Andreas Ortner for Vogue Germany x Lodenfrey with Valeria and Caoimhin

Photography: Andreas Ortner. Styled by: Lynn Schmidt. Hair & Makeup: Sigi Kumpfmueller. Models: Valeria M and Caoimhín O’Brien.


A Vogue X LODENFREY apresenta as tendências da temporada de fantasias de 2019. Uma filmagem que conta o amor eterno pela tradição como uma homenagem à alta-costura.

Seja o rugir das árvores frondosas, o mar de um prado florido ou o panorama das majestosas montanhas, o tema do traje é um mundo associativo quase sempre mergulhado na riqueza criativa da natureza. É essa qualidade autêntica e intemporal que inspira os designers todos os anos. Agora você pode encontrar os estilos online.

Google muda algoritmo para que palavra ‘lésbica’ não seja associada à pornografia nas buscas

Após uma campanha de ativistas nas redes sociais, a mais famosa ferramenta de buscas da internet alterou os resultados para o termo na França
Leda Antunes

@SEO_lesbienne

Depois de inúmeras reivindicações de ativistas do movimento lésbico da França, o Google reformulou o seu algoritmo para que a busca pelo termo “lesbienne” (lésbica, em francês) mostre, com destaque, mais resultados informativos e menos conteúdo pornográfico.

O algoritmo foi alterado depois de uma extensa campanha liderada pela página no Twitter @SEO_lesbienne para combater a hipersexualização das mulheres lésbicas nos resultados das ferramentas de busca online. Foi observado que, em francês, a palavra lésbica era associada em seus primeiros resultados a páginas de pornografia, enquanto os termos “queer” e “trans” traziam mais informação, com artigos e notícias de blogs especializados.

Esse tipo de resultado para o termo “lesbienne” era visto como mais uma manifestação da fetichização das mulheres lésbicas — recorrente dentro da cultura patriarcal e machista que entende a heterosexualidade como norma e o corpo feminino como objeto  — passível de incentivar comportamentos violentos mesmo fora da web. Em julho, um casal de namoradas foi agredido em um ônibus em Londres após um grupo de homens exigir que elas se beijassem.

Segundo o site de notícias francês Numerama , em junho, um porta-voz do Google de passagem por Paris reconheceu que havia um problema, mas disse que a ferramenta de busca queria respondê-lo com uma solução mais global, e não com uma simples alteração dos resultados. Até porque a queixa não é recente. Há alguns anos a busca pela palavra “teen” (adolescente, em inglês) também esteve no centro de um debate para que não fosse relacionada a resultados pornográficos e ofensivos. A ferramenta também já foi questionada por permitir que links não confiáveis com notícias falsas e teorias da conspiração aparecessem em destaque nas buscas sobre tiroteios e termos como holocausto e mudanças climáticas.

De acordo com o site francês, desde o mês passado, após uma alteração no algoritmo do Google, os primeiros resultados para a palavra “lesbienne” na França trazem páginas informativas, como o artigo de definição de “Lesbianismo” da Wikipédia, ou publicações de veículos de mídia sobre o tema. A notícia da alteração foi repercutida por sites de tecnologia e cultura como o Gizmodo e Dazed e comemorada por ativistas lésbicas nas redes sociais, inclusive aqui no Brasil.

Procurado, o Google Brasil confirmou a alteração no algoritmo e o posicionamento global da empresa. A companhia informou, em nota, que trabalha “para evitar que conteúdo potencialmente ofensivo apareça nos resultados da busca quando os usuários não estiverem pesquisando explicitamente por esse conteúdo.”

Disse ainda que os resultados para a consulta “lesbienne”, em francês, estão “abaixo das expectativas” e que foi desenvolvida uma “solução algorítmica para fornecer resultados de alta qualidade não apenas para essa consulta, mas para vários outros tipos.”

Confira a nota na íntegra:
“Trabalhamos muito para evitar que conteúdo potencialmente ofensivo apareça nos resultados da Busca quando os usuários não estiverem pesquisando explicitamente por esse conteúdo. Reconhecemos que os resultados para a consulta “lesbienne” em francês estão abaixo das nossas expectativas e, como parte de nosso trabalho contínuo para melhorar a Busca, desenvolvemos uma solução algorítmica para que possamos fornecer resultados de alta qualidade não apenas para essa consulta, mas para vários outros tipos.”

Após sofrer aborto, Milla Jovovich anuncia que está grávida novamente

Atriz falou sobre a ‘mistura de sentimentos’ que sentiu ao descobrir a novidade

Milla Jovovich Foto: Instagram / @millajovovich

A atriz Milla Jovovich, conhecida por seu trabalho na série de filmes Resident Evil, anunciou em seu Instagram que está grávida de mais uma menina na última quarta-feira, 7.

“Após eu ter descoberto que estava grávida 13 semanas atrás, eu tive uma mistura de sentimentos variando entre a completa alegria e um completo terror. Por causa da minha idade e por ter perdido minha última gravidez, eu não queria estar ligada a esse potencial bebê tão rápido”, contou Milla.

Há alguns meses, a atriz relatou ter sofrido um aborto há cerca de dois anos ao fazer um desabafo em seu Instagram após o tema ser alvo de debates nos Estados Unidos por conta de mudanças em leis em Estados como a Geórgia e o Alabama (leia o relato completo de Milla Jovovich aqui).

Segundo a atriz, ao longo dos últimos meses, ela passou por diversos médicos e esperou pelo resultado de diversos exames: “Felizmente estamos limpos e descobrimos que nós seremos abençoados com mais uma menina! De qualquer forma, desejem sorte a mim e à minha bebê.”

Milla já é mãe de outras duas meninas, Ever, 11, e Dashiel, 4, frutos de seu relacionamento com o diretor Paul W. S. Anderson

Confira o anúncio da gravidez de Milla Jovovich abaixo:

Maju Coutinho comemora mudança para o ‘Jornal Hoje’: ‘Que honra’

Apresentadora vai assumir bancada do telejornal enquanto Sandra Annenberg estará à frente do ‘Globo Repórter’

Maju Coutinho já apresentou o ‘Jornal Hoje’ e o ‘Fantástico’.

Maju Coutinho comemorou pelo Twitter a notícia de que será a nova apresentadora do Jornal Hoje. Sandra Annenberg, que atualmente está à frente do telejornal, comandará o Globo Repórter ao lado de Glória Maria. O anúncio das mudanças foi feito pela Rede Globo nesta sexta-feira, 9, que devem ocorrer no fim de setembro. Veja mais detalhes aqui.

“Faço aniversário amanhã, mas o presente veio hoje. Que honra e que grande responsabilidade apresentar um telejornal brilhantemente comandado pela competente e querida do público e dos colegas Sandra Annenberg”, escreveu Maju ao compartilhar um tuíte do jornalista Ernesto Paglia que falava sobre as novidades.

Colegas de casa da apresentadora aproveitaram o tuíte para parabenizá-la. “Parabéns, Maju!!! Vai com tudo!”, disse Cauê Fabiano. Rodrigo Carvalho, correspondente da emissora na Europa, comentou com três corações.

No fim de julho, Maju Coutinho fez sua estreia como apresentadora do Fantástico. Ela também substituiu Poliana Abritta no último domingo, 4, e fará o mesmo neste domingo, 11.

Em fevereiro deste ano, a apresentadora também chamou atenção ao estrear no Jornal Nacionaltornando-se a primeira mulher negra na bancada do telejornal, que estreou há quase 50 anos, em 1º de setembro de 1969.

Décor do dia: sala de jantar com biombo e tons terrosos

No ambiente assinado pela designer de interiores Michelle Halford, o biombo cumpre função decorativa e rouba a cena no décor
RAFAEL BELÉM | FOTO MIKE BAKER

Acessório número 1 na hora de dividir ambientes, o biombo pode ser usado de muitas outras formas além de criar um espaço de resguardo em casa. Com criatividade, ele tem tudo para se tornar uma peça statement e definir a decoração do ambiente. Na sala de jantar assinada por Michelle Halford, por exemplo, o móvel se une à mesa demadeira e cadeiras aveludadas em uma composição sóbria e sofisticada. Quentes e acolhedores, os tons terrosos ajudam a criar um espaço convidativo para o café da tarde. Que tal?