Xavi Gordo for Madame Figaro with Eva Herzigova

Photography: Xavi Gordo at 8 Artist Management. Stylist: Cecile Martin. Makeup: Mayia Alleaume. Hair: Cyrilhair. Manicure: Nelly Ferreira. Talent: Eva Herzigova.

Victoria Beckham | Spring Summer 2020 – London Fashion Week Live

Ao vivo na London Fashion Week: o Victoria Beckham Primavera Verão 2020 Desfile de moda.

“Leveza, facilidade, liberdade. Essas são as idéias que eu estava pensando para esta coleção. Trata-se de mulheres dinâmicas hoje, mulheres em movimento. Controlada e livre, vivendo a vida, a realidade e a credibilidade. Há sempre uma dualidade nas mulheres, movendo-se entre idéias diferentes, humores diferentes. Quero roupas que se movam com uma mulher, que se movam com a vida dela. ” – VB

Disputa por streaming faz presidente da Disney Bob Iger deixar conselho da Apple

Apple TV+ e Disney+ estreiam nos EUA com apenas 11 dias de diferença

Bob Iger deixou o conselho da Apple 

O Mickey Mouse não gosta mais de maçã: Bob Iger, presidente executivo da Disney, se desligou da cadeira que ocupava no conselho da Apple, cargo em que estava desde 2011. O executivo pediu o desligamento no dia 10 de setembro, mesmo dia em que a Apple apresentou o novo iPhone e revelou o preço, incluindo no Brasil, do seu serviço de streaming, o Apple TV+.  

A saída está relacionada ao fato de que as duas companhias se tornarão rivais quando o serviço de streaming das duas empresas estiver operando. Assim como o Apple TV+, o Disney+ funcionará a partir de novembro nos EUA – a estreia no Brasil deve ser em 2020. A diferença de estreia será de apenas 11 dias – no plano avulso, o Disney+ terá mensalidade de US$ 7 nos EUA, enquanto o Apple TV+ terá mensalidade de US$ 5. No Brasil, o serviço da Apple custará R$ 10 – o Disney+ não tem valor confirmado ainda.  

“Eu tenho o maior respeito por Tim Cook, sua equipe na Apple e meus companheiros de conselho”, disse Iger num comunicado. “A Apple sentirá falta de suas contribuições como um membro do conselho, respeitamos a sua decisão, e esperamos que a nossa relação com Bob e a Disney continue no futuro”, disse a Apple também em comunicado. 

O movimento de Iger é parecido com o de Eric Schmidt, então presidente executivo do Google, que deixou o conselho da Apple em 2009, um pouco antes de a companhia lançar o Android. 

Olivia Frolich for Stella Magazine with Toni Garrn

Photography: Olivia Frolich at One Represents. Styling: Tona Stell. Hair: Chris Sweeney. Makeup: Anita Keeling. Model: Toni Garrn.

Rihanna cobre a barriga em fotos e aumenta rumores de gravidez

Cantora divulgou fotos nas quais aparece supostamente disfarçando a primeira gestação

Rihanna (Foto: Reprodução/Instagram)

Depois de exibir uma barriguinha mais saliente no Diamond Ball, seu baile de gala, Rihanna foi alvo de diversas especulações de que estaria esperando seu primeiro bebê.

Apesar de não negar nem confirmar nada, a musa pop deixou os fãs ainda mais empolgados com uma suposta gravidez ao postar, em seu Instagram, nesta segunda-feira (16), uma série de fotos.

Nos cliques, nas quais divulga looks de sua grife, Fenty, ela aparece cobrindo a barriga na maioria deles. Será que é um jeito de esconder as suas mudanças na silhueta?

Vale lembrar que RiRi namora o empresário Hassan Jameel, cuja família é tida como a décima segunda família árabe mais rica, de acordo com a Forbes, com um patrimônio no valor de 1.5 bilhões de dólares. Eles têm sido vistos juntos desde o meio de 2018 e compartilham de gostos em comum, como esportes e filantropia. (Léo Gregório)

Rihanna (Foto: Miles Diggs/Instagram)
Rihanna (Foto: Miles Diggs/Instagram)
Rihanna (Foto: Miles Diggs/Instagram)
Rihanna (Foto: Miles Diggs/Instagram)
Rihanna (Foto: Miles Diggs/Instagram)

Jourdan Dunn revela o segredo por trás de seu modelo de brilho | Segredos de beleza | Vogue

A modelo Jourdan Dunn mostra sua rotina diária de cuidados com a pele e beleza, perfeita para a London Fashion Week.

Directed by Rebecca Fourteau Filmed at The Standard, London

Carlos Teixeira for Numéro Russia with Lea Petanovic

Photography: Carlos Teixeira. Styling: Pablo Patanè. Hair: Ezio Diaferia. Makeup: Fausto Cavaleri. Model: Lea Petanovic.

Facebook se reúne com bancos centrais sobre moeda digital libra

Representantes da rede social terão que prestar esclarecimentos sobre a ameaça da moeda à estabilidade financeira mundial

Mark Zuckerberg é presidente executivo do Facebook

Representantes da libra, moeda digital do Facebook, se reuniram com oficiais de bancos centrais de diferentes países nesta segunda-feira, 16, na cidade de Basileia, na Suíça, para prestarem esclarecimentos sobre a ameaça da moeda à estabilidade financeira mundial. De acordo com jornal Financial Times, eram esperados representantes de 26 bancos centrais, no que pode ser considerado o primeiro grande encontro entre o Facebook e autoridades desde de que a rede social anunciou seu projeto em junho.

Segundo o jornal, a reunião teve representantes de bancos centrais dos Estados Unidos e o Banco da Inglaterra. O encontro foi convocado por um grupo de trabalho criado pelo G7 para examinar as moedas digitais como a do Facebook. 

Benoît Coeuré, membro do conselho executivo do Banco Central Europeu, presidiu o evento. Durante o encontro, ele disse: “As criptomoedas apoiadas em ativos praticamente não foram testadas, especialmente na escala necessária para executar um sistema global de pagamentos. Elas dão origem a vários riscos sérios relacionados a prioridades de políticas públicas. O padrão para a aprovação regulatória será alto”.

Após as observações de Coeuré, David Marcus, principal executivo do Facebook que supervisiona o projeto, disse no Twitter que a Libra Association, entidade que funciona como um comitê financeiro da moeda, continuará a envolver bancos centrais, reguladores e legisladores para resolver preocupações.

Anunciado em junho, o projeto da libra conta parceiros de peso, incluindo nomes tradicionais do mercado financeiro (Visa, Mastercard e PayPal), empresas de tecnologia (UberLyftSpotify e eBay) e fundos de capital de risco do Vale do Silício (Ribbit Capital e Thrive Capital). Cada um dos participantes teve de colaborar com uma quota mínima de US$ 10 milhões para compor as reservas da moeda. O projeto vem sendo criticado por reguladores de todo o mundo, que estão preocupados com seu impacto no sistema financeiro e também com o potencial de uso da Libra na lavagem de dinheiro./COM REUTERS