Saiba como cultivar uma horta caseira com um passo a passo infalível

Técnicas exigem atenção quanto a espaço, luz do sol e adubos naturais
CAIQUE ALENCAR – O ESTADO DE S.PAULO

O reaproveitamento de materiais não é só bom por preservar o meio ambiente, mas por alguns tipos de raízes precisarem de mais espaço. “Caixotes de feira comportam três ou quatro plantas e são adequados para raízes mais profundas, como é o caso do capim-limão”, afirma Alessandra. Foto: Julia Ribeiro

Montar uma horta dentro de casa é uma coisa simples de fazer, mas cuidar dela em um meio urbano exige uma série de cuidados para que todo o trabalho não seja desperdiçado. A dificuldade começa logo pela falta de espaço e vai até a escolha de um tipo de planta com base no tempo de sol que o ambiente recebe. Veja a seguir uma galeria de fotos com um passo a passo infalível para  preparar um ambiente adequado dentro de casa para receber o seu ‘canteiro’ caseiro.

A primeira coisa a se pensar é o espaço, conforme explica a agroecologista Alessandra Nahra. “Se a pessoa não tem um quintal, sacada ou varanda, ela pode aproveitar a luz que entra por janelas basculantes de cozinha”, diz. Foto: Renato Navarro
Professora da Escola Botânica, em São Paulo, e do curso online de hortas caseiras e ecológicas da Namu Cursos, Alessandra ainda explica que também pode ser aproveitada a luz que entra só em determinados períodos do dia. Foto: André Nazareth
O único alerta que ela dá é que é necessário colocar algum tipo de recipiente para recolher a água que escorre das regas. “No caso dos vasos, é possível colocar pratos plásticos embaixo por causa da porosidade que eles têm”, completa a agroecologista. Foto: André Nazareth
Já para raízes menores, o ideal é que sejam utilizadas latinhas de cerveja ou refrigerante, lembrando que devem ser feitos furos no fundo para que a planta não fique encharcada. Foto: Luciana Benutti
Outra opção são isopores de descongelados em restaurantes japoneses. “Isso para eles é lixo e serve muito bem para plantar rúcula, alface, salsinha, cebolinha e morango”, diz Alessandra. Foto: Gui Morelli
Um erro comum que as pessoas cometem é achar que elas devem alimentar as plantas, mas para dar condições de sobrevivência a elas, a professora conta que o cuidado principal deve ser com o solo. Foto: Julia Ribeiro
Para isso, a terra deve ser coberta com palha, folhas ou restos de poda, que servem para proteger o solo da perda de nutrientes e umidade. “Existem também a opção de colocar composto orgânico ou minhocas, que podem ser encontrados no CEAGESP ou em casas de jardinagem”, afirma Alessandra. Foto: Zeca Wittner

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.