Famosos que se dedicam a causas sociais precisam se identificar com o tema, dizem especialistas

Angelina Jolie, uma das artistas mais famosas a se envolverem com temas relacionados a direitos humanos, é um bom exemplo de como uma figura pública pode ampliar uma mensagem
Guilherme Guerra, O Estado de S.Paulo

A atriz Angelina Jolie, enviada especial do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), discursa em Bangladesh  Foto: MUNIR UZ ZAMAN / AFP

Nesta semana, a atriz americana Angelina Jolievisitou o acampamento de refugiados Kutupalong, em Bangladesh, em trabalho de campo como enviada especial da agência para refugiados das Nações Unidas, a Acnur. De 2001 a 2012, Angelina foi embaixadora oficial do órgão e participou de mais de 60 missões, tornando-se uma das vozes mais importantes na defesa dos Direitos Humanos.

Segundo a Acnur, embaixadores são os rostos públicos que ajudam a levar as causas da ONU a todos os cantos do mundo, graças a sua influência, dedicação e trabalho. Para o professor de Marketing do MBA da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo (FGV-SP) Roberto Kanter, é vantajoso ter um rosto conhecido para dar visibilidade a causas sociais. “Como artista, ela faz suas ideias serem ouvidas por mais pessoas”, afirma, reiterando que é preciso que o famoso seja verdadeiro em apoiar uma causa, que é mais beneficiada pela exposição do que o artista. “Se o objetivo da celebridade é ganhar diretamente com isso, existe uma perda”, diz.

A professora do curso livre de Personal Branding da Faculdade Armando Alvares Penteado (FAAP) Patricia Loureiro diz que essa autenticidade precisa estar acompanhada de coerência nas causas apoiadas ao longo da vida. Citando a própria Angelina Jolie, a professora afirma que a atriz manteve uma trajetória coesa, “fazendo com que sejamos compelidos a crer e a apoiar os projetos dos quais ela participa.”

Confira abaixo famosos envolvidos com a Acnur e a Unicef (dedicada à primeira infância):

Cate Blanchett

Nomeada embaixadora da Acnur em maio de 2016, a atriz australiana visitou assentamentos na Síria e em Bangladesh, conhecendo pessoas impactadas pelos conflitos nesses países. Em agosto de 2018, ela discursou no Conselho de Segurança da ONU e contou a história de refugiados que conheceu em suas visitas, pedindo que os países ali presentes se mobilizem para achar uma solução para o conflito. 

Sebastião Salgado

O fotógrafo mineiro Sebastião Salgado é um dos embaixadores da Unicef e o único brasileiro a compor a lista atualmente. Ele já atuou junto com diversas organizações da ONU em campanhas e doou os direitos de reprodução de suas fotografias para que o órgão fizesse exibições de seu material.

Millie Bobby Brown

A atriz Millie Bobby Brown, conhecida por interpretar Eleven na série “Stranger Things”, se tornou a embaixadora mais nova da Unicef quando foi nomeada pela organização em 2018, com 14 anos de idade. Ela já participa de eventos da instituição desde 2016 e foi eleita uma das 100 pessoas mais influentes na lista da revista Time no ano passado. 

Neil Gaiman

O escritor Neil Gaiman se tornou embaixador da Acnur em 2017, depois de promover diversos eventos da agência sobre a crise dos refugiados sírios. Além disso, arrecadou fundos para a Acnur e contou a história de sua prima Helen, que fugiu de um gueto em Varsóvia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s