Apple compra a Silk Labs, startup focada em IA e privacidade

A Apple continua adquirindo e adicionando pequenas empresas debaixo da sua saia. Desta vez, o The Information informou sobre outra compra da companhia: a da startup de aprendizado de máquina Silk Labs, que usa inteligência artificial para desenvolver produtos cada vez mais conectados, principalmente para casas.

Apple compra a Silk Labs, startup focada em IA e privacidade

Assim como a maioria das aquisições da Apple, os detalhes sobre esse acordo não foram divulgados; contudo, é provável que a compra tenha ocorrido no início deste ano. Em termos de valores, a transação pode ter sido relativamente pequena para a Apple, já que a Silk Labs empregava apenas 12 funcionários e havia arrecadado cerca de US$4 milhões em financiamentos.

Também não há como saber como a Apple irá adotar as tecnologias desenvolvidas pela Silk Labs, mas os projetos da startup são voltados para segurança residencial, análises de varejo, controle de acessos, monitoramento de estacionamentos e vigilância predial, incluindo recursos como detecção de pessoas e reconhecimento facial.

Há três anos, a empresa lançou um produto no Kickstarter chamado Sense, um hub (equipado com uma câmera) projetado para ser um “cérebro digital” para gadgetsdomésticos inteligentes. Sua função era se comunicar com todos os dispositivos conectados para melhorar a interoperabilidade e aprender as necessidades do usuário ao longo do tempo.

Tanto a Apple quanto a Silk Labs já demonstraram interesse em usar inteligência artificial para proteger a privacidade do usuário. Com o Sense, por exemplo, a startup realizou todos os processamentos computacionais no próprio dispositivo, armazenando dados e imagens localmente em vez de usar serviços online, para garantir a privacidade do usuário.

A Silk Labs foi fundada em 2015 por três engenheiros: Andreas Gal, Chris Jones e Michael Vines. Antes de se unir ao time da startup, Gal e Jones foram respectivamente CTO1 e engenheiro da Mozilla, enquanto Vines era diretor sênior de tecnologia do Qualcomm Innovation Center.

Como dissemos, esta não é a primeira investida da Apple na área de inteligência artificial; no ano passado, a Maçã comprou a Lattice Data (focada no uso de aprendizagem de máquina e IA) por US$200 milhões. Neste ano, a gigante de Cupertino contratou o ex-Googler John Giannandrea, que assumiu na Apple o cargo de chefe de aprendizado de máquina e estratégias de IA. [MacMagazine]

VIA MACRUMORS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s