Ted Sarandos, diretor de conteúdo da Netflix recomenda pé no freio

PATRÍCIA KOGUT

Escritório da Netflix em Los Angeles (Foto: Reuters/Lucy Nicholson)

Sabe esse catálogo imenso e as coproduções milionárias da Netflix? Eles podem estar com os dias contados. De acordo com uma extensa reportagem do site Theinformation.com, a ordem na empresa agora é ter mais cuidado com os gastos.

A diretriz veio de Ted Sarandos, diretor de conteúdo, numa reunião com executivos. Uma das razões para esse esforço é tentar evitar o caixa negativo. A outra, prevenir futuros prejuízos. É que o mercado de streaming, em mutação, vai se transformar mais ainda num futuro próximo com a entrada de serviços, como o da Disney, da NBCUniversal e da WarnerMedia. Eles, até aqui, eram fornecedores da Netflix. Agora, passarão a oferecer suas próprias produções. A NBC, por exemplo, avisou que, ano que vem, “The office” vai sair da Netflix. Sarandos recomendou concentração das atenções em produtos que conquiste a audiência. Não basta ter programação que provoque um buzz nas redes ou traga prestígio, mas não conquiste um público amplo, aconselhou. Cada atração do catálogo deve valer a pena, disse ele, de acordo com uma fonte que estava na reunião.

Verdade que eles ainda gastam muito. Por exemplo, anunciaram que farão “The prom”, que terá direção de Ryan Murphy. Essas mega-atrações ajudam a manter a carteira de assinantes (149 milhões no mundo). Por outro lado, Sarandos citou “Operação fronteira”, com Ben Affleck, como exemplo de um filme caro demais (US$ 15 milhões) para o público que atraiu. É como diz a canção: o futuro começou. E ele não é necessariamente sorridente para a Netflix.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.