Campanha para Nike dá segundo Grand Prix a agência Akqa fundada há cinco anos no Brasil

Equipe da Akqa recebe Grand Prix, o segundo de 2019, em Cannes (Foto: Soraya Ursine/Estadão)

Um nome diferente vem aparecendo com cada vez mais frequência na lista das premiações mais importantes do Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade. É o da agência Akqa, que chegou ao mercado há cinco anos e foi formada por executivos que saíram da Ogilvy Brasil. A empresa ganhou nesta quarta-feira, 19, seu segundo Grand Prix (Grande Prêmio) do festival em 2019, na categoria Media Lions, com uma campanha feita para um grande anunciante: a Nike.

Comandada pelos brasileiros Diego Machado e Renato Zandona, além do português Hugo Veiga, a filial brasileira da Akqa trabalha em um formato diferente da maioria das agências, segundo os executivos. Para começar, ela aceita trabalhos em forma de consultoria – caso seja necessária a compra de mídia para algum cliente, o trabalho é repassado a um terceiro. No caso da campanha do modelo AirMax a partir de um conceito que celebrava os talentos do grafite nacional, a veiculação foi coordenada pela Wieden+Kennedy.

A campanha que trouxe o segundo Grande Prêmio à Akqa em dois dias – o primeiro havia sido para o lançamento do segundo álbum do rapper Baco Exu do Blues – foi realizada em São Paulo. Usou tanto a conexão da AirMax com a arte de rua quanto o debate gerado pela decisão do então prefeito (e hoje governador João Dória) de apagar parte dos grafites das ruas de São Paulo. No início deste ano, a 12.ª Vara da Fazenda Pública da Capital condenou Dória e a prefeitura a uma indenização de R$ 782,3 mil pela remoção dos grafites.

Tudo isso ajudou a chamar a atenção para o projeto, que tinha também um claro objetivo de negócio: ao contrário do que ocorria nos Estados Unidos, ainda havia certa resistência do brasileiro em comprar online. Por isso, para celebrar os novos modelos AirMax, a agência adicionou os tênis a desenhos que já existiam na cidade. Para poder comprar um par dos novos tênis, o usuário tinha de ir até o desenho e fazer o pedido pelo celular – os produtos ficaram disponíveis só nesta plataforma.

Para ganhar o Grand Prix em Media Lions, a peça da Akqa bateu um total de 2.196 peças publicitárias, de 66 países. A presidente do júri de Media Lions, Karen Blackett, disse ontem que a campanha foi escolhida porque teve um grande alcance (atingindo um total de 80 milhões de pessoas) e também conseguiu se tornar “parte da cidade”. Isso ocorreu, segundo Machado, porque, além de fazer intervenções em grafites já existentes, a campanha teve uma segunda fase em que alguns dos desenhos apagados da Avenida 23 de Maio foram devolvidos em um mural localizado atrás do Masp, nas proximidades da Avenida Paulista.

Mais Leões. Além do Grand Prix (que adiciona mais um ouro à conta dos prêmios do Brasil), o País conquistou ainda quatro pratas em Media Lions: Grey Brasil (Volvo), Tech and Soul (Uber), Africa (Brahma/AB InBev) e Akqa (Nike AirMax). Houve também quatro bronzes: David São Paulo (Burger King), Tech and Soul (Uber), Wunderman Thompson (Gud) e Grey Brasil (Reclame Aqui). Uma mesma ação pode levar mais de um Leão, pois o julgamento é dividido em subcategorias.

Brasil recebeu Leão de Ouro para David Brasil e Burger King (Foto: Soraya Ursine/Estadão)

Em Creative Data Lions, foram duas premiações: ouro para Ogilvy São Paulo (Petz) e bronze para Tribal Worldwide (E-Moving). Em Direct Lions, um ouro, uma prata e dois bronzes vieram para David São Paulo, para a campanha do Burger King que incentivava clientes a “incendiarem” virtualmente anúncios do McDonald’s. A categoria ainda trouxe mais dois Leões de bronze: Grey Brasil (Reclame Aqui) e Tech and Soul (Uber).

Em PR Lions (ações de relações públicas), foram quatro Leões, todos de bronze: Ogilvy Brasil (Hermes Pardini), Grey (Volvo e Reclame Aqui), Tech and Soul (Uber). Em Social & Influencer, também mais três Leões, todos de bronze: Publicis (Bradesco), Grey Brasil (Reclame Aqui) e Africa (revista ‘Rolling Stone’). Não houve premiações em Creative Strategy para o País.

Com os 24 Leões angariados ao longo do dia de ontem, o País chegou a um total de 65 prêmios acumulados em Cannes Lions 2019. [Fernando Scheller]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.