Conheça tendências exibidas na Semana de Design de Milão

Michele Oliveira
Milão

Os tons terrosos e o rosa começam a perder espaço na decoração para os cítricos, em especial o amarelo, evidente no ambiente da Vitra Por: Divulgação

Foram 386 mil visitantes de 181 países que passaram pelos pavilhões do Salão do Móvel, feira que faz parte da Semana de Design de Milão. O evento, que terminou no último domingo (14), centraliza os grandes lançamentos mundiais voltados para a casa.

Algumas iniciativas, isoladas ou combinadas com outras, apontam tendências que vão bater na porta da sua casa nos próximos meses ou anos.

Entre elas estão a predominância dos tons cítricos, interrompendo o reinado dos terrosos e rosados; as formas redondas, que sugerem aconchego; e as texturas, que oferecem ao tato algo além da tela do celular.

Na iluminação, a automação dos aplicativos ganha a concorrência da interação analógica com luminárias flexíveis. Enquanto isso, na sala, as TVs passam a interferir cada vez menos na decoração.

O uso de materiais reutilizados ou de fontes naturais alternativas chama a atenção tanto nos trabalhos de estudantes quanto nas coleções de grandes fabricantes. Além de peças feitas com plástico reciclado, estão em destaque revestimentos compostos de cinzas vulcânicas, cerâmicas de leite descartado e utilitários com alga marinha.

Conceituais ou comerciais, os projetistas da Semana de Design de Milão sugerem, ano a ano, uma nova forma de morar. Cabe a cada um escolher quais ideias vieram para ficar. Veja abaixo oito tendências.

Também foram recorrentes em Milão os efeitos furta-cor, vistos nos espelhos de Fritz Hansen e também em mesas e luminárias 
Há uma corrida entre os fabricantes por TVs que possam se disfarçar na decoração. A Panasonic mostrou o protótipo de uma tela totalmente transparente emoldurada por madeira
Projetos com materiais de origem natural ou de descarte são bem-vindos. O banco da australiana Kristen Wang é feito com borra de café
Cerâmicas feitas a partir de leite descartado da russa Ekaterina Semenova
Conjunto de jarros e copos do Studio Klarenbeek & Dros usa um biopolímero de alga
A Martinelli Luce lança a luminária Elastica, do estúdio Habits, literalmente uma faixa elástica com uma face de LED que se fixa no teto e tem base móvel no piso, podendo ser puxada conforme a necessidade
Revestimentos com cinza vulcânica da dupla Formafantasma 
A poltrona Lagoa, de Zanini de Zanine, feita para a empresa de design Tacchini, revela no nome de onde vem a inspiração de seus contornos arredondados
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.