Apple cortou a produção de iPhone em 10%, diz jornal japonês Nikkei

Todos os novos modelos, XR, XS e XS Max, serão afetados pelo corte

A Apple cortou a produção de iPhone em 10% para o período entre janeiro e março deste. A informação é do jornal japonês Nikkei, que diz também que a produção cairá de 47 milhões a 48 milhões de unidades para uma marca entre 40 milhões e 43 milhões de unidades. Todos os novos modelos, XRXS e XS Max, serão afetados pelo corte. No mesmo período do ano passado , a Apple vendeu 52,2 milhões de iPhones. 

A publicação cita fontes ligadas à cadeia de produção da Apple. Essa, porém, não é primeira vez que notícias vindo da Ásia dão conta da redução na produção do iPhone. Em novembro de 2018, o Nikkei já tinha apontado que a Apple cancelou a produção extra de aparelhos.

A notícia da redução vem uma semana depois de a Apple comunicar investidores que reduziria a previsão de lucro no trimestre de no mínimo US$ 89 bilhões para US$ 84 bilhões, o que derrubou o valor das ações da empresa em 10%. Tim Cook, presidente executivo da companhia, apontou a desaceleração nas vendas de iPhone, principalmente na China, como fator responsável pela queda. O tombo puxou para baixo outros gigantes da tecnologia, como a Samsung.  

Desde então, Cook vem reforçando sua aposta no setor de serviços. No domingo, ela anunciou uma improvável parceria com a Samsung para tornar o iTunes compatível com as TVs da gigante coreana. O objetivo é avançar um novo serviço de streaming, que deve ser lançado ainda neste primeiro semestre.   

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s