Uber entra com documentação para abertura de capital, diz Wall Street Journal

Segundo bancos de investimento, o Uber deve chegar à Bolsa avaliado em US$ 120 bilhões; a Lyft, rival do Uber, entrou com o processo para iniciar as vendas de ações na última quinta-feira

O Uber já levantou US$ 20 bilhões em investimentos

O Uber entrou com documentos para fazer sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), de acordo com três pessoas familiarizadas com o assunto. É um passo mais perto de um marco importante para uma das principais empresas do Vale do Silício. A notícia foi revelada inicialmente pelo Wall Street Journal, na última sexta-feira, 7. 

A reportagem afirma que, segundo bancos de investimento, o Uber deve chegar à Bolsa avaliado em US$ 120 bilhões. A mais recente avaliação da empresa foi de US$ 76 bilhões, quando o Uber vendeu uma parte de suas ações para a Toyota por US$ 500 milhões.  

De acordo com o Wall Street Journal, há indícios de que o Uber pode abrir seu capital logo no primeiro semestre, o que seria antes do esperado por especialistas. O presidente executivo do Uber, Dara Khosrowshahi, disse anteriormente que esperava que a empresa estreiasse na Bolsa no segundo semestre do ano que vem.

Essa aceleração do relógio faz parte de um movimento geral dos chamados “unicórnios”, as startups de capital privado avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. De acordo com uma reportagem do The New York Times, diante de um volátil mercado de ações e da perspectiva de uma desaceleração econômica no ano que vem, serviços como o Uber avançaram com mais urgência para uma oferta pública inicial (IPO, sigla em inglês). 

Uma das fontes da reportagem afirmou que o Uber apelidou o planejamento de seu IPO de “Projeto Liberdade” – o nome é provavelmente uma referência aos funcionários e investidores que há anos esperam para venderem suas participações na empresa. 

Segundo a agência de notícias Reuters, a listagem do Uber deve ser a mais bem avaliada entre uma série de IPOs de empresas do Vale do Silício esperadas para o ano que vem – entre elas, estão o serviço de aluguéis Airbnb, a plataforma de mensagens corporativas Slack e o aplicativo de transporte Lyft. 

Corrida. A Lyft, rival do Uber, entrou com o processo para iniciar as vendas de açõesna última quinta-feira, 6. O IPO da Lyft deve acontecer ainda no primeiro semestre de 2019. Analistas acreditam que largar na frente do Uber em termos de IPO pode ser uma vantagem para a Lyft.

Enquanto o Uber já captou US$ 20 bilhões em investimentos, a Lyft levantou US$ 5,1 bilhões. O Uber tem 20 mil funcionários ao redor do mundo, um valor quatro vezes maior que o da Lyft. 

A Lyft tem um negócio menos complexo que o Uber. Ela opera apenas em cidades dos EUA e Canadá e não tem serviços de entregas, como o Uber Eats.  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.