Casada há mais de um ano, Kaley Cuoco revela que ainda não mora com o marido

A estrela de The Big Bang Theory deixou claro que ela e Karl Cook tem um “casamento muito não convencional”

Kaley Cuoco e Karl Cook (Foto: Reprodução/Instagram)

Em entrevista ao E! NewsKaley Cuoco surpreendeu a audiência ao revelar que ainda não mora com o marido, Karl Cook, mesmo após mais de um ano de casamento.

“Nós temos um casamento muito não convencional, sabe?”, disse a atriz. “Nós estamos construindo a casa dos nossos sonhos e eventualmente passaremos o resto de nossas vidas juntos.”

estrela de The Big Bang Theory acrescentou que é importante cada um dos dois ter o próprio espaço e disse que não morar juntos tem funcionado bem para eles. “Nós estamos sempre em muitas localizações diferentes e não estamos juntos absolutamente todos os dias.”

Mesmo com a distância, Kaley e Karl parecem ter um relacionamento divertido juntos. Recentemente a atriz declarou que o acervo de fotos constrangedoras que o casal publica no Instagram é, muitas vezes, compartilhado sem sua autorização. Segundo ela, os momentos favoritos do marido para fotografá-la são enquanto ela está dormindo.

“Ele é o melhor. Fora a nossa rixa no Instagram, estamos indo bem”, brincou.

Segredos Oficiais | Keira Knightley desmascara o governo em 1º trailer

Longa estreia em outubro
JULIA SABBAGA

Segredos Oficiais, longa em que Keira Knightley interpreta a mulher que se tornou mundialmente conhecida por expor segredos do governo britânico, ganhou o seu primeiro trailer legendado.

A história se passa em 2003, quando políticos da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos preparavam a invasão do Iraque. No filme, Knightley é Katharine Gun, uma das tradutoras da sede de comunicação do governo britânico, que vaza um e-mail confidencial pedindo a espionagem de membros do Conselho de Segurança da ONU a fim de forçá-los a apoiar a guerra. Acusada de violar a Lei dos Segredos Oficiais e correndo o risco de ser presa, Katharine e seus advogados lutam para justificar suas atitudes. 

Segredos Oficiais traz Matt SmithMatthew Goode e Ralph Fiennes no elenco, e tem previsão de estreia para no Brasil em outubro de 2019.

CINEMA I Estreias: Era uma Vez em… Hollywood, Nada a Perder 2, Fourteen, Espero Tua (Re)volta, Noite Mágica, A Serpente

Do sagrado ao profano: ‘Nada a Perder – Parte 2’ e novo Tarantino estão entre as estreias da semana

Brad Pitt e Leonardo DiCaprio em cena de ‘Era uma vez…em Hollywood’, de Quentin Tarantino Foto: Andrew Cooper/SONY PICTURES ENTERTAINMENT/Columbia Pictures

Era uma Vez em… Hollywood
Once Upon a Time… in Hollywood. EUA/Reino Unido/China, 2019. Direção: Quentin Tarantino. Com: Leonardo DiCaprio, Brad Pitt e Margot Robbie. 161 min. 16 anos.
Ambientado na Los Angeles de 1969, o filme tem como pano de fundo o crescimento da seita comandada por Charles Manson. Enquanto isso, mostra a relação de um antigo astro do faroeste e seu dublê, que tentam sobreviver às mudanças na indústria cinematográfica. Do mesmo diretor de “Pulp Fiction: Tempo de Violência” (1994) e “Bastardos Inglórios” (2009). Exibido no Festival de Cannes.

Espero Tua (Re)volta
Brasil, 2019. Direção: Eliza Capai. 93 min. 14 anos.
O documentário mostra as lutas recentes do movimento estudantil no Brasil desde as jornadas de junho em 2013 até a eleição de Jair Bolsonaro para a Presidência. Narrado pelos próprios estudantes, aborda pautas como feminismo, direitos LGBT e conservadorismo. Premiado no Festival de Berlim.

Eu Sou Brasileiro
Brasil, 2019. Direção: Alessandro Barros. Com: Daniel Rocha, Fernanda Vasconcellos e Letícia Spiller. 84 min. 10 anos.
De origem humilde, um jogador de futebol sonha em ser contratado por um grande time para dar melhores condições de vida à mãe. Mas quando um olheiro finalmente vai a uma partida do jovem, ele sofre um acidente em campo e é forçado a desistir de seus planos.

Fourteen
Idem. EUA, 2019. Direção: Dan Sallitt. Com: Tallie Medel, Norma Kuhling e Lorelei Romani. 94 min. 16 anos.
O filme acompanha uma mulher com uma doença mental não diagnosticada ao longo de uma década. Enquanto isso, seus amigos e familiares buscam maneiras de ajudá-la.

Nada a Perder 2
Brasil, 2018. Direção: Alexandre Avancini. Com: Petrônio Gontijo, Day Mesquita e Beth Goulart. 110 min. 10 anos.
Inspirado na trilogia autobiográfica “Nada a Perder”, o filme dá sequência ao longa de 2018 e narra a história do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da emissora Record TV.

Noite Mágica
Notti Magiche. Itália, 2018. Direção: Paolo Virzì. Com: Mauro Lamantia, Giovanni Toscano e Irene Vetere. 125 min. 16 anos.
Três jovens roteiristas tentam se firmar na indústria cinematográfica em Roma. Até que, certa noite, o corpo de um produtor é encontrado no rio Tibre, fazendo deles os principais suspeitos da polícia.

A Serpente
Brasil, 2019. Direção: Jura Capela. Com: Lucélia Santos, Matheus Nachtergaele e Sílvio Restiffe. 61 min. 16 anos.
Duas irmãs moram juntas. Quando uma delas se casa e logo é trocada por outra mulher, tenta se matar. Recuperada, ela é seduzida pelo cunhado, gerando uma crise familiar.

Apple estaria planejando escritório gigantesco em Nova York

Espaço pode equivaler à área construída de um shopping center de médio porte
MacMagazine

No sentido horário, da esquerda para a direita: 50 Hudson Yards, redesenvolvimento dos Correios de Farley, 1 Madison Avenue e o CEO da Apple, Tim Cook (Credit: Hudson Yards, Skanska, Google Maps, and Getty Images)

A Apple pode ser uma das maiores empresas dos Estados Unidos (e do mundo), mas sua presença no centro financeiro e cultural do seu país é menor do que poderia se esperar.

Enquanto concorrentes como Amazon, Google e Microsoft têm presença marcante em Nova York, a Maçã limita-se a um pequeno complexo de escritórios na Quinta Avenida, uma mansão em Tribeca alugada para eventos com a imprensa e, claro, as lojas da empresa espalhadas pela cidade. Mas isso pode estar para mudar.

Como informou o The Real Deal, a Apple está procurando um espaço para montar seus novos escritórios na Big Apple. A ideia é conseguir uma área em algum local nobre da cidade, e não estamos falando de uma área qualquer: segundo a reportagem, a Maçã procura algo entre 18.000m² e 45.000m², mas pode aumentar esse limite para até 70.000m², o equivalente à área construída de um shopping center de médio porte e o suficiente para abrigar até 5.000 empregados — que devem consistir em novas contratações da Apple, segundo as fontes ouvidas pela reportagem.

Dentre as construções analisadas pela Apple como possíveis candidatas à empreitada, temos o 50 Hudson Yards, o One Madison Avenue e o James A. Farley Building, atualmente em obras de renovação.

Se ao menos um desses nomes soa familiar para você, é porque em janeiro passado já havíamos comentado a possibilidade da Maçã estabelecer um escritório em algum prédio do Hudson Yards, o novo bairro planejado de Nova York e o maior projeto de construção civil da história dos Estados Unidos — àquela época, entretanto, as ambições da Apple eram mais modestas, envolvendo um escritório de aproximadamente 6.000m².

A expansão da Maçã em Nova York não chega a ser uma surpresa: assim como suas principais concorrentes, a gigante de Cupertino está começando um movimento de espalhar suas atividades para além do Vale do Silício, estabelecendo grande presença em cidades importantes dos Estados Unidos. Isso traz muitas vantagens: além de permitir a contratação de talentos de outras áreas do país e desafogar a superlotação californiana, a movimentação leva a Apple para perto de institutos e universidades importantes, de onde saem vários avanços tecnológicos.

Vejamos no que isso tudo vai dar, portanto.

VIA CULT OF MAC

Elina Kechicheva for Marie Claire France with Josephine Le Tutour

Photography: Elina Kechicheva. Styling: Anne Sophie Thomas. Hair: Yoann Fernandez. Makeup: Celine Martin. Model: Josephine Le Tutour.