Faber-Castell faz releitura de ‘Aquarela’ para falar sobre diversidade racial

Cena do vídeo “Caras & Cores” da Faber-Castell (Reprodução)

A Faber-Castell resolveu resgatar um clássico da publicidade para tratar sobre diversidade racial. Com debates cada vez mais intensos sobre desigualdade racial, de gênero e representatividade, a marca fez uma releitura de “Aquarela”, hit da carreira de Toquinho de 1983.

O novo tema “Caras & Cores” foi lançado para divulgar os lápis da Faber-Castell que podem criar diferentes tons de pele, inclusive ao se misturarem.

A primeira versão da propaganda que usou essa canção é de 1984.

“Recriar algo tão proprietário da marca é uma grande responsabilidade, e fazer isso para um produto com um papel social nos pareceu a escolha certa”, afirma Eduardo Ruschel, diretor de marketing e inovação da Faber–Castell.

No filme, os lápis são ferramentas para as crianças de todos os tons de pele se representarem nos seus próprios desenhos, destaca a empresa.

“O objetivo está em estimular os pequenos no processo de autoexpressão ainda na infância, contribuindo para a formação de uma sociedade com mais respeito e diversidade.”

Criada pela agência David SP, a campanha “Sua Cor Como Você Quiser” tem veiculação nacional na TV, no cinema e na internet nos meses que antecedem a volta às aulas de 2019.

“Resgatar a conexão emocional com toda uma geração foi nossa aposta para falar de um tema tão importante e sensível”, diz Rafael Donato, responsável pela criação na agência. [Amon Borges]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.