CINEMA I Estreias da Semana: Uma Aventura Lego 2, Escape Room, Guerra Fria, No Portal da Eternidade, Se a Rua Beale Falasse

Filmes indicados ao Oscar e nova animação da Lego estão entre as estreias da semana

Guerra Fria
Zimna Wojna. Polônia/França/Reino Unido, 2018. Direção: Pawel Pawlikowski. Com: Joanna Kulig, Tomasz Kot e Borys Szyc

Uma Aventura Lego 2
The Lego Movie 2: The Second Part. EUA/Dinamarca/Noruega/Austrália, 2018. Direção: Mike Mitchell. 107 min. Livre.
Nesta sequência, a animação acompanha o protagonista do original após os eventos catastróficos que encerraram a primeira trama. Quando seu mundo de pecinhas de montar é ameaçado por brinquedos infantis, ele precisa salvar seus amigos da destruição.
S

Escape Room
Idem. EUA/África do Sul, 2019. Direção: Adam Robitel. Com: Taylor Russell, Logan Miller e Jay Ellis. 99 min. 14 anos.
Inspirado nos jogos de imersão que se popularizaram nos últimos anos, o terror acompanha seis desconhecidos que, durante uma partida, descobrem que estão sendo monitorados por assassinos e precisam solucionar uma série de desafios para sobreviver.
S

O Galã
Brasil, 2019. Direção: Francisco Ramalho Jr. Com: Thiago Fragoso, Luiz Henrique Nogueira e Fiuk. 97 min. 12 anos.
Recluso, um conhecido autor de novelas precisa decidir quem interpretará o galã de sua nova trama: o irmão, sem talento e sem dinheiro, ou um ator em ascensão.
Salas e horários

Guerra Fria
Zimna Wojna. Polônia/França/Reino Unido, 2018. Direção: Pawel Pawlikowski. Com: Joanna Kulig, Tomasz Kot e Borys Szyc. 84 min. 16 anos.
Pouco tempo depois de “Ida” (2013) vencer o Oscar de melhor filme estrangeiro, seu diretor, Pawel Pawlikowski, voltou à sua terra natal para mais uma vez filmar uma trama que passeia pela história da Polônia. E, novamente, foi agraciado com indicações ao Oscar. Concorrendo nas categorias de longa estrangeiro, direção e fotografia, “Guerra Fria” acompanha o romance de dois artistas nos anos 1950. Eles se envolvem enquanto participam de um grupo musical que resgata a cultura popular polonesa. Devido a pressões de autoridades para politizar o repertório, decidem fugir do Leste Europeu, rumo a Paris.

Jovens Infelizes ou um Homem que Grita Não É um Urso que Dança
Brasil, 2016. Direção: Thiago B. Mendonça. Com: Suzana Aragão, Nani de Oliveira e Kiko Dinucci. 125 min. 18 anos.
Um grupo de jovens artistas que moram juntos luta para ganhar dinheiro e conseguir se manter. Decidem então criar um novo tipo de arte revolucionária para enfrentar a opressão que sofrem.

O Médico Indiano
The Doctor from India. EUA, 2018. Direção: Jeremy Frindel. 89 min. Livre.
O documentário mostra a jornada do médico indiano Vasant Lad para levar o antigo método ayurveda, que preza pela harmonia entre corpo, mente e alma, ao Ocidente.

No Portal da Eternidade
At Eternity’s Gate. Suíça/Irlanda/Reino Unido/França/EUA, 2018. Direção: Julian Schnabel. Com: Willem Dafoe, Rupert Friend e Oscar Isaac. 110 min. 12 anos.
Um ano após ser indicado ao Oscar de ator coadjuvante pelo trabalho em “Projeto Flórida” (2017), Willem Dafoe retorna à corrida por uma estatueta dourada, agora como melhor ator, graças à sua personificação do pintor holandês Vincent van Gogh (1853-1890). Em “No Portal da Eternidade”, ele interpreta o artista em seus anos finais, quando morou nas cidades francesas de Arles, Saint-Rémy e Auvers-sur-Oise, onde morreu. O diretor Julian Schnabel acompanha as recaídas psicológicas e a busca pelo reconhecimento de Van Gogh. Completam o elenco Rupert Friend, Emmanuelle Seigner, Mathieu Amalric e Oscar Isaac, que dá vida ao também pintor Paul Gauguin.
Salas e horários

Se a Rua Beale Falasse
If Beale Street Could Talk. EUA, 2018. Direção: Barry Jenkins. Com: KiKi Layne, Stephan James e Regina King. 120 min. 14 anos.
Primeira produção cinematográfica de Barry Jenkins desde que venceu o Oscar de melhor filme por “Moonlight: Sob a Luz do Luar” (2016), “Se a Rua Beale Falasse” está indicado a três Oscars: roteiro adaptado (é baseado em livro de James Baldwin), atriz coadjuvante (Regina King) e trilha sonora. O longa trata de racismo a partir da história de amor de dois jovens nova-iorquinos. Quando o rapaz é preso injustamente, sua noiva descobre que está grávida e precisa tentar provar a inocência do amado com a ajuda dos pais e sogros.

Vergel
Brasil/Argentina, 2017. Direção: Kris Niklison. Com: Camila Morgado, Maricel Álvarez e Maria Alice Vergueiro. 86 min. 16 anos.
Quando o marido morre durante as férias na Argentina, uma brasileira precisa aguardar a liberação do corpo e lidar com burocracias, luto e o escaldante calor daquele verão. Aos poucos, começa a perder a noção da realidade até que conhece uma vizinha, com quem compartilha sua dor.
S

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s