Apple pode lançar serviço de streaming de games

Empresa começou a discutir plataforma à la Netflix com desenvolvedores; Amazon também estuda oferta semelhante

Tim Cook é o presidente da Apple (John Gress/Reuters)

A Apple está planejando o lançamento de um serviço de streaming de games – as informações são do site americano especializado em tecnologia Cheddar, que ouviu cinco fontes próximas ao tema. Segundo a publicação, a plataforma, que funcionaria como uma espécie de “Netflix de jogos eletrônicos”, daria acesso a uma biblioteca de jogos para iPhone a partir de uma assinatura mensal. 

De acordo com o Cheddar, a empresa começou a discutir o tema com desenvolvedores de jogos no segundo semestre de 2018. Ainda não está claro quanto a assinatura vai custar ou que tipo de jogos o serviço deve oferecer. No entanto, a empresa discutiu com os estúdios que pretende desempenhar o papel de “publisher” (ou editora de jogos), arcando com custos de distribuição e marketing, por exemplo. Procurada pelo veículo, a empresa se negou a comentar o assunto. 

Se de fato for lançado, o serviço de streaming de games poderia ajudar a Apple a ter presença em serviços em mais uma categoria – hoje, a empresa já tem o serviço de streaming de música Apple Music e o de armazenamento na nuvem, o iCloud. Para este ano, prevê-se o lançamento de um serviço de streaming de vídeo, ainda sem data definida, mas com parcerias já fechadas com nomes como a apresentadora Oprah Winfrey. 

O presidente executivo da empresa, Tim Cook, já declarou que as receitas com serviços podem ajudar a Apple a reduzir sua dependência do iPhone – desde que o aparelho foi lançado, ele responde por mais de 50% das receitas da empresa. Em 2018, os serviços responderam por US$ 39,75 bilhões de faturamento da Apple em seu ano fiscal. A meta de Cook é que o segmento chegue à casa de US$ 50 bilhões em receita no ano que vem. 

Hoje, por outro lado, a maior parte da receita da Apple com a loja de aplicativos App Store vem dos jogos – a empresa fica com 30% do que os usuários pagam por um jogo. No caso de assinaturas de games, porém, esse percentual cai para 15% após um ano de contrato. 

A Apple, porém, não é a única empresa que está trabalhando em um serviço de assinatura de games: a Amazon também está desenvolvendo uma plataforma semelhante. Além disso, a Microsoft já possui um serviço com tal proposta, mas exclusivo para o Xbox – trata-se do Xbox Game Pass, cuja assinatura custa R$ 30 por mês no Brasil. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s