Alvaro Beamud Cortes for Vogue Russia with Vera Brezhneva

Photography: Alvaro Beamud Cortes. Stylist: Olga Dunina. Hair: Sebastien Richard. Makeup: Mayumi Oda. Model: Vera Brezhneva.

Mario Kart para celular chega em 25 de setembro

Mario Kart Tour estará disponível para Android e iOS, inclusive no Brasil

Mario Kart Tour  chega em 25 de setembro

Demorou, mas finalmente você poderá jogar Mario Kart no celular. No Twitter, a Nintendo confirmou que Mario Kart Tour chega em 25 de setembro, e abriu uma plataforma de cadastro para o jogo.  O período de testes do jogo foi feito apenas para Android, mas ele estará disponível para Android e iOS. 

Mario Kart Tour será gratuito para baixar, mas possibilitará microtransações dentro de sua plataforma, modelo mais popular entre jogos de celular atualmente. Ainda não está claro se será possível destravar todas as pistas pagando um valor único, como acontece com as fases de Super Mario Run.

O jogo chega com algums meses de atraso. A Nintendo havia prometido ele para o período entre março e abril. A outra boa notícia é que os brasileiros poderão se cadastrar para jogar, o que não ocorre com Dr. Mario World, que nunca chegou por aqui. A empresa aproveitou o anúncio da data para revelar o trailer do jogo.  

UE está investigando o Google por práticas anticompetitivas de novo

Desta vez, o alvo é a ferramenta de pesquisa de empregos da companhia
Por Agências – Reuters

Google será investigado de novo na Europa por práticas competitivas

Os reguladores da União Europeia estão investigando o Google para ver se a empresa favorece injustamente sua ferramenta de pesquisa de empregos, disse nesta terça-feira, 27, a chefe antitruste da Europa.

Lançada há dois anos, a ferramenta já recebeu inúmeras queixas de rivais alegando comportamento anticompetitivo.

No início deste mês, 23 sites de busca de emprego na Europa pediram à Comissão Europeia que ordene temporariamente que o Google interrompa essas práticas enquanto investiga o problema.

A comissária europeia de concorrência, Margrethe Vestager, que aplicou US$ 8,25 bilhões em multas à gigante da tecnologia nos últimos anos em três casos separados, manifestou preocupação sobre a possibilidade de práticas anticoncorrencia semelhantes pela Alphabet em outras áreas.

“E estamos analisando agora se o mesmo pode ter acontecido com outras partes dos negócios do Google – como o negócio de busca de emprego conhecido como Google for Jobs”, disse Vestager em uma conferência em Berlim.

Ela disse que a Comissão Europeia pode adotar regras para controlar as gigantes da tecnologia se elas não atuarem de maneira justa.

“Também existe uma questão mais ampla para nossas sociedades: se achamos certo que empresas como o Google e outras pessoas tenham esse controle sobre o sucesso ou fracasso de outras empresas e estejam livres para usar esse poder da maneira que quiserem”, ela disse.

“Se não o fizermos, podemos achar que precisamos de regulamentação, para garantir que essas plataformas usem seu poder de uma maneira justa e que não discrimine”, disse Vestager.

Agata Pospieszynska for Harper’s Bazaar Spain with Olympia Campbell

Photography: Agata Pospieszynska. Styling: Ana Tovar. Hair: Alessandro Rebecchi. Makeup: Egon Crivillers. Producer: Raúl Boluda. Model: Olympia Campbell at Viva Model.

Instagram testa novo app de mensagens para concorrer com o Snapchat

Serviço seria desvinculado do app principal do Instagram e contaria com os mesmos recursos do Direct
MACMAGAZINE

No fim de 2017, comentamos a possibilidade de o Facebook desvincular o Direct do Instagram e lançá-lo em forma de um app dedicado para mensagens. Como podemos notar, o plano não alçou voo, mas isso não significa que ele foi esquecido para sempre.

De acordo com uma publicação do The Verge, o Facebook está desenvolvendo um novo app de mensagens chamado Threads que visa promover o compartilhamento de mensagens, localização e imagens entre os usuários da rede social, batendo de frente com o Snapchat (que também oferece esses recursos).

Por oferecer funções semelhantes ao mensageiro embutido no app principal do Instagram, o Threads poderá ser visualmente igual ao que já conhecemos, podendo incluir opções para iniciar uma conversa e compartilhar Stories com os “melhores amigos” da rede social.

Também de maneira semelhante com o que já é oferecido pelo Instagram, o app Threads poderá indicar quais amigos estão online naquele momento, e quem está perto de você.

Segundo o The Verge, o novo app está sendo testado internamente no Facebook, mas alguns vazamentos dão conta de que o Threads será um serviço complementar do Instagram, ou seja, usuários poderão optar por usá-lo ou não.

Em qualquer um dos casos, a novidade pode ser como uma faca de dois gumes para o Facebook: se o app cair no gosto dos usuários, ótimo; mas se o seu uso for obrigatório, é possível que a companhia receba uma enxurrada de críticas (muitos usuários não gostam da ideia de ter que mudar de app simplesmente para trocar mensagens com alguém).

Não obstante, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse em março passado que “enxerga os serviços de mensagens privadas como o futuro da empresa”; assim, é bastante provável que o projeto Threads tome corpo e faça parte desse futuro.

‘A Vida Invisível’, de Karim Aïnouz, vai representar o Brasil no Oscar 2020

Em coletiva na Cinemateca Brasileira, longa anunciado será candidato à vaga entre cinco indicados de melhor filme estrangeiro na premiação de Hollywood
Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

A Vida Invisível’, de Karim Aïnouz Foto: Bruno Machado

O filme A Vida Invisível, de Karim Aïnouz, foi escolhido para concorrer à vaga entre os cinco indicados de melhor filme estrangeiro no Oscar 2020. O anúncio foi feito pela Academia Brasileira de Cinema nesta terça, 27, durante uma coletiva de imprensa na Cinemateca Brasileira. Votaram Anna Muylaert, Amir Labaki, Sara Silveira, David Shurmann, Ilda Santiago, Mikael de Albuquerque, Vania Catani, Walter Carvalho e Zelito Viana. Os cinco concorrentes a filme estrangeiro serão conhecidos em 13 de janeiro de 2020, quando a Academia divulga a lista completa. E a cerimônia do Oscar será no dia 9 de fevereiro, em Los Angeles.

Outras 11 produções participaram da seleção: A Última Abolição, de Alice Gomes, A Voz do Silêncio, de André Ristum, Bacurau, de Kleber Mendonça FilhoBio, de Carlos Gerbase, Chorar de Rir, de Toniko Melo, Espero tua (Re)volta, de Eliza Capai, Humberto Mauro, de André Di Mauro, Legalidade, de Zeca Brito, Los Silencios, de Beatriz Seigner, Simonal, de Leonardo Domingues e Sócrates, de Alex Moratto.

No filme de Aïnouz, Eurídice é uma jovem talentosa, mas bastante introvertida. Guida é sua irmã mais velha, e o oposto de seu temperamento em relação ao convívio social. Ambas vivem em um rígido regime patriarcal, o que faz com que trilhem caminhos distintos: Guida decide fugir de casa com o namorado, enquanto Eurídice se esforça para se tornar uma musicista, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as responsabilidades da vida adulta e um casamento sem amor.

O filme dirigido por Karim Aïnouz terá première nesta sexta-feira, 30, no Cine Ceará. O diretor cearense será ainda homenageado no festival com o troféu Eusélio Oliveira. 

Rompimento: William e Kate retiram Harry e Meghan de instituição

A decisão muda o futuro das relações entre os casais

(Chris Jackson/Getty Images)

A imprensa britânica noticia o que pode ser um rompimento das relações entre o príncipe William e Kate Middleton com príncipe Harry e Meghan Markle. A instituição de caridade sob o comando do duque e da duquesa de Cambridge removeu o nome dos duques de Sussex de sua marca, sendo agora apenas ‘The Royal Foundation of The Duke and Duchess of Cambridge’ (Fundação Real do duque e da duquesa de Cambridge).

Essa mudança marcou, na visão da mídia inglesa, um ponto final na separação dos dois casais. A documentação que confirma a alteração do nome da fundação foi publicada pela Companies House, empresa de registros do Reino Unido.

Além disso, de acordo com o jornal Daily Mail, a decisão foi tomada logo após a mudança de Harry e Meghan do Palácio de Kensington, onde William e Kate moram, para que eles montem a sua própria fundação.

Fontes negaram ao noticiário que houve uma ‘briga’ entre os casais, afirmando que a alteração foi “para preparar ambos os casais para seus papéis futuros, cujos são, obviamente, em caminhos divergentes”. No entanto, há quem acredite que algumas atitudes dos duques de Sussex têm incomodado os Cambridges.

Um novo documentário com a especialista em Família Real Ingrid Seward, por exemplo, diz que William teme que Meghan e Harry estejam “desprezando o protocolo real”. “Eu pensaria que isso talvez irrite William um pouco, porque ele talvez veja o jeito que Harry e Meghan fazem as coisas como prejudiciais aos negócios da monarquia”, defende ela.

Os planos para uma fundação própria dos duques de Sussex foram anunciados em junho deste ano. Na semana passada, a executiva de mídia Karen Blackett, presidente da agência MediaCom UK, foi nomeada como responsável pela administração da futura instituição.

Pioneira dos direitos civis nos EUA, Rosa Parks ganha versão em Barbie

Boneca celebra o poder feminino, com figurino idêntico ao da homenageada e material informativo

Imagem de divulgação mostra a boneca diante de sua homenageada Foto: Divulgação

No rastro do dia da igualdade das mulheres, que foi celebrado nesta segunda-feira, nos Estados Unidos, a Mattel lançou uma versão da boneca Barbie em homenagem a Rosa Parks , um dos maiores ícones dos direitos civis no país.

O brinquedo foi criado com roupas que reproduzem peças autênticas usadas por ela e acessórios exclusivos. Também há um material informativo sobre a vida de Rosa, mulher negra que, em 1955, recusou se levantar para ceder o seu lugar no ônibus a um homem branco, conforme previa a lei. A atitude desencadeou os protestos liderados por Martin Luther King Jr.

Além de Rosa, foi ainda anunciada uma boneca em homenagem a Sally Ride, a primeira mulher americana no espaço, em 1983.

A versão de Sally Ride também foi lançada Foto: Divulgação
A versão de Sally Ride também foi lançada Foto: Divulgação

Os dois modelos fazem parte da coleção “Mulheres Inspiradoras”, que também tem Frida Khalo como integrante.

Ao divulgar o brinquedo, a Mattel informou que ação faz parte de um comprometimento em exaltar modelos de comportamento e sonhos para as meninas mais jovens: “Elas quebraram barreiras e fizeram do mundo um lugar melhor para as futuras gerações de garotas”. [O Globo]

Roupas da Dior usadas por Olivia de Havilland vão a leilão

Lenda de Hollywood, que está com 103 anos de idade, fez última aparição na TV em 1988
AGÊNCIA – REUTERS

A atriz Olivia de Havilland Foto: Julien Mignot/The New York Times

Uma coleção de 27 roupas usadas pela lenda hollywoodiana Olivia de Havilland será leiloada no mês que vem, algumas delas usadas em cena durante sua carreira como atriz de mais de 50 anos.

O leilão online acontecerá em 17 de setembro na casa Hindman, em Chicago, e inclui designs de alta costura de Christian Dior usados por Havilland, que fez 103 anos em junho, em estreias e bailes de gala entre 1954 e 1989.

De Havilland, duas vezes ganhadora do Oscar e conhecida por interpretar a cunhada da personagem Scarlett O’Hara em E o Vento Levou, vendeu grande parte de sua coleção da Dior em um leilão em Londres em 1993. 

Os itens que vão a leilão em setembro estão sendo vendidos por sua família, disse a casa Hindman nesta segunda-feira, 26. 

Entre eles está um vestido verde da Dior usado pela atriz no filme de 1964 Com a Maldade na Alma, com o qual ela foi fotografada em 1954 na véspera de seu casamento com seu segundo marido, Pierre Galante, e oito vestidos longos de gala.

Os preços iniciais das peças, algumas delas sapatos, variam entre US$ 300 (aproximadamente 1200 reais) e US$ 5 mil (20 mil reais). 

Olivia de Havilland fez sua última aparição nas telas no filme de 1988 para TV The Woman He Loved, e agora vive na França.