Presidente do Google Sundar Pichai depõe no Congresso dos EUA sobre transparência e uso de dados

Sundar Pichai começou a ouvir as primeiras perguntas por volta de 13h10 (horário de Brasília); executivo foi convocado para dar esclarecimentos sobre o funcionamento do maior buscador do mundo
Por Mariana Lima – O Estado de S. Paulo

Sundar Pichai é presidente executivo do Google

O presidente do Google, Sundar Pichai, testemunha nesta terça-feira, 11, aos congressitas dos Estados Unidos sobre como o maior buscador do mundo funciona e quais ferramentas de transparência são adotadas pela empresa.

Por vota das 13h10 (horário de Brasília), Pichai começou a ouvir as primeiras perguntas. O secretário das Forças Armadas dos EUA, Ryan McCarthy agradeceu a presença do executivo e afirmou que ele foi convocado devido à importância da empresa nas buscas de internet, no uso do sistema operacional Android e no impacto das coletas de dados de americanos pela empresa.

“Os americanos precisam acreditar nas grandes empresas. Precisam saber se o Google é instrumento de liberdade ou de controle”, disse.

Bob Goodlatte, presidente do Comitê Judiciário do Congresso, disse que a empresa precisava ser acompanhada devido à coleta massiva de dados que ela pode fazer. O parlamentar lembrou que o Android possui ferramentas para coletar a localização e temperatura em tempo real da maioria dos americanos.

“O sistema Android é o mais usado no Estados Unidos. Americanos usam o celular o tempo todo e o Google tem esses dados sensíveis. Que tipo de informação a empresa coleta, por exemplo, da câmera e do microfone?”, disse.

Questionado sobre as coletas feitas pelos sistemas do Google, Pichai confirmou que a empresa utiliza as informações. “Temos os dados que os usuários nos permitem coletar”, disse o executivo. 

Goodlatte questionou se o Google notifica esses usuários quando há mudanças no sistema de coleta. O presidente do Google disse que sim, que frequentemente avisa os usuários de serviços Google que eles precisam ler os termos de privacidade.

O democrata Jerrold Nadler perguntou se o Google teve algum impacto nas últimas eleições americanas. Pichai disse que equipes do Google identificaram russos comprando publicidade, mas que isso não afetou as eleições.

A também democrata Zoe Lofgren quis saber como funcionava o algoritmo do buscador. O presidente do Google explicou que o sistema por trás avalia palavras chaves em vários sites e os ranqueia de acordo com alguns guias como mais recentes e mais confiáveis. Pichai também negou que seja possível manipular os sites e imagens que aparecem no resultado.

“Nosso sistema torna impossível que algum funcionário ou um grupo de funcionários, por exemplo, interfira nos resultados da busca”.

Sheila Jackson Lee perguntou a Pichai se era verdade que o Google pretendia voltar à China por meio do projeto Dragonfly – o buscador chinês tem sofrido críticas de especialistas e de funcionários da empresa, que não concordam com a censura de termos estipulados pelo governo chinês. Pichai, no entanto, disse que não há previsão de lançar o projeto na China.

O congressista Ted Poe pressionou o Google sobre uma possível regulamentação de empresas de tecnologia. “O Google é um empresa tendenciosa?”, perguntou. Pichai negou a possibilidade. Em resposta, o congressista disse que o Google não é do governo para definir se é ou não uma companhia tendenciosa. Poe também disse que a coleta de dados de americanos é perigosa porque, ao contrário da União Europeia, o país não possui uma lei de proteção de dados.

Doug Collins voltou a questionar sobre a transparência da empresa na coleta de dados. “Pichai, quantas pessoas o senhor acha que realmente entendem o que está escrito nos termos de privacidade?”, questionou. Pichai afirmou que a empresa acredita que muitos de seus usuários leem e entendem os pedidos de coleta. “Isso é visto na quantidade de pessoas que mudam suas autorizações diariamente”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s