Com Wi-Fi, Campus Party Brasil 2019 começa nesta terça-feira

O evento terá Wi-Fi no espaço da Arena, com capacidade para 25 mil dispositivos simultâneos; participantes já ocupam grande parte das barracas da Campus Party
Por Giovanna Wolf – O Estado de S. Paulo

A 12ª edição da Campus Party espera receber mais de 130 mil visitantes

Começa nesta terça-feira, 12, a feira de tecnologia Campus Party no Expo Center Norte, em São Paulo. O evento espera um público de mais de 130 mil visitantes até o dia 17 — destes, um total de 8 mil vão acampar no evento. Serão mais de 1000 horas de conteúdo, que vão de palestras a atividades práticas. 

Em coletiva à imprensa, a organização da feira anunciou uma novidade que interessa bastante ao público do evento: a Campus Party este ano terá Wi-Fi no espaço da Arena, com capacidade para 25 mil dispositivos simultâneos.

“Será uma edição muito especial, estamos trabalhando há meses para fazê-la acontecer” disse Tonico Novaes, diretor-geral do evento, “o Brasil tem a maior e a melhor Campus Party do mundo”.

Às 8h30 desta terça-feira, 12, grande parte das barracas do camping da Campus Party já estavam ocupadas. Os campuseiros — nome dado aos participantes que acampam no evento — vieram à feira com interesses diferentes. Helvecio Rocha, 34, de Curvelo, Minas Gerais, resolveu comprar seu ingresso para a Campus Party para aprender sobre a tecnologia blockchain, já que ele trabalha na área bancária em Minas. Apesar de seu foco específico, Helvecio está animado também para ver Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica. 

Já Kevin Bispo, 20, é microempreendedor, tem uma empresa de assistência técnica em São José dos Quatro Marcos, Mato Grosso, e esta semana no evento quer aproveitar principalmente as palestras sobre empreendedorismo. 

Marcelo Almeida, 14, veio de Montes Claros, em Minas Gerais para acampar em sua primeira Campus Party. Por enquanto, Marcelo tenta executar algumas lições da programação de forma amadora. Ele buscou o evento para se aperfeiçoar e conhecer mais sobre o mundo da tecnologia.  “Meu sonho é programar”, disse em entrevista ao Estado. Ele veio a São Paulo na companhia de Guilherme Vieira, 15, que é seu parente — irmão do namorado de sua irmã, para ser mais exato — e que também quer entrar em contato com diferentes lógicas de programação.

Chegada. Nesta madrugada, após a chegada de grande parte dos campuseiros, os jovens se reuniram para uma festa, que eles chamam de CampusB — no improviso, os jovens comemoraram o início do evento na porta do Expo Center Norte, ao som de muito funk e pagode. 

Os campuseiros já estavam se reunindo em grupos do WhatsApp antes do evento, conta Isabelle Samways, 24. Lá de Curitiba, ela conversa virtualmente com alguns colegas de camping. Nesta manhã, ela já estava em uma rodinha com os novos amigos, com quem vai passar a semana.

Há também os campuseiros que procuram aproveitar o evento de forma mais séria. “Não sou tão jovem, e a maioria aqui é, então não me encaixo muito bem nesse perfil que vem para a feira se divertir”, disse Vitor Mattos, 35, em entrevista ao Estado, entregando seu cartão pessoal para se identificar à repórter. “Vou palestrar também este ano, sou fundador de uma empresa de desenvolvimento de software e vou falar da importância da cultura de automatização de testes para eficiência de projetos”, disse, “procuro também a Campus Party para fazer networking.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.