018. Direção: Fede Alvarez. Com: Claire Foy e Sverrir Gudnason. 112 min. 16 anos.
Adaptação dos livros dos suecos Stieg Larsson e David Lagercrantz, o suspense acompanha uma jovem hacker e um jornalista que se envolvem em uma rede de espiões, criminosos cibernéticos e autoridades corruptas. Segundo filme hollywoodiano da saga “Millenium”, com Claire Foy no lugar de Rooney Mara.

Moacir – O Santista que Conquistou os Argentinos
Moacir III. Argentina, 2017. Direção: Tomás Lipgot. Com: Moacir Dos Santos e Sergio Pangaro. 91 min. 12 anos.
Depois de passar anos em um hospital psiquiátrico, o santista Moacir dos Santos queria fazer um filme sobre sua vida. Surge então o documentário, que conta a história do músico que se mudou para a Argentina na esperança de seguir carreira artística, mas acabou diagnosticado com esquizofrenia.

Museu
Museo. Estados Unidos, 2018. Direção: Alonso Ruizpalacios. Com: Gael García Bernal e Simon Russell Beale. 127 min. 16 anos.
Inspirado em fatos reais, o longa conta a história de dois amigos que, na véspera de Natal de 1985, decidem roubar artefatos históricos do Museu Nacional de Antropologia da Cidade do México. Melhor roteiro no Festival de Berlim.

Operação Overlord
Overlord. EUA, 2018. Direção: Julius Avery. Com: Jovan Adepo, Wyatt Russell e Mathilde Ollivier. 110 min. 16 anos.
Produzido por J.J. Abrams, o filme de ação acompanha um grupo de soldados americanos que, no fim da Segunda Guerra, são enviados a uma vila francesa ocupada pelos alemães. Lá, descobrem que os nazistas estão realizando uma série de experimentos científicos com o intuito de dar vida aos mortos. O filme foi exibido na 42ª Mostra.

A Prece
La Prière. França, 2018. Direção: Cédric Kahn. Com: Anthony Bajon, Damien Chapelle, Alex Brendemühl, Louise Grinberg e Hanna Schygulla. 107 min. 14 anos.
Vencedor do prêmio de melhor ator no Festival de Berlim, o filme acompanha um jovem de 22 anos viciado em drogas. Ele então decide participar de uma comunidade de ex-usuários que vivem isolados nas montanhas da França. Com a supervisão de um padre, a caminho da cura é relacionado à oração.

A Tecnologia Social
Brasil/EUA/África do Sul, 2018. Direção: Patricia Innocenti. 83 min. 12 anos.
O documentário acompanha a jornada de uma designer digital brasileira que, após criar um aplicativo voltado para a educação sexual, viaja à África do Sul para conhecer duas jovens e discutir temas como sexualidade e Aids.

Todas as Canções de Amor
Brasil, 2018. Direção: Joana Mariani. Com: Marina Ruy Barbosa, Bruno Gagliasso, Julio Andrade e Luiza Mariani. 92 min. 14 anos.
Recém-casados, Chico e Ana se mudam para um apartamento. Lá, encontram uma antiga fita cassete gravada décadas atrás por Clarice, em uma fase em que ela vivia um término de relacionamento. Jovem escritora, Ana usa esse registro como inspiração para suas primeiras linhas. O filme foi exibido na 42ª Mostra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s