Desfile da Chanel na semana de alta costura de Paris traz bibliotecárias recatadas

Sucessora de Karl Lagerfeld, estilista Virginie Viard apresentou coleção de outono/inverno 2019/2020 da grife francesa
SARAH WHITE – REUTERS

Modelos apresentam peças criadas pela designer Virginie Viard para a coleção de outono/ inverno 2019/2020 da Chanel  Foto: Charles Platiau/ Reuters

Peças comportadas ideais para uma tarde de estudos na biblioteca tomaram conta da passarela da Chanel nesta terça-feira, 2, quando as modelos circularam ao redor de uma estante de livros enorme no segundo desfile de alta costura da estilista Virginie Viard para a grife francesa.

Viard, colaboradora de longa data de Karl Lagerfeld, ex-chefe de criação veterano da Chanel, assumiu as rédeas da marca de luxo após a morte do astro alemão da moda, aos 85 anos, em fevereiro.

Até agora a marca preservou muitos dos elementos que reconquistaram fãs e clientes ricos ao longo dos anos, incluindo retoques em seus famosos ternos de tweed a cada temporada.

A coleção desta terça-feira, parte da Semana de Alta Costura de Paris, uma apresentação de peças únicas que é considerada o auge técnico da moda, revelou abordagens elaboradas do clássico da Chanel, inclusive um terninho malva com calças largas.

A modelo Kaia Gerber exibiu uma versão em saia rosa-choque com ombros brancos emplumados, e outras envergaram vestidos tomara-que-caia longos em tweed.

Lagerfeld era conhecido pelos cenários exuberantes de seus desfiles, e o de Virginie mergulhou os espectadores na intimidade de uma biblioteca circular espetacular.

Em linha com o tema, várias modelos usaram óculos, e os looks recatados dominaram a passarela, como colarinhos altos de estilo eduardiano ou vestidos que lembravam aqueles usados por damas do início do século 20 para cavalgar.

A Chanel, também conhecida por seu perfume nº5, é de propriedade da família Wertheimer. É a segunda maior grife de luxo do mundo, só atrás da Louis Vuitton, e no ano passado as vendas cresceram 13% e chegaram a 11,1 bilhões de dólares – o que tornou alta a aposta de que Virginie fará progressos com a marca.

Em junho, o diretor-financeiro Philippe Blondiaux disse à Reuters que Virginie está na empresa para o longo prazo.

Ele negou que a Chanel conversou com Phoebe Philo, ex-estilista da Céline que, segundo rumores da indústria, foi vista como outra possível sucessora de Lagerfeld.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.