Facebook se reúne com bancos centrais sobre moeda digital libra

Representantes da rede social terão que prestar esclarecimentos sobre a ameaça da moeda à estabilidade financeira mundial

Mark Zuckerberg é presidente executivo do Facebook

Representantes da libra, moeda digital do Facebook, se reuniram com oficiais de bancos centrais de diferentes países nesta segunda-feira, 16, na cidade de Basileia, na Suíça, para prestarem esclarecimentos sobre a ameaça da moeda à estabilidade financeira mundial. De acordo com jornal Financial Times, eram esperados representantes de 26 bancos centrais, no que pode ser considerado o primeiro grande encontro entre o Facebook e autoridades desde de que a rede social anunciou seu projeto em junho.

Segundo o jornal, a reunião teve representantes de bancos centrais dos Estados Unidos e o Banco da Inglaterra. O encontro foi convocado por um grupo de trabalho criado pelo G7 para examinar as moedas digitais como a do Facebook. 

Benoît Coeuré, membro do conselho executivo do Banco Central Europeu, presidiu o evento. Durante o encontro, ele disse: “As criptomoedas apoiadas em ativos praticamente não foram testadas, especialmente na escala necessária para executar um sistema global de pagamentos. Elas dão origem a vários riscos sérios relacionados a prioridades de políticas públicas. O padrão para a aprovação regulatória será alto”.

Após as observações de Coeuré, David Marcus, principal executivo do Facebook que supervisiona o projeto, disse no Twitter que a Libra Association, entidade que funciona como um comitê financeiro da moeda, continuará a envolver bancos centrais, reguladores e legisladores para resolver preocupações.

Anunciado em junho, o projeto da libra conta parceiros de peso, incluindo nomes tradicionais do mercado financeiro (Visa, Mastercard e PayPal), empresas de tecnologia (UberLyftSpotify e eBay) e fundos de capital de risco do Vale do Silício (Ribbit Capital e Thrive Capital). Cada um dos participantes teve de colaborar com uma quota mínima de US$ 10 milhões para compor as reservas da moeda. O projeto vem sendo criticado por reguladores de todo o mundo, que estão preocupados com seu impacto no sistema financeiro e também com o potencial de uso da Libra na lavagem de dinheiro./COM REUTERS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.