Apple se desculpa por bug do FaceTime; correção será liberada na semana que vem

Nesta semana, o site MacMagazine falou sobre um bug bastante grave do FaceTime, o qual possibilitava escutar — ou até mesmo ver — outra pessoa sem o devido consentimento. A Apple tratou de desligar o recurso de videoconferência em grupo do FaceTime nos seus servidores, a fim de evitar a exposição de usuários.

Uma correção definitiva para o problema será liberada no iOS 12.1.4 e num provável update de segurança/suplementar para o macOS, mas até agora essas atualizações não foram disponibilizadas. Muito provavelmente por conta dessa demora e da expectativa dos usuários, a Maçã preferiu se pronunciar. Eis a declaração que a empresa deu para alguns veículos, como o MacRumors:

Nós corrigimos o bug de segurança do FaceTime em grupo nos servidores da Apple e vamos liberar uma atualização de software para reativar o recurso para os usuários na próxima semana. Agradecemos à família Thompson por relatar o bug. Pedimos sinceras desculpas aos nossos clientes que foram afetados e a todos que estavam preocupados com esse problema de segurança. Agradecemos a paciência de todos ao concluirmos este processo.

Queremos assegurar aos nossos clientes que, assim que nossa equipe de engenharia tomou conhecimento dos detalhes necessários para reproduzir o bug, eles rapidamente desativaram o FaceTime em grupo e começaram a trabalhar na correção. Estamos empenhados em melhorar o processo pelo qual recebemos e encaminhamos esses relatórios, a fim de levá-los às pessoas certas o mais rápido possível. Nós levamos a segurança de nossos produtos extremamente a sério e estamos comprometidos em continuar ganhando a confiança que os clientes da Apple depositam em nós.

Por conta do problema, um advogado já entrou com um processo contra a Apple e a procuradora-geral de Nova York abriu uma investigação sobre o caso.

A declaração é importante pois, até o momento, a Apple não havia se pronunciado de forma clara sobre o problema, dizendo apenas que estava ciente do assunto e trabalhando em correções. O que me deixa intrigado, porém, é o discurso de que a empresa leva privacidade e segurança muito a sério (o que eu realmente não duvido) conflitante com as atitudes (o fato de ela ter sido notificada sobre o bug alguns dias antes e ter tirado o recurso do ar apenas depois de tudo ser amplamente divulgado pela mídia). A companhia, contudo, foi honesta ao informar que está empenhada em melhorar o processo pelo qual recebe e direciona esses relatórios, a fim de levá-los às pessoas certas o mais rápido possível.

Problemas sempre existirão e o que importa mais, nesses casos, é a resposta/reação da empresa. [MacMagazine]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s