Sofá na caixa atende ao estilo de vida transitório

Móvel tem estrutura em forma de favo de mel feita a partir de folhas de fibra de celulose

Em resposta à crescente demanda por móveis que atendem ao estilo de vida transitório, a startup Furniture Tech Lab lançou um sofá na caixa. Batizado de Elephant in a Box, o produto fica do tamanho de uma caixa de entrega de serviços postais da UPS quando dobrado e pode ser facilmente transportado em caso de mudança.

O móvel também é perfeito para quem decide adotar uma vida nômade. Quando “encaixotado” o sofá pode ser armazenado sem dificuldades em um espaço pequeno enquanto os donos viajam pelo mundo, por exemplo.

Isso é possível graças a uma estrutura de grade de favo de mel feita a partir de folhas de fibra de celulose, que são anexadas às laterais do sofá. Quando separados, eles se estendem como um acordeom, criando uma estrutura retangular na qual o amortecimento estofado pode se encaixar no lugar.

A grade em forma de diamante permite que o material se dobre e estique, mantendo a sua forma original. Ele também aumenta a capacidade do móvel, permitindo que ele suporte 400 vezes o seu peso – em testes, um protótipo foi capaz de aguentar mais de 800 quilos.

Além de ser flexível o suficiente para se adaptar a espaços maiores ou menores, já que os proprietários podem determinar o comprimento do móvel ao estica-lo, o sofá é ecofriendly porque reduz a quantidade de madeira utilizada e representa uma redução de 80% nas emissões de CO2, em comparação ao envio de um sofá convencional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.